Como evitar a Refação e otimizar processos em uma agência de marketing

Você já se pegou refazendo um trabalho porque houve falha na comunicação ou o processo não foi bem definido?

Este é um cenário comum em muitas agências de marketing, e pode ser um grande gargalo na produtividade da equipe. Mas, como lidar com a “refação” e otimizar os processos internos de uma agência de marketing?

Em primeiro lugar, é crucial enfatizar a importância da organização de processos dentro de uma agência. A otimização dos processos pode ser a diferença entre o sucesso e o fracasso de um projeto. Sem uma estrutura clara e um processo bem definido, a queda na produtividade é praticamente inevitável.

E aqui entra o termo “refação”, o vilão do desperdício de tempo. A refação pode ser entendida como a necessidade de repetir uma tarefa que já foi realizada, seja por um erro, falha de comunicação ou falta de clareza nas etapas do processo.

Além de consumir um tempo que poderia ser dedicado a novos projetos, também pode gerar frustração na equipe e afetar a qualidade do trabalho entregue ao cliente.

Mas então, como evitar a refação e otimizar processos em uma agência de marketing? O segredo está na elaboração de um briefing bem estruturado e no uso de ferramentas que facilitam a gestão de projetos e o acompanhamento de métricas de crescimento.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

A importância da organização de processos na agência de marketing

No mundo acelerado das agências de marketing, a organização de processos internos é crucial para o sucesso. Afinal, gerenciar eficazmente o fluxo de trabalho e os projetos é fundamental para garantir a entrega pontual e a alta qualidade do resultado final.

Porém, muitas agências enfrentam dificuldades ao tentar estruturar seus processos internos. A falta de uma organização clara e bem definida pode levar ao retrabalho desnecessário, prejudicando a produtividade da equipe e a satisfação do cliente. É neste contexto que a adoção de uma solução eficaz de gestão, pode fazer toda a diferença.

Com o Studio, agências de marketing podem otimizar seus processos, reduzindo o tempo gasto em tarefas administrativas e permitindo que a equipe se concentre em tarefas mais estratégicas. Além disso, o software oferece a ajuda da Inteligencia Artifical para a criação de briefing.  Por fim, vale ressaltar que a organização de processos não é apenas uma questão de eficiência, mas também de crescimento. 

Tela do Studio - briefing com inteligência artificial

Tela do Studio - briefing com inteligência artificial

Com processos bem estruturados e o suporte de uma ferramenta, as agências de marketing podem aumentar sua capacidade de atender a mais clientes e expandir seus negócios.

Refação: o vilão do desperdício de tempo

Em qualquer negócio, tempo é dinheiro. Em uma agência de marketing, isso é ainda mais evidente. A necessidade de refazer um trabalho já realizado, é um dos grandes vilões do desperdício de tempo. A falta de clareza nos processos e na comunicação pode levar a erros e mal-entendidos que resultam na necessidade de refazer um trabalho, levando a perda de tempo e recursos valiosos.

Imagine a seguinte situação: você tem uma grande campanha de marketing para entregar. A ideia é fantástica, a estratégia está bem alinhada, a equipe está motivada. No entanto, no meio do caminho, há uma falha de comunicação. Um detalhe é esquecido, uma etapa é pulada. O resultado? Refação.

Todo o esforço que foi colocado naquela peça precisa ser redirecionado para corrigir o erro. Isso não apenas atrasa a entrega do projeto, mas também desmotiva a equipe e aumenta os custos.

Mas a refação não é apenas um desperdício de tempo. Ela também é uma oportunidade de aprendizado. A cada erro cometido, temos a chance de refletir sobre o que deu errado e como podemos melhorar. Isso, por sua vez, leva a melhorias nos processos internos e a uma maior eficiência no futuro. Então, da próxima vez em que se deparar com a refação, não a veja apenas como um obstáculo, mas também como uma oportunidade de crescimento.

O poder do briefing bem estruturado na solução de problemas

Uma das maiores dificuldades em uma agência de marketing é lidar com a falta de clareza nas informações, que acaba gerando a indesejada refação. No entanto, a solução para esse problema pode estar em um lugar bem simples: o briefing.

