WriterAccess Humanizer: onde conteúdos por IA encontram autenticidade

A Inteligência Artificial é uma ferramenta poderosa para um cenário digital onde o conteúdo é rei. O problema é que, nessa corrida de conteúdos gerados em massa por IA, a alma do storytelling pode acabar se perdendo. 

Em pesquisa recente, 84% dos profissionais de marketing afirmam que a IA impactou suas estratégias de SEO. Isso, somado às recentes atualizações do Google sobre qualidade de conteúdo, faz com que a autenticidade se torna mais essencial do que nunca.

É por isso que criamos um serviço projetado especificamente para dar vida ao conteúdo gerado por IA e garantir que ele se conecte tanto com os algoritmos de busca quanto com os corações humanos: WriterAccess Humanizer

Neste post, vamos explorar funciona esse novo recurso da WriterAccess, nossa plataforma de conteúdos, e os problemas que ele ajuda a resolver.

As lacunas do conteúdo gerado por IA

Embora o conteúdo gerado por IA seja cada vez mais comum, sabemos que não é capaz de trazer a mesma profundidade e autenticidade que uma produção humana. Alguns elementos ajudam a identificar essa diferença entre os dois tipos de conteúdo, como você confere a seguir.

Conteúdo superficial

A Inteligência Artificial tende a fornecer visões gerais, baseadas no conhecimento comum. Dessa forma, não oferece análises aprofundadas, ideias originais ou novas perspectivas.

Linguagem artificial

O conteúdo gerado por IA pode conter expressões dramáticas ou até mesmo clichês, lembrando roteiros de “filme B”.

Escrita padronizada

Observamos com certa frequência um padrão repetitivo no tamanho e estilo dos parágrafos, levando a uma leitura monótona.

Redundância

A Inteligência Artificial costuma reiterar as ideias. Com isso, o conteúdo pode parecer redundante para os usuários, afetando a experiência.

A consequência disso tudo é que o conteúdo gerado por IA, por vezes, não consegue se conectar genuinamente com as emoções e experiências humanas. O resultado pode sair com tom frio, impessoal e, bem… robótico. Embora seja especialista em imitar estruturas e palavras-chave, a IA não é capaz de criar com a profundidade, criatividade e aspectos emocionais dos redatores humanos.

Os riscos do conteúdo gerado por IA

Elencamos os problemas relacionados ao conteúdo elaborado por IA do ponto de vista do estilo. Mas também é preciso considerar outro aspecto fundamental para as empresas: os resultados de negócios que chegam por meio de conteúdo que agrada e engaja o público-alvo.

Como as metas do marketing de conteúdo geralmente envolvem o alcance das publicações e atração de público, é necessário contar com um bom SEO ou um investimento consistente em mídia paga — e claro, aqui preferimos o SEO!

Sabemos que o Google e seu algoritmo está sempre evoluindo, mas uma característica permanece: o conteúdo deve ser envolvente e útil para quem lê (ou seja, os humanos). É por isso que, além de otimizar todos os elementos relacionados ao SEO on-page e off-page, devemos prezar pela qualidade e humanização do conteúdo.

O Google anunciou uma grande atualização em 5 de março de 2024, com o objetivo de reduzir o conteúdo não-original e de baixa qualidade em 40%. Como resultado, vários sites perderam tráfego e alguns foram completamente desindexados. Não coincientemente, o estudo da Originality AI apontou que 100% dos sites afetados tiveram alguns posts gerados por Inteligência Artificial.

Com o aumento do uso da IA para criação de conteúdo, a atualização do Google no sentido de priorizar conteúdo útil para leitores humanos era esperada. Mas sua empresa está preparada para correr o risco de perder todo o tráfego orgânico de seu site sem aviso prévio?

Nossa solução: combinar a IA com um toque humano

Você não precisa abandonar de vez a IA na sua estratégia de conteúdo. Nós podemos ajudar. 

O WriterAccess Humanizer representa um novo capítulo em nossos serviços de criação de conteúdo, unindo a eficiência da IA com a criatividade humana.

O objetivo desse novo serviço, oferecido em nossa plataforma de conteúdo, é combinar a criação de conteúdo por IA (que pode ser feita na ferramenta que você preferir) com a edição humana com nossos criadores de conteúdos freelancers, treinados especificamente para isso. 

Queremos te ajudar a aprimorar o conteúdo gerado por IA com a sutileza e as nuances que somente a experiência humana pode fornecer. Com esse serviço, conseguimos atender à necessidade de conteúdo gerado por IA, reduzindo o risco e oferecendo um excelente custo-benefício.

WriterAccess Humanizer: foco na autenticidade

A personalização é fundamental para se destacar em um mundo saturado por conteúdos mediocres. Seja sua empresa uma startup ou multinacional, o Humanizer adapta o conteúdo para transmitir a voz única da marca, garantindo que sua mensagem seja lembrada pelo público.

O Humanizer nasceu do desejo de elevar o conteúdo gerado pela IA a um novo patamar, que vai além das estratégias básicas de palavra-chave e SEO. Então, por que continuar produzindo conteúdo genérico quando você pode criar algo autêntico?

Sem espaço para fake news

Sabemos que a IA pode ter algumas alucinações ou, até mesmo, inventar informações. Por exemplo, o chatbot Bard do Google afirmou certa vez que o Telescópio Espacial James Webb tinha capturado as primeiras imagens do mundo de um planeta fora do nosso sistema solar, o que estava incorreto. A resposta do Bard pareceu convincente e alinhada com o comando inserido, mas foi desmentida após a verificação dos fatos.

Prevenir a criação de conteúdo falso ou desatualizado por tecnologias generativas é uma tarefa difícil. Ainda que, no futuro, a IA possa ser capaz de resolver esse problema, os modelos de linguagem atuais são projetados para criar frases prevendo a probabilidade de ocorrência de determinadas sequências. 

Ou seja, não é levado em consideração se as afirmações geradas são verdadeiras ou não.

Na era da desinformação, a verdade é o seu maior diferencial, e o WriterAccess Humanizer ajuda as empresas que dependem da IA para criar conteúdo. 

Nossos editores humanos verificarão os fatos relatados no seu conteúdo para garantir que ele seja confiável, além de atrativo para seu público! Em outras palavras, proporcionamos à sua marca uma verificação humana rigorosa, garantindo conteúdos verdadeiros.

Uma interface simples e rápida

O Humanizer impressiona pela sua simplicidade. Os clientes carregam seu conteúdo gerado por IA e nossos especialistas humanos cuidam de tudo.

Você pode esperar receber seu primeiro rascunho em menos de 2 dias e solicitar revisões adicionais conforme necessário. Aprimoramos os textos gerados por IA graças aos nossos editores humanos qualificados, que garantem conteúdos aderentes à marca, com fatos precisos e narrativas que engajam.

Esse processo agiliza a criação de conteúdo e melhora a qualidade das publicações. Assim, oferecemos às marcas uma vantagem competitiva e uma ferramenta útil para os profissionais de marketing.

Conclusão

O WriterAccess Humanizer é o elo que faltava entre a eficiência da IA e a conexão humana. À medida que o marketing de conteúdo evolui com o uso da Inteligência Artifical, o Humanizer combina tecnologia com visão humana, garantindo que seu conteúdo não apenas informe, mas também inspire!

9 ferramentas essenciais para administrar uma equipe de freelancers remotamente

Trabalhar com uma equipe de freelancers oferece uma série de vantagens para as empresas, já que permite, por exemplo, ter excelentes profissionais localizados em qualquer local do mundo. Contudo, também há desafios, como a gestão desta equipe, o que torna fundamental conhecer ferramentas para administrar uma equipe de freelancers de maneira remota.

Afinal, qual é a melhor forma de administrar essa equipe? É possível mesmo gerenciar diferentes tarefas, delegar funções e controlar prazos com um equipe de freelancers remotos?

Neste artigo não apenas ressaltamos que tudo isso é possível e vantajoso, como também mostramos quais ferramentas ter em mãos para conquistar os melhores resultados com sua equipe.

Continue a leitura e descubra 9 ferramentas essenciais para administrar uma equipe de freelancers remotamente!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

1. Trello

Trello Logo

O Trello destaca-se como uma das principais ferramentas de colaboração online e gestão de projetos. Sua abordagem é baseada em cartões de tarefas dispostos em listas em um quadro que oferece uma excelente organização. O recurso de arrastar e soltar simplifica de maneira significativa o fluxo de trabalho.

Convidar colegas é uma tarefa fácil, podendo ser feita por nome de usuário, e-mail ou através de um convite via link. O painel oferece diversas opções de visibilidade, como privado, para a equipe, para a organização e público. A personalização da cor de fundo do painel também está disponível.

Os cartões no Trello podem ser designados a membros da equipe, categorizados e enriquecidos com checklists, prazos e arquivos. Além disso, a plataforma oferece a integração de power-ups ou add-ons, como Dropbox, Google Drive, Slack, entre outros.

Benefícios do Trello para equipes remotas

  • Possui interface intuitiva e é simples de usar;
  • Apresenta autenticação em dois fatores para todos os planos, incluindo o gratuíto. Ou seja, confere mais segurança para os seus projetos;
  • Tem templates prontas, que facilitam a otimização do fluxo de trabalho;
  • Possui versão web e apps, disponíveis tanto para Android como iOS;
  • É possível usar o Butler para automatizar tarefas, uma ferramenta própria disponível na plataforma.

2. WriterAccess 

Logo da WriterAccess

O WriterAccess é uma ferramenta completa, na qual é possível encontrar freelancers disponíveis, enviar tasks e se comunicar diretamente pela plataforma, seja por chamada de vídeo, e-mail ou mensagens de texto.

A plataforma possui uma caixa de mensagens que é bastante semelhantes com uma caixa de e-mail, o que permite a comunicação de forma simples, privativa e rápida, tudo dentro da própria plataforma.

Página de mensagens dentro do WriterAccess

Página de mensagens dentro do WriterAccess

O WriterAccess é uma plataforma de criação de conteúdo que proporciona não apenas os talentos (redatores freelancers, designers, revisores e outros), mas também as ferramentas e treinamentos essenciais para ampliar as estratégias de marketing de conteúdo

Com o suporte do WriterAcess, você pode expandir os horizontes do seu negócio ou agência, capacitando-se para dominar efetivamente o marketing de conteúdo e alcançar o sucesso definitivo online.