Um briefing bem estruturado, consistente e claro é a chave para a eficiência dos processos e para a eliminação da refação. Ao adotar o software Studio, suas funcionalidades permitem a criação de briefings completos e eficientes, com todas as informações necessárias para a execução do projeto. Além disso, com o auxílio da Inteligência Artificial, o Studio consegue analisar e sugerir pontos de melhoria no briefing, tornando-o ainda mais assertivo. Os benefícios de um briefing bem feito vão além da redução do retrabalho.

E para as agências que ainda tem dúvidas sobre a eficácia dessa estratégia, o Studio disponibiliza relatórios inteligentes que permitem acompanhar a evolução dos projetos e a produtividade da equipe. Dessa forma, é possível verificar na prática como um briefing bem estruturado pode transformar a dinâmica de trabalho e levar a agência a um outro nível de performance e sucesso.

O software é uma ferramenta robusta que fornece os recursos necessários para transformar esses desafios em oportunidades de crescimento e sucesso. 

Não perca mais tempo com processos ineficientes e refações, dê o próximo passo para otimizar sua agência de marketing.

Entre em contato conosco e deixe o Studio contribuir para o crescimento do seu negócio.

5 modelos de relatórios e como montar um

Coletar, organizar e analisar os dados da empresa é uma tarefa fundamental para tomar melhores decisões, incorporar mais estratégia e potencializar os resultados do negócio. Para isso, contar com modelos de relatórios de diferentes setores é uma ótima forma de obter informações de forma organizada.

Esse tipo de solução ajuda a simplificar a visualização dos indicadores e, com isso, entender o que realmente está acontecendo em seu negócio. 

Quer saber quais são os principais modelos de relatório existentes e quais as informações fundamentais que eles devem apresentar? Então, continue a leitura e confira este post agora mesmo!

5 modelos de relatórios e como aplicá-los

Cada tipo de relatório oferece insights específicos que podem ajudar a melhorar os resultados de diferentes áreas da empresa. 

Por isso, neste tópico, vamos explorar os principais modelos de relatórios e como aplicá-los efetivamente na rotina do seu negócio. Confira a seguir!

1. Financeiro

O relatório financeiro é fundamental na hora de entender como está a saúde financeira da empresa. Ele ajuda a demonstrar os resultados alcançados, além de descrever indicadores financeiros que auxiliam na tomada de decisão.

Uma estrutura usual traz dados sobre:

  • Balanço Patrimonial: representa a posição financeira da empresa em um determinado momento, mostrando os ativos (bens e direitos), passivos (obrigações) e o patrimônio líquido (investimentos dos proprietários e lucros acumulados).
  • DRE (Demonstração do Resultado do Exercício): resume as operações financeiras da empresa em um determinado período, geralmente um ano fiscal, apresentando a receita total, subtraindo os custos e despesas e mostrando o lucro ou prejuízo líquido resultante.
  • Fluxo de Caixa: Mostra o movimento de caixa e equivalentes de caixa dentro de um período, ajudando a entender a capacidade da empresa de gerar caixa e financiar suas atividades, pagando dívidas e distribuindo dividendos.

É recomendável elaborar esse tipo de relatório trimestralmente, com comparações com períodos passados. Esse cuidado vai ajudar a avaliar o desempenho financeiro em relação a metas estabelecidas.

Por meio desse tipo de relatório, é possível selecionar os melhores investimentos, entender o melhor momento para expansão ou fazer cortes de custos necessários a fim de manter a sustentabilidade. 

2. Vendas

Esses relatórios ajudam a monitorar e avaliar como estão os resultados das ações comerciais e, a partir disso, permitem otimizar as estratégias.

Em geral, esse documento contém:

  • Resumo de Vendas: apresenta um panorama geral das vendas realizadas em um determinado período, incluindo o volume total de vendas e a comparação com períodos anteriores.
  • Análise do Funil de Vendas: examina as diferentes etapas do funil de vendas, desde a prospecção até o fechamento, destacando as taxas de conversão em cada estágio e identificando gargalos;
  • Indicadores de Desempenho: inclui métricas chave como a taxa de conversão, ticket médio, ciclo de vendas e taxa de retenção de clientes, que ajudam a avaliar a eficácia das estratégias de vendas;
  • Desempenho por Produto ou Serviço: detalha as vendas por produto ou serviço, permitindo identificar quais itens estão gerando mais receita e quais podem precisar de ajustes em termos de marketing ou estratégia de vendas;
  • Análise Regional ou por Segmento de Cliente: fornece insights sobre o desempenho das vendas em diferentes regiões geográficas ou segmentos de clientes, o que pode ajudar a direcionar esforços de marketing e vendas de forma mais eficaz;
  • Comparação com Metas: compara os resultados reais de vendas com as metas estabelecidas para o período, ajudando a avaliar o desempenho e a definir objetivos futuros.