O WriterAcess é, portanto, um canal para empresas que desejam encontrar os melhores talentos para seus projetos e gerenciar tarefas de forma remota. Além disso, a plataforma também é ideal para freelancers, especialmente os que são especializados em conteúdo de nichos.

Conheça as vantagens

  • Plataforma completa, que proporciona não só gerenciar equipes, mas encontrar profissionais;
  • Comunicação privativa e profissional dentro da própria plataforma;
  • Gerenciamento de prazos;
  • Acesso aos melhores profissionais do mercado, incluindo redatores, revisores, designers e outros.

Acesse o site do WriterAcess e teste gratuitamente por 14 dias! Comece hoje mesmo a conquistar resultados com conteúdo autêntico, de qualidade e produzido por humanos e com o auxílio de IA.

3. Basecamp

Logo Basecamp

Logo Basecamp

Trata-se de uma plataforma abrangente de gestão de projetos que proporciona total colaboração e comunicação. É possível organizar o trabalho em projetos separados, incluindo informações sobre os participantes, tarefas, arquivos e discussões específicas.

A plataforma oferece ferramentas como um painel de mensagens para comunicados, um chat em grupo e um recurso de agenda, todos projetados para otimizar o fluxo de trabalho. Além disso, dispõe de funcionalidades como rastreamento de tempo e a capacidade de converter emails em listas de tarefas.

Conheça as Vantagens

  • Notificações personalizáveis;
  • Um painel de atividades para gestores e um menu de tarefas para usuários individuais;
  • Check-ins automatizados que facilitam a organização e detecção de problemas.

4. Google Drive

Ícone Google Drive

Ícone Google Drive

Integrante do G Suite, o Google Drive é um serviço de gestão de armazenamento em nuvem que permite aos membros da equipe armazenar, editar, compartilhar e acessar arquivos, especialmente documentos do Google como Docs, Planilhas e Apresentações.

Facilitando o monitoramento dos dados empresariais, o Google Drive concede aos administradores a capacidade de adicionar ou remover membros e personalizar permissões para arquivos específicos.

Além disso, o Google Drive oferece a sincronização de arquivos em diversos dispositivos, incluindo aplicativos para Windows, Mac, Android e iOS, com funcionalidades offline. Isso garante que a equipe possa acessar os arquivos de trabalho em qualquer lugar e a qualquer momento.

O plano Personal é gratuito e proporciona 15 GB de armazenamento, enquanto o G Suite Basic, com um custo de US$ 4,20 por usuário/mês, oferece 30 GB. Para o Drive Enterprise, o custo é de US$ 8 por usuário ativo/mês.

Conheça as Vantagens

  • Dados profissionais protegidos por meio de tecnologias atualizadas e confiáveis como Data Loss Prevention (DLP) e Google Vault;
  • Evita que a empresa utilize espaço em disco rígido para armazenamento;
  • Planos pagos são acessíveis;
  • A ferramenta de pesquisa permite encontrar arquivos rapidamente;
  • Compatível com mais de 100 tipos de arquivos.

5. Google Meet

ícone do google meet

ícone do google meet

O Google Meet é uma ferramenta de videochamadas que permite a realização de videoconferências com até 100 participantes. A plataforma é ideal para a realização de reuniões remotas e possui uma série de funcionalidades como legendas automáticas, compartilhamento de tela, agendamento de reuniões, chat, entre outras. 

Além disso, é possível agendar e participar de reuniões diretamente a partir de aplicativos do Google, como o Google Calendar, o que facilita a organização da rotina no dia a dia.

Também é possível gravar as videochamadas, incluindo o registro do chat. Este recurso está disponível para os planos premium.

Conheça as Vantagens

  • Permite o agendamento de reuniões e a criação de videochamadas instantâneas;
  • Compatível com outras funcionalidades Google, como Drive e Calendar;
  • Há pacotes que incluem recursos adicionais juntamente com outras ferramentas do Google, como armazenamento extra no Drive;
  • Interface simples e fácil de usar.

6. Slack

Ícone do Slack

Ícone do Slack

O Slack é uma das ferramentas mais amplamente reconhecidas no ambiente corporativo e entre equipes. Com recursos de mensagens instantâneas, permite a troca de mensagens em canais públicos dedicados a times e projetos, ou de maneira privada.

Embora a interface possa exigir um período de adaptação devido à abundância de opções e configurações, a navegação geralmente ocorre na barra lateral esquerda, onde estão listados os canais dos quais você faz parte, juntamente com a coluna de chat. Uma terceira coluna pode ser acionada para acompanhar conversas, explorar outros canais ou acessar detalhes adicionais.

O Slack oferece diversas opções de personalização para suas mensagens, permitindo a inclusão de links no texto, a criação de blocos de citação e a formatação de código, entre outras. Além disso, as mensagens no chat podem ser editadas conforme necessário.

A plataforma facilita o compartilhamento de arquivos, como imagens, documentos e vídeos, seja diretamente do seu computador ou do Google Drive. Além disso, é possível realizar chamadas de áudio ou vídeo com colegas de trabalho e compartilhar a tela durante as conversas.

Conheça as Vantagens

  • Integrado com diversos aplicativos, incluindo Gmail, Google Calendar, Office 365, Trello e mais de 2000 outros;
  • Oferece recursos de pesquisa, destaque e fixação de mensagens;
  • Disponível em versões para desktop, web e dispositivos móveis;
  • Garantia de segurança para suas informações e dados com autenticação de dois fatores e autenticação única (SSO) baseada em SAML;
  • Automatização de rotinas e comunicações através do Workflow builder.

7. GitHub

Ícone do Github

Ícone do Github

O Github é um serviço especializado em hospedagem de repositórios git, voltado principalmente para o controle de versão, especialmente no contexto de rastreamento de alterações em códigos. É uma das ferramentas de colaboração online mais amplamente adotadas por desenvolvedores.

Além disso, equipes de diversos setores podem empregar essa plataforma para a gestão de tarefas e monitoramento de sua execução. A disposição transparente dos projetos possibilita que gestores acompanhem o progresso de forma intuitiva.

A criação de “issues” para a equipe é uma funcionalidade importante, permitindo que sejam movidas para diferentes painéis e plataformas do projeto. Além disso, os colaboradores têm a capacidade de atribuir, comentar, adicionar links, inserir código ou encerrar uma “issue”.

Conheça as Vantagens

  • Oferece uma visão geral do repositório que apresenta tendências e dados de atividades;
  • Inclui recursos como marcos, páginas e wikis;
  • Repositórios privados e públicos sem limites;
  • Atualizações de segurança são automatizadas.

8. NextCloud

Ícone do Nextcloud

Ícone do Nextcloud

O NextCloud é uma plataforma de auto-hospedagem especialmente adequada para empresas que valorizam segurança adicional. Ao permitir o uso de dados em seu próprio servidor, minimiza vazamentos e outros riscos à segurança.

Essa ferramenta de colaboração online oferece a gestão centralizada de calendários, arquivos, e-mails, contatos, tarefas e uploads de mídia, proporcionando uma experiência unificada. Além disso, permite a criação, compartilhamento, comentários e edição de documentos em colaboração com membros da equipe.

Um painel de tarefas incorporado, semelhante ao Trello, possibilita a inserção de cartões de tarefas e sua atribuição a membros específicos. A integração de recursos de bate-papo e videochamada facilita a comunicação e a tomada de notas durante reuniões online.

Conheça as Vantagens

  • Interface intuitiva;
  • Possui versões desktop e mobile;
  • As funcionalidades também estão disponíveis nos apps;
  • Código aberto.

9. Canva

Logo do Canva

Logo do Canva

Graças à sua interface intuitiva de arrastar e soltar, repleta de modelos, o Canva possibilita que indivíduos não familiarizados com design ou iniciantes criem rapidamente gráficos de qualidade profissional.

Possui funcionalidades para equipes, como compartilhamento de projetos e atribuição de tarefas.

Conheça as Vantagens

  • Ferramenta de baixa complexidade para pessoas que não são familiarizadas com design;
  • Possui funcionalidades gratuitas e pagas, sendo que há planos disponíveis para equipes de até 5 membros;
  • Permite o uso de ferramentas de IA para criar imagens, editar e criar vídeos curtos;
  • É possível criar imagens, vídeos, gifs, pdfs, entre outros formatos.

Apesar da complexidade em gerenciar uma equipe de freelancers, seja ela remota ou não, o fato é que existem diversas ferramentas para tornar esse processo mais simples.

O WriterAccess é a plataforma mais completa para o gerenciamento de equipes remotas, principalmente com freelancers que irão ascender a sua estratégia de conteúdo ao máximo! Acesse o site e comece a criar conteúdo de alta qualidade hoje mesmo de graça por 14 dias!

Dominando a arte de se destacar como freelancer em um mercado competitivo

Se destacar como freelancer se tornou algo essencial. Depois da pandemia Covid-19, muitas pessoas adotaram esse formato de trabalho. Além disso, com o desenvolvimento de soluções de inteligência artificial generativa, como o Chat GPT, o mercado, sobretudo o de produção de conteúdo, ficou ainda mais competitivo.

Neste artigo, apresentamos alguns conceitos importantes para quem quer ter um trabalho liberal consistente. Afinal, já se sabe como ser freelancer pode ser uma excelente oportunidade de trabalho, não é mesmo?

Descubra como superar os principais desafios da profissão e se destacar nesse cenário. Boa leitura!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Identificando sua proposta de venda exclusiva como freelancer

Um bom freelancer é orientado para soluções e consegue se adaptar facilmente. Enquanto alguns podem reclamar do surgimento de soluções com inteligência artificial, outros profissionais entendem como se destacar a partir dessa situação: se diferenciando.

Isso mesmo, se você quer usar a inteligência artificial para produzir conteúdo ou não, é uma escolha sua. Entretanto, esse não será o ponto de destaque de todo profissional. Saber se vender é que faz com que determinados produtos sejam destaques em seus mercados, sejam eles soluções tecnológicas ou artesanais.

Entenda que, quando o cliente busca um freelancer, esta é uma relação comercial, e ele certamente está buscando o melhor custo-benefício para sua empresa. Então, aqui já surge a primeira regra de quem vai se vender: não é possível agradar a todos.

Pense em quais são os principais diferenciais do seu trabalho. Para isso, você deve:

  • definir quais são suas linhas de trabalho — você produz conteúdos, edita vídeos, cria designs ou é um programador? Estabeleça qual é seu mix;
  • entender como seu trabalho se destaca — qualidade, preço, velocidade na entrega dos projetos, desenvolvimento de textos técnicos ou conteúdos avançados são alguns exemplos de diferenciais. Saiba qual é o seu e use-o a favor do seu trabalho;
  • criar chamadas atrativas — use técnicas como o copywriting para vendas e atraia ainda mais novos clientes;
  • considerar uma proposta única de venda — USP (unique selling proposition) é uma solução na qual você oferece um método ou tecnologia exclusiva, com uma solução diferenciada para seus clientes potenciais.

Criando uma marca pessoal forte para o freelancer em um mercado competitivo

Para se diferenciar como freelancer, é fundamental atentar às tendências e demandas do mercado, além de descobrir onde suas competências se enquadram para o tipo de serviço que você oferece. Tudo isso está relacionado ao personal branding, ou gestão da marca pessoal.

Se você já identificou quais são seus diferenciais, então é hora de desenvolver estratégias de marketing pessoal, atraindo o público certo. Para isso, crie histórias, peça feedbacks e colete depoimentos dos seus clientes atuais. O importante é mostrar como seu trabalho se destaca.

Um freelancer que deseja sobressair precisa pensar no desenvolvimento de um portfólio e em como mantê-lo atualizado. Além disso, é importante marcar presença em pelo menos uma rede social na qual seu público se encontra.

Tenha consciência de que seu trabalho precisa ser visto por essas pessoas e crie estratégias para que isso aconteça.

Aproveitando networking e parcerias para impulsionar seu perfil de freelancer

Outro ponto fundamental para se destacar como freelancer são as redes de contatos e parcerias estratégicas. Estabeleça uma rede forte de parceiros e busque comunidades e eventos para manter essa área crescente e ativa.

Vale lembrar que o networking não serve apenas para conseguir mais trabalhos — apesar de ser comum para o freelancer ter novos jobs por indicação dessas redes. As parcerias também podem ajudar você a aumentar a reputação na sua área, aumentando a autoridade.

Plataformas que reúnem freelancers, como a Rock Content faz, são excelentes opções para iniciar sua base de contatos. Além de oferecerem um ambiente com esse papel de conectar você a novos trabalhos e clientes, é comum existirem comunidades dos freelancers, como acontece na Rock.

Nesse ambiente, você encontra ofertas de novos trabalhos e pode compartilhar hacks e dicas para impulsionar ainda mais sua carreira como freelancer.

Mantendo-se à frente das tendências e habilidades do setor para o freelancer de sucesso

As empresas buscam os melhores profissionais quando precisam de um serviço. Por isso, o freelancer não pode ficar parado, é necessário se atualizar com frequência e identificar quais são as tendências do mercado para atendê-las.

Em outras palavras, você precisa observar dois pontos diferentes para se destacar no cenário: entender como está o mercado e o que as empresas esperam de um profissional do seu nicho e se certificar para o trabalho, com cursos e capacitações mostrando que você é um profissional atualizado, que está de olho no mercado.

Nem sempre na profissão do freelancer existem cursos próprios para a área, mas normalmente há treinamentos e capacitações específicas para o trabalho. A Rock Content, por exemplo, oferece vários cursos com certificações para os freelancers, são as formações da PbyP School, antiga Rock University.

Viu como se destacar como freelancer e conseguir os melhores jobs pode ser simples se você tiver planejamento e as estratégias certas? Para garantir o melhor trabalho freelancer, é fundamental entender que você precisa se atualizar, identificar seus diferenciais e saber posicionar seu serviço como se faz com uma marca.

Se você quiser impulsionar seu trabalho freelancer, entrar para uma comunidade diferenciada e ter acesso aos melhores jobs da sua área, uma grande oportunidade é conhecer a plataforma WriterAccess, novo ambiente da Rock Content para que os gênios da criação encontrem as melhores ofertas do mercado!

Guia de prompts de Inteligência Artificial para Produção de Conteúdo

Que a inteligência artificial chegou para ficar, isso já sabemos. Agora, quando falamos em produção de conteúdo com a ajuda de inteligência artificial, algumas dúvidas podem acabar surgindo quando falamos de um equilíbrio entre a ajuda que a IA pode nos dar e, ao mesmo tempo, conseguir criar conteúdos que sejam originais e de fato, criado por humanos.

Muitas pessoas ainda têm receio de pedir ajuda às ferramentas de IA para auxiliar na criação de conteúdo. Sabemos que a melhor prática não é apenas copiar e colar um conteúdo feito por uma inteligência artificial, mas sim, ter ajuda dessas ferramentas para aumentar a produtividade no dia a dia. 

Por isso, hoje eu trouxe para vocês, alguns prompts de inteligência artificial que irão te auxiliar nessa missão de produzir conteúdos de qualidade e que irão entregar uma boa experiência para o usuário.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Prompts para Produção de Conteúdo: como utilizar em ferramentas de inteligência artificial?

Às vezes, estamos com tantas tarefas para fazer, que acabamos nos sentindo muito pressionados na hora de criar vários conteúdos em um curto espaço de tempo. Para profissionais freelancers, por exemplo, que às vezes possuem diversos clientes, ter uma ajudinha pode ser o melhor caminho para ter uma maior produtividade e entregar seus trabalhos com qualidade.

Na hora de criar conteúdos e ir buscar apoio, seja com o ChatGPT ou outra ferramenta de IA – ou qualquer outra ferramenta sem IA, podemos utilizar prompts que irão adiantar e muito o trabalho. Aqui na Rock mesmo, por exemplo, temos alguns prompts que fomos testando até encontrar a melhor maneira de utilizá-los.

Prompts para criação de Conteúdo

Briefing:

  • Faça um briefing com tópicos para um conteúdo com o título [Insira o título do post] com a keyword principal [kw principal] e [kw secundária]. 
  • Que tópicos podem ser abordados em um artigo com título “Insira o título do post” com a keyword principal [kw principal] e [kw secundária]. 
  • Crie um briefing completo para a criação de um conteúdo otimizado para os mecanismos de busca que entregue uma boa experiência para os usuários, com a keyword principal sendo [kw principal], o título [Insira o título do post]. O objetivo do artigo é [insira o objetivo do artigo. O que sua marca tem como intenção ao fazer esse artigo?]. A audiência desse artigo são [pessoas interessadas em assunto x] e suas buscas também podem ser sobre [insira palavras-chave secundárias].
Interface do Chatgpt criando um briefing com o primeiro prompt da lista desse post.

Criação de Artigo:

  • Escreva um artigo sobre [tópico principal], com a palavra-chave principal sendo [kw principal]. Fale sobre [pontos que não podem estar de fora do texto]. O texto deve ter linguagem clara e [informal, formal? Diga como o texto deve ser comunicado]. O conteúdo deve ter no mínimo [x] caracteres.
  • Faça um resumo sobre o texto abaixo, falando sobre os pontos principais de maneira clara e objetiva. O resumo será inserido abaixo do título de um artigo, e, por isso, deve ser curto: [inserir texto do artigo]
Interface do Chatgpt criando um artigo com o primeiro prompt da lista desse post.

Palavras-chave:

  • Quero [X] sugestões de palavras-chave que falem sobre [tópico]
  • Gere uma lista de [x] palavras-chave sobre [tópico]. Ordene essas palavras-chave em etapas de funil de vendas, com palavras-chave no topo do funil, meio do funil e fundo do funil.
  • Crie uma lista de palavras-chave de indexação semântica latente que se relacionem sobre [tópico].
  • Separe tópicos por intenção de buscas (transacional, informacional, navegacional e comercial) [indicar os tópicos]

Interface do Chatgpt criando uma lista de palavras-chave com o primeiro prompt da lista desse post.

Interface do Chatgpt criando uma lista de palavras-chave com o primeiro prompt da lista desse post.

Outros prompts

  • Atualização de Conteúdo: Quais tópicos estão faltando neste artigo? Existe alguma informação para atualizar ou para abordar com mais profundidade? [insira o texto]
  • Clusterização de URLs: Clusterize as seguintes URLs: [listar as URLs]
  • Sugestão de imagens: Sugira uma imagem [especificar a finalidade da imagem] para um conteúdo sobre [descrever o conteúdo]
  • Dados estruturados: Gere o código de dados estruturados de um negócio local para a empresa [nome da empresa] e insira as informações que devem ser abordadas em cada campo do negócio.
  • Canonical Tag: Crie o código de canonical tag para o link: [insira o link]

Lembre-se de adaptar os prompts de acordo com a necessidade

Como dito antes, é claro que podemos utilizar a inteligência artificial no nosso dia a dia como criadores de conteúdo. No entanto, lembre-se que utilizar, por exemplo, um conteúdo criado 100% por inteligência artificial não é a melhor prática para seu negócio!

Para especialistas de SEO e de Conteúdo, principalmente quem costuma revisar sempre os textos, é muito fácil identificar que conteúdo foi criado com IA e qual foi, de fato, feito por um ser humano.

Se você trabalha como freelancer e entrega um texto completamente feito por inteligência artificial, saiba que o risco que estará correndo de até mesmo perder trabalhos. O valor de um texto feito por uma pessoa é muito maior, por exemplo, para os mecanismos de busca. Lembre-se das práticas EEAT e de como elas podem afetar o comportamento de um artigo publicado na web.

A tecnologia está presente para nos ajudar e não para nos prejudicar. Adapte as informações recebidas pelas ferramentas de IA de acordo com o negócio para o qual você está escrevendo. Portanto, lembre-se: bons conteúdos estarão sempre se destacando mais do que conteúdos preguiçosos.

Se, no seu negócio, você precisa de criação de conteúdo de qualidade, lembre-se que o WriterAccess pode ser testado por 14 dias gratuitamente! Não apenas redatores, mas você também encontrará revisores, designers e tradutores especializados em diversos nichos do mercado.