Esses dados já permitem observar com clareza os resultados do comercial do negócio.

Além disso, com eles, é possível entender quais estratégias estão proporcionando bons resultados, além de permitir ajustes para que a empresa alcance as metas de vendas e consiga manter um fluxo de entrada de recursos na intenção de manter as operações e lucratividade.

3. Marketing

Esse tipo de documento, em geral, ajuda a fazer a avaliação do sucesso das campanhas, além de permitir entender o desempenho em diferentes canais de marketing e os resultados de segmentos específicos de público-alvo. Por isso, costuma conter os seguintes dados:

  • Agenda (Sumário): uma visão geral do que será tratado no relatório, organizado por seções para facilitar a navegação;
  • Objetivo Principal: o principal objetivo que o relatório visa atingir, como aumentar a geração de leads ou melhorar a taxa de conversão;
  • Indicador-Chave: o KPI (Key Performance Indicator) principal que será usado para medir o sucesso em relação ao objetivo principa. Para analisar a geração de leads, você pode considerar a quantidade de pessoas que preencheram um formulário de newsletter, por exemplo;
  • Meta: o valor-alvo que se deseja atingir para o indicador-chave dentro do período abordado pelo relatório;
  • Destaques do Mês: os principais eventos, realizações ou mudanças ocorridas no período em questão que tiveram impacto significativo na estratégia de marketing;
  • Geração de Tráfego e o Canal Utilizado: análise do tráfego gerado para o site ou outras plataformas digitais, destacando os canais que mais contribuíram (orgânico, pago, redes sociais, etc.);
  • Evolução do Tráfego Orgânico com Análise de Palavras-Chave: avaliação do desempenho do tráfego orgânico, incluindo análise de palavras-chave novas, perdidas e melhoradas;
  • Geração de Leads: quantidade de leads gerados no período e comparação com períodos anteriores;
  • Geração de MQLs (Marketing Qualified Leads): número de leads que foram qualificados como prontos para serem abordados pela equipe de vendas;
  • Geração de Clientes: quantidade de leads ou MQLs que se converteram em clientes durante o período;
  • Performance de Materiais Ricos: análise do desempenho de materiais como e-books, infográficos, webinars, etc., em termos de geração de leads e engajamento;
  • Campanhas de Email Marketing: avaliação das campanhas de email marketing, incluindo taxa de abertura, cliques, conversões e taxa de rejeição (bounce rate);
  • Próximos Passos: recomendações e ações planejadas para o próximo período com base nos insights obtidos no relatório.

Assim, você pode ter uma visão mais clara do Retorno sobre Investimento (ROI) obtido em cada segmentação realizada, além de identificar os canais de marketing mais eficazes para direcionar investimentos.

4. Gestão

Os relatórios de gestão permitem avaliar o desempenho geral da empresa, observando como ela está avançando em relação às metas e objetivos que foram determinados no planejamento estratégico.

Assim, é possível melhorar diversos pontos. Para isso, um bom modelo conta com:

  • Avaliação de Desempenho: uma análise do desempenho geral da empresa, incluindo uma comparação entre os resultados alcançados e as metas estabelecidas no planejamento estratégico;
  • Indicadores Relacionados às Projeções das Metas: uma seleção de indicadores-chave de desempenho (KPIs) que ajudam a medir o progresso da empresa em relação às suas metas e objetivos;
  • Análise Financeira: um resumo da situação financeira da empresa, incluindo dados sobre receitas, despesas, lucratividade e fluxo de caixa;
  • Avaliação de Riscos: uma análise dos riscos potenciais que a empresa pode enfrentar e das medidas adotadas para mitigá-los;
  • Gestão de Recursos Humanos: uma visão geral do desempenho e do desenvolvimento da equipe, incluindo informações sobre contratações, demissões, treinamentos e satisfação dos funcionários;
  • Análise de Mercado: uma avaliação do ambiente de mercado em que a empresa opera, incluindo tendências do setor, concorrência e oportunidades de crescimento;
  • Comunicação Interna: uma avaliação da eficácia da comunicação interna na empresa, abordando ferramentas utilizadas, fluxos de informação e engajamento dos funcionários;
  • Gestão de Projetos: um resumo do status dos principais projetos em andamento, incluindo objetivos, prazos, recursos alocados e progresso alcançado;
  • Próximos Passos: recomendações e ações planejadas para o próximo período com base nos insights obtidos no relatório, visando a melhoria contínua da gestão da empresa.