Serviços de redação e conteúdos freelancer: 6 dicas para escolher a melhor plataforma

Se você chegou até aqui, provavelmente já sabe que a produção de conteúdo é um dos pilares mais importantes de uma estratégia do marketing — e também o calcanhar de Aquiles de grande parte de pequenas, médias e grandes empresas.

Isso porque, em torno da produção de conteúdo, há várias etapas que as marcas devem prestar atenção, como:

  • Construir uma estratégia relevante e recorrente;
  • Mapear conteúdo;
  • Trazer variedade de conteúdos em todas as etapas do funil;
  • Distribuir recursos (equipe, tempo e investimento) entre tarefas estratégicas, como planejamento de SEO, e tarefas táticas, como a produção do conteúdo em si;
  • Manter a qualidade enquanto produz em escala;
  • Análises e otimizações para crescimento constante. 

Nós já contamos aqui na Rock Content como optamos por manter a equipe interna focada nas tarefas estratégias, enquanto a produção de conteúdo é terceirizada por freelancers (e como fazemos isso, na prática).

De fato, optar por serviços de redação e conteúdos freelancers pode ser uma solução extremamente eficiente para escalar sua produção de conteúdo em diversos formatos, sem perder a qualidade e o olho no resultado. 

Mas, para isso, alguns detalhes devem ser levados em conta, tanto na hora de saber se esta opção faz sentido para sua empresa, como para entender qual seria a melhor plataforma para você. 

Marketing de Conteúdo: potenciais e desafios atuais

Em linhas gerais, o marketing de conteúdo visa atrair, engajar e converter clientes por meio da criação de conteúdos relevantes em seus mais diversos formatos. 

Segundo o State of Marketing Report de 2023, 29% das equipes de marketing usam blog posts e sites otimizados para atrair e converter leads. Dessa porcentagem, 88% planejam aumentar ou manter o investimento em 2023. 

E não só de conteúdos escritos para blog e sites se faz uma estratégia de marketing de conteúdo. O mesmo relatório aponta como uma das principais tendências para o ano a criação de vídeos curtos para Instagram, YouTube e TikTok.

Somos suspeitos para falar, mas dificilmente uma estratégia de marketing de crescimento constante e sustentável a longo prazo é efetiva sem que haja conteúdo.

Mas, como qualquer coisa dentro do marketing, tal potencial vem com seus desafios.

A Inteligência Artificial, por exemplo, é uma ferramenta poderosa para aumentar a produtividade e a criatividade, mas com limitações que sempre dependerão do toque humano.

Outro desafio constante entre as marcas é operar com um time de marketing, muitas vezes, reduzido, que exige com que tenham que ser ainda mais assertivas em suas decisões para otimizar o trabalho, escalar a produção e maximizar os resultados

Neste ponto, utilizar um marketplace para serviços de redação e conteúdos freelancer pode, sim, ser uma excelente solução.

O que é um marketplace de conteúdos freelancer e serviços de redação 

Quando falamos em um marketplace de conteúdos freelancer, o primeiro pensamento que vem a cabeça é um espaço para encontrar profissionais prontos para trabalhar na execução de projetos diversos. 

E, resumidamente, sim, é isso. Mas isso?

Um marketplace de conteúdos freelancer é uma plataforma onde você encontra diversos profissionais: serviços de redação, designers, estrategistas, editores e tradutores, por exemplo. 

Mas, para além da base de talentos, uma boa plataforma de conteúdo também possui ferramentas para tornar o processo de ponta a ponta otimizado e eficiente

O marketplace de conteúdo escolhido deve, no mínimo, garantir que:

  • Você tenha acesso a uma rede de talentos pronta para entregar conteúdos de qualidade, de acordo com sua necessidade e nicho de mercado;
  • Ferramentas que facilitam a solicitação e gestão de seus projetos;
  • Fácil alinhamento entre as partes para um conteúdo dentro das expectativas e dentro do planejado;
  • Possibilidades de integração que centralizam as operações de produção de conteúdo;

Para que os mecanismos de busca identifiquem o seu site como autoridade em seu setor, é essencial que você some a qualidade com a quantidade de conteúdos relevantes dentro do seu calendário e planejamento.

Dessa forma, o marketplace de conteúdo entra para somar qualquer time de marketing, independente do seu tamanho e complexidade, para que os conteúdos mantenham a relevância, constância e estratégia necessária. 

“Ok, entendi que usar serviços de redação freelancer faz sentido para meu negócio. Mas como escolher o melhor marketplace de conteúdo dentre os disponíveis no mercado?”

Talvez essa seja a sua pergunta neste momento, e é um questionamento justo. 

Há alguns pontos importantes a serem levados em consideração na hora de escolher o seu marketplace de conteúdo.

Como escolher o melhor marketplace de conteúdo para serviços de redação freelancer? 

O marketplace de conteúdo ideal é aquele que atende a maior parte das necessidades de conteúdo da sua empresa.

Existem diversos no mercado: WriterAccess, Workana, Contentools, 99Freelas, etc.

Selecionei aqui alguns dos principais recursos para você levar em consideração na hora de escolher a sua:

1. Seleção de talentos e garantia de uma base especializada e qualificada

Um dos diferenciais de algumas plataformas, e um dos principais benefícios de uma solução de conteúdo, é o processo de seleção de talentos. 

É vital que você tenha certeza que os talentos disponíveis são especializados e com experiência em criação e estratégias de conteúdos

O marketplace de conteúdo freelancer ganha pontos extras se conseguir te ajudar a filtrar a base de talentos por especialidade (como conhecimento em SEO, por exemplo), nicho de mercado — afinal, dependendo do nicho, um redator genérico pode não ser tão eficiente — e avaliações, por exemplo. 

Procure entender como é o processo de seleção desses talentos, se existe alguma avaliação de perfil e experiência

Tente evitar plataformas em que qualquer pessoa interessada pode se cadastrar facilmente e se tornar redatora ou designer. O ideal é que o marketplace de conteúdo te dê segurança e garantia de trabalhar com profissionais selecionados e preparados para a produção de conteúdos de alta qualidade. 

No WriterAccess, por exemplo, há uma equipe dedicada para avaliar todos os perfis que se candidatam na plataforma.

Esta equipe faz a revisão de currículos e experiências, seleciona profissionais qualificados e é responsável pelo acompanhamento e gestão da base disponível para o desenvolvimento do profissional, para garantir um conteúdo a altura do que o cliente procura e espera.

2. Diversidade da base de talentos

Ao falar da diversidade da base de talentos falamos de dois pontos. 

Primeiro, no que diz respeito funções diversas em um único local. Plataformas com redatores, designers, editores… tudo concentrado em uma única solução. 

Segundo, no que diz respeito a talentos de uma mesma área com níveis técnicos e conhecimentos específicos em diferentes setores e formatos de conteúdo

Conseguimos encontrar no mercado ferramentas focadas em apenas um perfil de talento (apenas para designers ou redatores, por exemplo) e ferramentas que oferecem talentos diversos em um único local. 

Ferramentas com uma base de talento mais ampla facilitam e centralizam ainda mais a produção de conteúdo, pois conseguem atender desde um artigo à um ebook, animação, ilustração, edição, e diversos outros em um único local, otimizando seu tempo destinado à criação e gestão dos conteúdos. 

Nesse mesmo caminho, conseguimos encontrar ferramentas com bases de talentos amplas com profissionais extremamente técnicos para entrega de conteúdos ricos, e outros com conhecimentos mais gerais para conteúdos menos aprofundados (sem perder a qualidade). 

Ou seja, conteúdos para todas as etapas do funil. 

Dica: no WriterAccess você encontra redatores, designers, editores, estrategistas e tradutores com conhecimento e experiências diferentes, nos mais diversos setores e formatos de conteúdo para escalar a sua estratégia. E você pode testar a plataforma por 14 dias grátis.

3. Ferramentas que facilitem e agilizem suas solicitações e gestão de seus conteúdos

Uma das maiores preocupações quando falamos de serviços de redação e marketplaces de conteúdo é o alinhamento com o talento que irá trabalhar no projeto

Para isso, as plataformas oferecem de ferramentas variadas para garantir que a comunicação seja limpa e sem ruídos, indo desde ferramentas para briefings completos à opções de contato direto com o talento. 

Isso facilita muito que o resultado final do que foi solicitado esteja dentro do esperado, ou ainda que supere as expectativas da empresa.

Vou ilustrar com o WriterAccess como exemplo:

Quando você solicita um conteúdo dentro da plataforma, é necessário preencher um formulário que traz o direcionamento necessário para para o talento entender o que é o projeto, quem é a empresa para a qual ele escreve, a persona que ele precisa alcançar, as palavras-chaves que precisa explorar. 

E aqui, tenho dois pulos do gato:

Se, por qualquer motivo, você não tenha clareza da sua persona ou precisa de uma mão em relação à ideias de conteúdo, o WriterAccess possui uma IA integrada específica para geração de personas e outra para estratégias de conteúdo.

Outra grande facilidade da plataforma é a possibilidade de salvar templates de briefing. Ou seja, você não precisa preencher o formulário completo toda vez que for solicitar um novo conteúdo, pode simplesmente salvar as informações que quiser replicar no seu template.

Por fim, o WriterAccess também esmiuça o tamanho ideal do conteúdo e uma definição de cronograma de acordo com o calendário do cliente, e permite que haja contato com o talento durante todo o processo. 

4. Ferramentas de gestão da produção de conteúdo

Além da interface de solicitação de conteúdos do marketplace que você escolher, outro ponto importantíssimo que você deve analisar são as ferramentas para gerenciar suas solicitações e materiais. 

Quanto mais intuitiva for a plataforma, com dashboard claro das suas solicitações e facilidade de acompanhar, aprovar, solicitar edições e gerenciar demandas, melhor.

Você precisa ser capaz acompanhar de forma fácil e eficiente etapa por etapa da criação de cada projeto para garantir o cumprimento de prazos, o alinhamento com o birefing inicial, e a entrega de um conteúdo com a qualidade esperada. 

5. Uso da Inteligência Artificial para otimizar a produção de conteúdo

Não poderia deixar de falar dela. Uma das maiores tendências do marketing hoje em dia é a inteligência artificial. 

O ChatGPT se popularizou como ferramenta de auxlia na criação de textos, e-mails e conteúdos no geral. De fato, a IA tem o poder de comoditizar conteúdos simples, muitas vezes de qualidade inferior.

Leia também: Como a equipe da Rock Content utiliza a Inteligência Artificial

Ao mesmo tempo, a IA tem a incrível capacidade de agilizar processos e aumentar o potencial do conteúdo aliado à criatividade humana

E é neste ponto que os marketplaces de conteúdo podem agregar (e muito!) utilizando Inteligência Artificial. 

Pode ajudar, por exemplo, na otimização de processos como mapeamento de conteúdo, definição de tópicos, criação de personas… tudo isso utilizando como base dados reais do seu negócio, para gerar oportunidades novas de conteúdo específicas para você. 

De forma resumida, o uso da Inteligência Artificial soma às plataformas de conteúdo de modo que ela torna o processo mais eficiente, sem abrir mão da criação de conteúdos humanizados e originais.

O WriterAccess tem sido uma dos grandes pioneiros na implementação de IA em sua plataforma para permitir, por exemplo: 

  • Definição de personas
  • Mapeamento de conteúdo com base no segmento, concorrentes, domínio e na persona de cada usuário
  • Sugestão de tópicos semanais baseados nos seus conteúdos anteriores e mais
  • Detecção do uso de IA na redação do conteúdo visando garantir conteúdos feitos por talentos. 

Ao utilizar dessas ferramentas o seu processo se torna ainda mais rápido e completo, além de aumentar a capacidade da sua estratégia de marketing de conteúdo.

Conheça todas as ferramentas de IA da WriterAccess

6. Possibilidades diversas de integrações

Por fim, um dos grandes diferenciais das plataformas que encontramos no mercado são as possibilidades de integração que cada uma oferece

Integrações com ferramentas de SEO, automação de marketing, redes sociais, análise de dados… quanto maior for o leque de integrações com ferramentas que você já utiliza em seu time de marketing, melhor. 

As possibilidades de integração centralizam ainda mais toda a operação da criação de conteúdo em um único local para tonar o processo ainda mais eficiente e completo. 

Em outras palavras, em uma única plataforma você consegue encontrar talentos, solicitar conteúdos, gerenciar a criação de conteúdos e depois direcioná-lo para o canal de comunicação correto, ou exportá-lo no melhor formato e acompanhar seus resultados. 

O WriterAccess traz de integrações como WordPress, LinkedIn, HubSpot, SEMRush, e várias outras opções e possibilidades para que você consiga concentrar todos os esforços da criação de conteúdo em um único lugar. 

Confira aqui todas as integrações do WriterAccess

Conclusão

Os serviços de redação freelancer e marketplaces de conteúdo podem ser a solução ideal para uma criação de conteúdo otimizada, eficiente, escalada e de alta qualidade. 

É fundamental saber escolher a melhor plataforma para seu negócio. 

Por isso, avaliae os principais pontos que atendem sua demanda — desde a diversidade da base de talentos e a qualificação dos mesmos, às possibilidades de integração que tornarão seu processo mais completo. 

Na dúvida de como escolher qual entrega o que você busca? Conheça cada uma delas, aproveite os períodos de teste, navegue pelas bases de talentos, avalie usabilidade e ferramentas para conseguir integrar a melhor à sua estratégia de marketing! 

Dica final: o WriterAccess permite que você teste a plataforma por 14 dias de forma gratuita. Para saber mais, é só clicar aqui

Como nos tornamos líderes globais usando uma rede de 15.000 freelancers

Se você conhece a Rock Content sabe que, sem nenhuma falsa modéstia aqui, somos líderes globais quando o assunto é criação de conteúdo.

Ao longo de 10 anos de casa estruturamos blogs em inglês, português e espanhol que ultrapassam 8 milhões de acessos mensais (e seguem crescendo mês a mês). 

O que talvez seja uma surpresa para você, é que produzimos muito pouco do conteúdo que publicamos em casa. 

Ao longo dos anos, ficou mais que claro para nós que seria um mal investimento de tempo e recursos produzir, na escala que produzimos, in-house

E é por isso que eu, planejadora de SEO responsável pelo blog da Rock Content Brasil, foco quase 100% do meu tempo em análises e táticas de crescimento orgânico, conversão e outras estratégias do blog, e deixo a produção de conteúdo com os mais de 15.000 freelancers que temos no WriterAccess, o marketplace de conteúdo da Rock Content.

Outra coisa que talvez te surpreenda, é que usar uma plataforma de conteúdo vai muito além de terceirizar a produção por aqui.

Além da base de talentos freelancers, a própria ferramenta facilita a construção de toda a estratégia do início ao fim — desde o desenvolvimento de sua persona até a publicação do conteúdo.

Hoje, eu te convido a vir comigo pelos bastidores da produção de conteúdo dos blogs da Rock Content de ponta a ponta.

Como planejamos e criamos nossos conteúdos no WriterAccess?

Antes de mais nada, quero reforçar que na Rock Content nós já temos nossas personas definidas, que norteiam nossa estratégia de conteúdo. Se este não for o seu caso, a IA de geração de personas pode te ajudar.

Bem, nosso processo começa com a criação do calendário de publicações

No final de cada mês, mapeamos quais assuntos estão em alta e quais são necessários para o momento do blog. Estamos investindo muito, por exemplo, em tópicos que tenham relação com inteligência artificial e como isso tem mudado o mercado de Marketing mundialmente.

Aqui, podemos contar com o auxilio do AI Content Wizard, outra ferramenta de IA disponibilizada no WriterAccess.

Ali é um dos primeiros pontos que observo ao buscar novos conteúdos para construir, já que a ferramenta mostra tendências em potencial ou aborda assuntos que pode ser que nunca tenhamos inserido no blog.

Leia também: Potencialize sua estratégia de conteúdo com o AI Content Wizard no WriterAccess

Após definirmos o calendário editorial do mês para o blog, começamos a construir os briefings

Todos os briefings são cuidadosamente pensados para a estratégia atual da Rock Content, com detalhes importantes.

Os nossos redatores freelancers possuem uma média de dias para essa produção, e todos os conteúdos passam pela revisão não só dos freelancers, mas também por uma revisão interna.

Na plataforma, ao clicar em “Fazer um pedido: Redator”, podemos selecionar um modelo salvo, já que normalmente os nossos conteúdos são entre 1000 e 2000 palavras. 

Dessa maneira, automatizamos um processo que poderia levar muito tempo, definindo o tipo de conteúdo, quem o produzirá, preço do conteúdo (já pensando nos descontos da plataforma), entre outras informações. 

No envio do briefing para o profissional, dependendo principalmente do tópico, enviamos para redatores que possuem maiores especificações em seus portifólios. 

Por exemplo, se precisamos falar mais sobre SEO, com certeza iremos solicitar esse texto para um profissional que já tenha experiência no assunto. E a mesma lógica é aplicada para outros nichos e temas.

E também podemos controlar estes “templates”, os modelos de pedidos que facilitam o dia a dia. 

Há um “Painel de Ferramentas” no menu superior que reúne não apenas os modelos, mas também os tipos de briefing, personas e muito mais. Aqui, o segredo é personalizar e definir os modelos de acordo com o que é importante para sua estratégia. 

Escolhendo os melhores talentos para sua estratégia

É importante para a sua empresa que escolha bem os seus profissionais para auxiliar na estratégia de marketing de conteúdo

Essa é a hora que você me pergunta: “Diana, como raios eu vou escolher um profissional dentre os 15.000 disponíveis na plataforma?!”

Bem, há duas ferramentas bem úteis para isso dentro do WriterAccess: a Busca Avançada e Recomendações Personalizadas.

Funciona assim: na hora selecionar para quais talentos você quer enviar a tarefa, você clica em “Selecionar de forma inteligente”. 

A partir daí, os algoritmos do WriterAccess irão enviar o seu pedido para talentos que combinem com o que o pedido precisa. 

Para que a ferramenta seja o mais assertiva possível, a dica é descrever o que você quer de maneira resumida e o país de origem do talento. 

Talento escolhido, é hora de ajustar o pagamento.

O valor do conteúdo é definido de acordo com o tipo de solicitação para os freelancers. Você pode fazer um pagamento por palavra ou por pedido. Para designers, o pagamento é apenas por pedido.

Agora, pense em um tipo de conteúdo que você quer para o seu site ou blog. 

O tipo de escrita, a linguagem e maneira como tudo é comunicado, faz muita diferença quando entregamos conteúdos pela web.

Nesse sentido, o WriterAccess possui uma ferramenta que pode nos ajudar bastante para definir quais serão os talentos que estarão ao nosso lado nessa estratégia. Por enquanto, essa ferramenta está disponível apenas para conteúdos em inglês.

Integrações para otimizar seus conteúdos

Por fim, a integração com algumas plataformas essenciais em nossa estratégia de SEO facilitam muito a otimização e finalização do processo. 

Por exemplo, para SEO, você pode integrar os dados do SEMRush, descobrir tendências com o BuzzSumo e criar listas de palavras-chave.

Para ilustrar, peguei um exemplo do SEMRush mostrando os resultados orgânicos para a palavra-chave “o que é seo”, mostrando os sites que estão na SERP para esse termo:

Você também pode ter acesso de até 250 milhões de imagens com descontos, variando de US$0 no Storyblocks, US$6 no Getty Images e US$7 no Shutterstock. 

Para ter acesso a estas integrações, tudo irá depender do tipo de plano que você escolherá para o seu negócio. Confira todas as integrações que o WriterAccess possui.

Todas as integrações podem ser vistas dentro do seu Painel de Ferramentas, você poderá ver no menu lateral como encontrar as suas integrações. Lembre-se de configurá-las para ter uma experiência melhor na hora de solicitar os seus conteúdos aos talentos do WriterAccess.

Outro ponto interessante para você explorar dentro da plataforma são os dados de inteligência que irão ajudar o seu conteúdo a performar ainda melhor. 

É possível identificar se a linguagem do texto produzido está de acordo com o Flesch Reading Ease, pontuação de sentimento, que analisa o tom de qualquer texto em um espectro de positivo para negativo.

Por último, também é possível avaliar as palavras-chave que você quer incluir nos artigos, verificando todos os dados dela nos mecanismos de busca.

Essas são apenas algumas particularidades que você pode utilizar no WriterAccess para construir a sua estratégia de conteúdo com sucesso — assim como fazemos aqui, na Rock Content. 

Se quiser ver por você mesmo, você pode testar a plataforma do WriterAccess por 14 dias de maneira gratuita. Assim, você checa tudo o que a plataforma oferece e garante que será um agregador de sucesso para o seu negócio.

Quer continuar se atualizando com as melhores práticas de Marketing? Então se inscreva na The Beat, a newsletter interativa da Rock Content. Nós cobrimos todas as tendências que importam no cenário do Marketing Digital. Vejo você lá!

6 ferramentas para ajudar na hora da revisão de textos!

Os avanços tecnológicos na escrita para web têm facilitado — e muito — a vida dos revisores.

São muitas as ferramentas e dispositivos criados para aumentar a nossa produtividade, contribuindo de maneira direta para a eficácia e excelência do trabalho. Fazer uso deles hoje em dia se tornou mais do que uma obrigação, como também uma necessidade!

Hoje, você vai ficar por dentro de 6 ferramentas que irão te ajudar na hora da revisão de textos. Confira!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

1. Técnica Pomodoro

Você gostaria de medir sua produtividade em um determinado período de tempo? Pois saiba que isso é possível!

Basta que você ative em seu navegador (ou em seu smartphone) uma extensão que reproduza a Técnica Pomodoro — método de gerenciamento de tempo que propõe foco total em cada atividade executada, de modo a aumentar a concentração e a eficiência.

Por exemplo, o tempo de um Pomodoro é equivalente a 25 minutos. Durante esse período, você deve trabalhar em uma tarefa específica, sem interrupções ou distrações.

Observe, por exemplo, quantos textos você consegue revisar, o que tomou mais tempo e o quanto esses minutos foram bem aproveitados. Ao final desse Pomodoro, faça uma pausa de 5 minutos — e a cada 4 Pomodoros, a pausa deve ser de 20 minutos.

Enquanto você estiver em um período de tempo Pomodoro, não acesse nada: nem e-mail, redes sociais ou qualquer outro tipo de distração.

Já durante as pausas, você tem esse tempo livre para descansar a cabeça e fazer o que quiser — provavelmente, com a mente relaxada, é possível que você tenha algum insight sobre a atividade que estava desenvolvendo. Dessa forma, você rende mais e consegue desenvolver melhor o seu trabalho.

Como comentamos, existem alguns aplicativos que executam a Técnica Pomodoro em seu computador ou smartphone, contribuindo para um melhor gerenciamento do tempo. Abaixo, listamos alguns:

2. Diff Checker

O Diff Checker é um verificador de texto em que você coloca de um lado a primeira versão e, no outro, a versão final. Muitas vezes, ao final de uma revisão, ficamos sem saber o quanto realmente mexemos em um texto.

Se você é revisor freelancer na Rock Content, por exemplo, precisa dar uma nota para o texto, não é mesmo? Isso requer que, ao final da revisão, esteja claro o quanto precisou adaptar ou reajustar um texto, a fim de embasar a nota aplicada.

Como esse site destaca tudo o que você mudou ou acrescentou ao longo da revisão, ele também te ajuda a ver se não errou a digitação de alguma palavra ou se escreveu algo que não faz sentido.

3. Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP)

O Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP), é um sistema de buscas lançado pela Academia Brasileira de Letras — sua última edição, já está de acordo com as novas regras do novo Acordo Ortográfico. Ele é uma fonte oficial, que apresenta mais de 350 mil verbetes e suas classificações.

Além da versão impressa e digital, o VOLP também já está disponível para download para smartphones e demais dispositivos móveis (tanto para iPhone como para Android).

E o melhor de tudo: depois que você o baixou, não é preciso ter conexão com internet para acessá-lo. Basta fazer a pesquisa desejada que ele apresentará os devidos resultados.

Nota do editor:
O dia a dia de um produtor de conteúdo fica mais fácil quando pequenas tarefas são automatizadas. Por isso, criamos uma lista com mais de 100 aplicativos recomendados e usados no dia a dia pela equipe da Rock Content. Confira a lista e melhore sua produtividade!

4. Dicionário Criativo

Você já ouviu falar no Dicionário Criativo? Essa é outra ferramenta que além de auxiliar redatores durante a produção de um texto, ele também contribui para o trabalho de revisão de textos.

A proposta desse site é agrupar em um mesmo local a definição, rimas, sinônimos, citações, metáforas e até mesmo imagens de uma palavra — dentre outras possibilidades.

Ou seja, sempre que você tiver alguma dúvida com o uso de um termo em determinado contexto ou quiser pesquisar alguma palavra relacionada, use-o para fazer a pesquisa. Ou quando perceber que determinada palavra está sendo utilizada demais, procure outra que possa substituí-la.

5. Microsoft OneNote

OneNote é um aplicativo muito útil tanto para redatores como para revisores de texto. Nele, você pode criar notas, compartilhá-las com outras pessoas e acessá-las tanto de dispositivos móveis como também do seu desktop — já que ele organiza e sincroniza todas as informações da sua conta em um banco de dados virtual.

Desenvolvido para rodar em praticamente todos os sistemas operacionais para PC e smartphone, pode ser baixado gratuitamente em qualquer um deles. Além disso, também possui ferramentas de digitalização de textos e fotografias de impressões, assim como armazenamento de áudios e vídeos.

Um ponto interessante do OneNote é uma comunidade que desenvolve plugins e aplicativos para adaptar e melhorar a experiência do usuário, facilitando o uso do software para vários fins como, por exemplo, a redação web.

Enquanto eu planejava como iria estruturar esse texto e quais dicas daria, várias ideias surgiram. E como sei que poderia me esquecer delas caso não as anotasse, logo as escrevi em meu aplicativo. Bem prático, não é mesmo?

6. Corretor automático do Microsoft Word/LibreOffice

Quer conhecer uma boa prática ao finalizar a revisão de um texto? Utilizar um corretor automático, tal qual o Microsoft Word ou LibreOffice. Essa tática ajuda a identificar se você deixou passar algum erro como digitação, repetição de palavras, uso inadequado de uma palavra, falta de acentuação, etc.

No entanto, por mais simples que isso possa parecer, é muito importante que você verifique cada ocorrência apontada por esses corretores, já que, em alguns casos, elas podem não ser condizentes com o contexto da redação que está sendo revisada. Por exemplo, é comum que eles indiquem um termo em inglês como errados e forneçam outra palavra para ser utilizada.

O que achou das nossas dicas? Já conhecia todas? Conhece alguma outra ferramenta ou aplicativo que possa na revisão de textos? Compartilhe nos comentários!

Como fazer uma introdução impecável: o guia DEFINITIVO para seus textos!

Elaborar uma boa introdução para um texto pode se tornar uma tarefa bem complexa e ela funciona como um verdadeiro divisor de águas, para o bem ou para o mal.

Caso você faça um bom trabalho, seu leitor fica interessado a ponto de ler o artigo inteiro! Se não fizer, ele desiste de ler seu conteúdo e passa para a aba do lado, que pode ser um vídeo do YouTube ou pior — um artigo de seu concorrente.

Pense na introdução como um escorregador: o leitor já realizou todo o trabalho de subir pela escada e está prestes a descer. Seu trabalho, então, é deixar claro que a subida valeu a pena e incentivá-lo a escorregar.

Neste artigo, reunimos as principais técnicas e dicas que utilizamos na Rock Content para escrever uma introdução impecável.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Como fazer uma introdução impecável com duas técnicas

Fazer uma boa introdução é crucial para qualquer texto, tanto trabalhos acadêmicos quanto conteúdos da web. A introdução é o que motiva ou desmotiva o leitor a prosseguir com a leitura. Algumas características de uma boa introdução são: demonstrar valor e autoridade, gerar curiosidade e fazer uma promessa.

Existem duas técnicas que ajudam muito a entender como elaborá-la e que podem te ajudar e construir a sua introdução:

1. A Fórmula APP

A sigla APP significa:

  • Agree (concordar);
  • Promise (prometer);
  • Preview (prever).

Como exemplo, vamos analisar a introdução deste próprio post:

Agree (concordar)

“Elaborar uma boa introdução para um texto pode se tornar uma tarefa bem complexa e ela funciona como um verdadeiro divisor de águas, para o bem ou para o mal.”

Promise (prometer)

“Caso você faça um bom trabalho, seu leitor fica interessado a ponto de ler o artigo inteiro!”

Preview (prever)

“Neste artigo, reunimos as principais técnicas e dicas que utilizamos na Rock Content para escrever uma introdução impecável.”

Ao trabalhar com a Fórmula APP, é interessante entender que não é necessário deixar sempre tão evidente cada um de seus pilares.

Neste artigo, fiz questão de deixá-los bem claros para facilitar os exemplos. Porém, é possível e até recomendado que você utilize-os de forma mais sutil.

Por exemplo: evidenciar que “uma boa introdução funciona como um verdadeiro divisor de águas” já funciona bem no aspecto de concordar com a dificuldade de se elaborar um início de texto. Não era necessário dizer que isso pode ser uma tarefa complexa.

2. Estabelecendo autoridade

A partir do momento que você consegue estabelecer autoridade em um texto, o leitor passa a confiar e acreditar em você. E você pode levá-lo a qualquer lugar que deseja com a sua escrita.

Existem duas maneiras de se fazer isso: apostar na honestidade e na franqueza, ou demonstrar conhecimento.

Apostar na honestidade e na franqueza

Neste método, você descarta o papel de herói e revela algo que faz você assumir a função de tolo: uma fraqueza, uma falha ou uma paixão, por exemplo.

Com esta vulnerabilidade, o leitor se torna emocionalmente envolvido e, ao mesmo tempo, se desarma, pois fica claro que a história contada não será sobre você se vangloriando de conquistas.

É possível contar histórias e se aprofundar ainda mais com este método, mas também funciona de forma bem simples, como:

“Caso você faça um bom trabalho, seu leitor fica interessado a ponto de ler o artigo inteiro! Se não fizer, ele desiste de ler seu conteúdo e passa para a aba do lado, que pode ser um vídeo do YouTube ou pior — um artigo de seu concorrente.”

Demonstrar conhecimento

Esse método exige que você prove ao seu interlocutor que seu trabalho e sua pesquisa foram bem feitos o bastante para que você esteja apto a falar sobre o assunto. Ele não engata uma conexão emocional e deve focar em ser convincente.

No caso deste artigo, o conhecimento foi demonstrado de forma bem sutil junto da promessa, sustentado pelo nome da maior empresa de Marketing de Conteúdo do Brasil:

“Neste artigo, reunimos as principais técnicas e dicas que utilizamos na Rock Content para escrever uma introdução impecável.”

Como você pode notar, é possível mesclar essas técnicas para construir uma introdução muito eficiente e elas trabalham de forma bem sutil, indo direto ao ponto e gerando valor para seu conteúdo.

Dicas e aplicações práticas para sua introdução

Tamanho ideal: vá direto ao ponto

Lembra do escorregador?

Introduções muito longas encorajam os leitores a dar meia-volta e descer pela escada. Da mesma forma, introduções objetivas demais correm o risco de não conquistar atenção suficiente.

Para isso, tente seguir um padrão de tamanho para as suas introduções, entre 6 e 10 linhas. Esse tamanho é ideal para instigar a curiosidade e o interesse do leitor, sem cometer redundâncias ou apresentar muitos dados logo de cara.

Não há problemas em extrapolar o padrão, desde que a introdução se mantenha relevante e cumpra seu papel na estratégia do texto.

Estrutura básica

Algumas informações não podem deixar de figurar na introdução. Ela precisa informar, de forma breve, o que o leitor vai encontrar no decorrer do texto.

Funciona mais ou menos assim:

  • para listas, a introdução deve esclarecer quantos itens o texto vai discutir;
  • em análises ou discussões teóricas, a introdução precisa antecipar de que forma a análise foi conduzida, qual metodologia foi utilizada, etc;
  • ao embasar o texto em dados de uma ou mais pesquisas, é interessante que a introdução já apresente a instituição responsável pelo estudo e até alguns números para situar o leitor.

Essas estruturas básicas garantem a fluidez da leitura, pois preparam o leitor para o que está por vir.

É interessante separar um intertítulo do texto para responder cada pergunta ou promessa feita na introdução. Inclusive, muitos redatores escrevem a introdução depois do texto já estar pronto, para ter certeza de que não vão se esquecer de nenhuma informação importante.

Fuja de clichês

Algumas expressões foram tão utilizadas que viraram clichês de introduções. Iniciar um texto com “atualmente” e “estudos comprovam que” não faz “brilhar os olhos” do leitor.

Pelo contrário, o faz lembrar de quantas vezes ele já viu essas expressões, diminuindo o valor do seu texto.

Da mesma forma, frases como “fazer tal tarefa não é fácil” e expressões como “fechar com chave de ouro” e “voltar à estaca zero” são chavões que empobrecem o texto. Procure expressar ideias relevantes na introdução, e fuja de afirmações vazias ou redundantes. É melhor ser objetivo do que prolixo, sempre!

Imagine quem é seu leitor ideal

Para quem seu artigo será escrito? Quais são seus objetivos, interesses e necessidades ao ler o texto? Pense em que tipo de pessoa é o seu público-alvo e tente então imaginar com o que ele se importa. Para isso, basta responder algumas perguntas:

Qual a maior preocupação do meu leitor? O que ele teme?

Quais objetivos o meu leitor quer alcançar? O que ele ambiciona?

Ou seja, evidencie um problema e demonstre que você tem a solução! Crie o seu primeiro parágrafo mostrando como seu conteúdo pode ajudar o leitor a evitar o que ele teme, ou até mesmo conquistar o que ele ambiciona.

Descubra qual é o tom de fala de seu leitor

É importante saber também qual é o tom adequado para se comunicar com ele. O tom adequado cria uma comunicação mais pessoal e, portanto, de maior engajamento.

Por exemplo, falar com uma adolescente sobre moda é bem diferente de falar com um advogado sobre o mercado imobiliário. Cada um desses tipos de leitores exige um tom diferente de conversa.

Isso pode ser atingido por meio de expressões coloquiais, textos mais formais, gírias e até mesmo um vocabulário mais técnico.

Entenda o conceito de persona

Todos esses aspectos (tom de fala, tipo de problema, possível solução, etc.) dependem muito da persona para quem você está escrevendo.

Muito mais do que simplesmente redigir um texto pensando em um público-alvo, é importante saber reconhecer a persona do seu texto, o perfil geral do seu leitor (hábitos, vontades, geração, interesses, entre outras características).

Assim, você terá maior facilidade de entender quais são as principais dores e dificuldades do seu leitor, e saberá também como fazer uma introdução de texto direcionada para solucionar tais problemas.

Defina claramente os benefícios do seu artigo

O que o leitor vai ganhar se ele gastar preciosos minutos de sua vida lendo o seu texto? Sua introdução deve atender às expectativas geradas pelo título e mostrar a qual o propósito de seu texto.

Pense em pelo menos um benefício que o leitor pode tirar do artigo e use como isca para fisgá-lo.

Seja extremamente sincero

Ao ser completamente franco com seu leitor, ainda que isso possa destoar de algo que ele esteja acostumado a ouvir, ou de outras técnicas de venda de produtos e serviços, você estabelece uma imediata relação de confiança com ele.

A partir dessa informação na introdução inicial, o leitor sabe que poderá confiar também nos parágrafos seguintes.

Prometa revelar um segredo

Pessoas adoram segredos porque eles despertam curiosidade. Prometa revelar os segredos das pessoas bem-sucedidas e você terá o interesse de seu leitor. Crie expectativa e não revele o seu segredo logo no começo do artigo.

É preciso criar curiosidade primeiro, falando sobre o mundo de possibilidades que vai se abrir para o leitor depois que o segredo for revelado. Ou seja, há um encadeamento de ideias e vantagens durante a leitura. A antecipação desse aprendizado é um forte motivador para a leitura.

Mostre que ele está fazendo tudo errado

A possibilidade de estar fazendo algo importante de maneira errada é, muitas vezes, o suficiente para chamar a atenção das pessoas. Todos queremos fazer o nosso melhor nas nossas atividades e não queremos desperdiçar nossos esforços.

Geralmente, imaginar que mesmo depois de muito esforço podemos não obter os resultados que desejamos já é o bastante para perturbar nossos pensamentos. Por isso, esta pode ser uma ótima dica para usar como gancho nas introduções dos seus textos.

Faça perguntas retóricas

Quando você efetivamente conversa com o leitor, por meio de perguntas retóricas, obviamente não espera que ele responda ao texto. No entanto, a primeira reação que ele terá durante a leitura é de responder a esses questionamentos, ainda que inconscientemente.

Ao fazer essas perguntas, você estimula a reflexão do leitor e faz com que ele perceba a relevância do tema sobre o qual você está escrevendo.

Utilize palavras estratégicas

Existem algumas palavrinhas mágicas que devem passar por nossa mente quando pensamos em como fazer uma introdução. São exemplos:

  • Dicas
  • Segredo
  • Truque
  • Comprovado
  • Infalível
  • Instantâneo
  • Simples
  • Agora
  • Imagine

Com essas dicas, é garantido que você consegue produzir uma introdução impecável. Para seguir aprendendo mais, confira o nosso ABC do copywriting!

Quer facilitar a sua vida? Veja estes 8 aplicativos que podem ajudar os freelancers

A organização das tarefas é essencial para o sucesso na carreira de um freelancer. Além das obrigações firmadas com os clientes, o profissional precisa ter um controle inteligente da agenda e da conta bancária. Alocar corretamente seu tempo, portanto, pode significar ganhos ou perdas muito importantes.

Para dar conta de tudo isso, muitos freelas recorrem a anotações, calendários e memorandos em post-its, papéis e agendas. Entretanto, se você precisa de soluções completas, que resolvem definitivamente os problemas oriundos da organização, é melhor procurar um aplicativo específico para esse fim.

Veja, a seguir, uma lista com 8 apps que, quando instalados no computador ou no smartphone, descomplicam o dia a dia de qualquer profissional:

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

A ideia do Dropbox é bastante simples: possibilitar o acesso a todos os arquivos que você desejar (áudios, imagens, documentos de texto etc.) em qualquer lugar, a partir de qualquer dispositivo. Basta salvá-los no computador para depois abri-los pelo celular ou pelo tablet.

No Dropbox, tudo o que é guardado no serviço é enviado automaticamente para a nuvem e sincronizado com os seus aparelhos. Além disso, o Dropbox permite que você compartilhe os seus arquivos com qualquer pessoa — do revisor de texto ao cliente que espera ansiosamente pela entrega do conteúdo impecável.

Dropbox está disponível para desktops e para aparelhos com sistema operacional iOS, Android ou Windows.

Esqueça os velhos caderninhos. Eles ainda são muito úteis para outros fins, mas não te avisam dos seus compromissos automaticamente. Se suas anotações são caóticas, com o Evernote você pode enfim substituir seus lembretes por notas virtuais. Uma vez criados, os eventos ficam instantaneamente acessíveis para todos os computadores, smartphones e tablets conectados à sua conta.

Você também pode compartilhar as notas com quem quiser, e esse é um ótimo recurso para os freelancers que trabalham com projetos colaborativos, meetups e reuniões. Para isso, você só precisa de enviar o caderno digital para um colega ou para um grupo de pessoas.

Esse aplicativo é, portanto, uma boa pedida para profissionais que precisam organizar suas rotinas e prazos, agendar eventos e guardar comprovantes financeiros.

Evernote está disponível para desktops e para aparelhos com o sistema operacional iOS ou Android.

O Focus Booster se baseia na técnica de Pomodoro. Ou seja, a ideia de que os fluxos de trabalho são mais eficientes quando estão divididos em blocos de tempo. Essa técnica parte da premissa de que, quando você tem prazos detalhados, seu cérebro trabalha para evitar distrações e terminar todas as suas tarefas a tempo.

Esse aplicativo funciona da seguinte forma: para cada intervalo de 25 minutos de trabalho, você ganha um tempinho para descanso. O aplicativo te ajuda exatamente a organizar essas seções e ainda gera relatórios sobre a sua produtividade.

Entre diversas funcionalidades, o Agenda é um calendário que exibe seus compromissos por dia, por semana ou por mês. Essas são ótimas maneiras de ter uma noção de como anda a divisão do seu tempo para cada tarefa. Além disso, a ferramenta programa avisos e notificações para cada tipo de compromisso que você tiver agendado.

Tudo isso fica disponível na web e nos dispositivos que você escolher sincronizar. Caso seu smartphone falhe ou demais imprevistos, essas informações sempre estarão disponíveis em sua conta Google. Assim, você nunca mais será pego de surpresa por uma reunião que você agendou há meses, nem precisará se preparar com urgência para qualquer evento.

Google Agenda está disponível na web e para aparelhos com o sistema operacional iOS ou Android.

Essa é uma ferramenta bastante parecida com o Dropbox. Com o Google Docs você pode abrir, editar e salvar arquivos do pacote Office, como Word, Excel e PowerPoint. Isso é possível por meio do site ou de uma extensão para navegador.

E como o serviço é todo na nuvem, você não precisa se preocupar com o botão “Salvar”. No Docs, todas as alterações são guardadas automaticamente à medida que você digita. Basta, então, acessar os arquivos atualizados por meio de um computador, tablet ou smartphone.

Google Docs está disponível na web e para aparelhos com o sistema operacional iOS, Windows Phone ou Android.

O Mobills é um aplicativo de gerenciamento financeiro bem mais completo do que as já conhecidas (e ultrapassadas) planilhas. Nesse app, você registra e categoriza todas as suas despesas para ter acesso a relatórios e a gráficos que são gerados automaticamente. Assim, fica fácil analisar com precisão sua gestão financeira.

Além disso, o Mobills tem uma função ideal para quem tem a cabeça nas nuvens: ele emite alertas com lembretes de prazos para pagamento de contas. Desse jeito, você nunca mais atrasa o aluguel, nem o cartão de crédito, por exemplo.
Mobills está disponível na web e para aparelhos com o sistema operacional iOS, Android ou Windows.

As funcionalidades do Remember the Milk vão muito além de um lembrete para comprar o leite do café da manhã, como o seu nome sugere. Na verdade, esse aplicativo tem o objetivo de te lembrar de qualquer tarefa — de reuniões importantes a obrigações corriqueiras. Além disso, o software possui aplicações para dividir os seus compromissos em subtarefas e delegar obrigações para outras pessoas.

Remember the Milk está disponível na web e para aparelhos com o sistema operacional iOS ou Android.

Você já ouviu falar que, só de observarmos nossas métricas e relatórios, automaticamente adotamos o mindset de melhorá-los? Se você não sabe exatamente quanto tempo você perde com frivolidades e distrações na frente do computador, o RescueTime tem a solução para você. Além das obrigações de freelancer, há uma série de outras coisas no mundo virtual que podem te atrair nas horas erradas.

Assim, o RescueTime registra como você gasta seu tempo na internet e gera relatórios detalhados. Você pode, então, metrificar sua produtividade de um jeito simples, sobrando tempo para assistir aos vídeos de gatinho no YouTube ou para curtir o álbum de férias dos seus amigos.

RescueTime está disponível na web e para aparelhos com o sistema operacional Android.

Você é freelancer ou quer freelancers para auxiliar na construção de conteúdos do seu negócio? Então

Blog como Portfólio: saiba como criar o seu e conquistar mais clientes!

Os blogs são ótimas ferramentas para você usar como portfólio. Afinal, a maior parte da produção de um redator web é dedicada a blogs, não é mesmo?

Além disso, blogs contêm todas as funcionalidades para você interagir com os seus prospects e clientes. Através dele, você poderá estabelecer uma estratégia de conteúdo que vai mostrar a qualidade do seu trabalho e encontrar os melhores clientes!

Enquanto isso, conheça as dicas mais valiosas que separamos para você arrasar no seu blog como portfólio!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Como escolher as melhores peças para o meu blog

Antes de escolher seus melhores trabalhos, é preciso definir um objetivo para o seu blog. Os mais indicados são:

  • portfólio para conseguir trabalhos freelancer;
  • autopromoção para gerar reconhecimento.

Com esses objetivos, você poderá projetar seu blog não apenas pensando em conquistar mais clientes, mas em construir seu nome no mercado e, quem sabe, se tornar um profissional de referência.

Além disso, esses objetivos devem nortear toda a criação do seu blog, desde o endereço do domínio até o design da página.

Definido o propósito, é hora de escolher os conteúdos que vão mostrar um pouco do seu trabalho para possíveis clientes. Aqui estão alguns pontos que devem ser considerados:

Qualidade

Para compor o blog em que você vai expor seus melhores trabalhos, dê preferência para aqueles que mostrem a qualidade do seu trabalho. Escolha os textos mais bem desenvolvidos, que tenham sido aprovados — e até elogiados — pelo cliente, que tratem de temas atuais e que sejam de fácil leitura.

Priorize os trabalhos mais recentes para manter o portfólio atualizado. Trabalhos recentes dão a sensação de que você está sempre trabalhando e profissionais requisitados são referência de qualidade!

Atenção também para a gramática e ortografia, bem como para as fontes e cores escolhidas.

Versatilidade

Ao escolher os conteúdos que serão expostos, procure selecionar exemplos de diferentes temas e abordagens. Isso mostra ao cliente que você é um profissional versátil, capaz de produzir bons textos sobre qualquer assunto.

Essa dica é válida para redatores que desejam produzir textos especificamente para um blog pessoal e utilizá-los como portfólio também.

Escrever sobre temas que te agradam e interessam pode ser uma forma de apresentar um pouco da sua identidade ao mercado. Entretanto, é preciso ter cuidado ao tratar de temas mais sensíveis, como política, assunto em alta no momento.

Expressar opiniões e posicionamentos muito pessoais pode te atrapalhar com alguns clientes. Um motivo para isso é que as empresas, em geral, contratam redatores para escrever como ghost writers, ou seja, falando em nome da companhia. E seus posicionamentos pessoais não te ajudariam muito para esse perfil de trabalho.

Conhecimento

Se você trabalha com algumas temáticas específicas (como economia, gestão, saúde, entretenimento, etc.), vale a pena expressar isso em seu blog.

Selecione conteúdos que mostrem seus conhecimentos nessas áreas e se posicione como um especialista! Esse tipo de autopromoção é saudável e deve ser encorajado, uma vez que favorece a identificação dos clientes com o seu tipo de trabalho.

Evidentemente, ser um redator especialista em conteúdo sobre tecnologia e inovação não significa que você não possa expor trabalhos sobre arquitetura, por exemplo. Pelo contrário, você ganha em duas frentes: conquista os clientes que buscam por especialistas em produção sobre tecnologia e mostra versatilidade para os demais que gostarem do seu estilo.

O que postar além dos melhores trabalhos

Com o blog, é possível ir além do simples portfólio mostrando os melhores momentos da sua carreira. Para conquistar mais ainda a atenção e admiração dos clientes, invista em conteúdos diversificados sobre a sua atuação.

Você pode expor peças-fantasma — aqueles artigos que não foram aprovados, mas que agregam valor ao seu portfólio — ou que você produziu por vontade própria e acha que merecem divulgação.

Também é possível descrever alguns casos de sucesso de que você participou, citando os resultados alcançados com os conteúdos que produziu e outros detalhes das experiências.

Se você produz conteúdo com apoio de entrevistas e/ou fotografia, pode ainda capturar momentos “por trás das câmeras” e mostrar como funciona o seu processo de criação. Essa estratégia cria aproximação com os visitantes e atesta seu comprometimento com a qualidade do resultado final.

Quais cuidados são importantes

Cuidar de um blog não é nenhum bicho de sete cabeças. Com alguns cuidados simples, você poderá manter seu portfólio sempre atualizado e disponível para ser encontrado pela web. Confira:

Escolha uma boa plataforma

Você pode optar por um domínio próprio (www.seusite.com.br), que dá mais identidade e personalidade ao seu blog. No entanto, essa modalidade exige um pagamento constante (mensal, semestral ou anual) para manter aquele nome e URL. Fique atento para realizar os pagamentos nas datas corretas ou você pode perder seu domínio!

Outra opção são as plataformas de blog já conhecidas, como o WordPress. Muito popular, o WordPress tem uma interface bastante amigável e intuitiva e uma grande quantidade de temas gratuitos disponíveis.

Além dele, o Medium vem conquistando seu espaço entre os amantes de “textões” e pode ser uma ótima alternativa para interagir com amigos e outros colegas de profissão!

As últimas alternativas (mas não menos eficazes!) são as plataformas próprias para criar portfólios. Em geral, permitem o upload de arquivos em PDF, link building com as postagens originais e arquivos de mídia (imagens, vídeos e áudios). São indicações: Clippings.meJourno Portfolio, entre outros.

Faça uma boa descrição de si mesmo

Se o cliente entra no seu blog e se encanta com o seu trabalho, com certeza vai querer saber mais sobre quem está por trás daqueles conteúdos. Capriche na descrição pessoal e não deixe de incluir pelo menos uma forma de contato!

Você pode fazer um link para o seu perfil do LinkedIn, por exemplo, que vai trazer informações importantes sobre a sua carreira e experiências prévias.

E não se esqueça de mencionar na descrição os formatos de conteúdo que você produz, sua disponibilidade para emprego formal ou trabalho freelancer e outros dados que achar relevantes.

O importante é que o cliente possa sair do seu blog conhecendo um pouco da sua atuação e com as informações mais importantes para decidir te contatar.

Agora você já está preparado para criar um portfólio invejável. E, para dar seguimento na sua carreira como freelancer, é hora de estruturar o seu empreendimento. Conheça o nosso kit de documentos que vão te poupar do trabalho administrativo (e focar em criar uma boa experiência para os seus usuários)!