A partir desse relatório, pode-se melhorar aspectos cruciais a fim de manter a empresa bem gerenciada e em direção aos resultados pretendidos. Além disso, ele possibilita melhorar a comunicação interna e o engajamento da equipe.

5. Processo

Entender como os processos internos estão se desenrolando no dia a dia de trabalho permite encontrar pontos de otimização e melhorias. A partir disso, pode-se manter a empresa competitiva no mercado.

Para isso, o relatório deve observar:

  • Descrição dos Processos Avaliados: um resumo dos processos internos que estão sendo analisados no relatório, incluindo o escopo e as etapas principais de cada processo;
  • Indicadores de Desempenho (KPIs): os principais indicadores utilizados para medir o desempenho dos processos, como tempo de ciclo, taxa de erro, custos de operação, entre outros;
  • Análise de Desempenho: uma avaliação detalhada do desempenho dos processos com base nos indicadores de desempenho, destacando áreas de sucesso e pontos que necessitam de melhorias;
  • Identificação de Problemas e Áreas de Melhoria: uma seção dedicada à identificação de problemas específicos nos processos e áreas potenciais para otimização;
  • Recomendações: sugestões para melhorar os processos avaliados, incluindo ações corretivas e estratégias de otimização;
  • Plano de Ação: um plano detalhado para implementar as recomendações, incluindo prazos, responsáveis e recursos necessários.

A partir dele, ainda deve ser possível encontrar melhores práticas e padrões para otimizar processos, permitindo que a empresa alcance eficiência operacional na intenção de aumentar os lucros. 

Agora que você já conhece os principais modelos, que tal visualizar a estrutura usual deles? Veja mais, a seguir.

O que não pode faltar em um modelo de relatório?

Como deu para perceber, um bom relatório deve conter alguns pontos relevantes para visualizar as informações com clareza e usá-las a fim de melhorar os resultados do negócio. Lembre-se sempre de deixar seu relatório claro para um público mais amplo e facilmente escaneável.

Nesse sentido, a estrutura deve contar com os seguintes aspectos:

  • título — ajuda a entender qual o tema do relatório, poupando tempo na hora de fazer buscas e aproveitar as informações;
  • sumário — oferece uma visualização clara das seções e páginas que se encontram determinados assuntos;
  • introdução — oferece uma contextualização do escopo do relatório, bem como os objetivos que ele visa atingir;
  • indicadores (também chamados de KPIs) — métrica quantitativa que vai ser usada como base para analisar se uma meta foi ou não atingida. Eles permitem entender de forma clara os resultados, se são positivos, negativos ou estáveis;
  • resultados  — sintetiza os principais pontos e as descobertas mais importantes, além de oferecer as implicações práticas dos resultados. Lembre-se de que números soltos não dizem muita coisa: precisamos de um parâmetro de comparação (mês ou trimestre anterior, por exemplo) e a meta a ser alcançada;
  • considerações — aqui você pode incluir recomendações, sugestões para ações futuras ou qualquer outro comentário relevante que ajude a empresa a agir com base nos insights do relatório. Mais do que apenas apresentar os dados, mostre um plano de ação e ideias do que fazer a partir dos aprendizados. 

É possível incorporar outros fatores em seu modelo de relatório, mas, a partir dessa estrutura, já é possível ter uma visão clara dos principais pontos obtidos nas diferentes áreas da empresa.

Quais são as vantagens de criar relatórios?

Fazer os relatórios da empresa é um passo fundamental para ter informações organizadas a fim de tomar as decisões. 

A seguir, saiba mais sobre os benefícios dos modelos de relatórios!

Visualização clara de informações

O uso de relatórios bem estruturados traz para a gestão da agência uma apresentação visual e organizada dos dados. Desse modo, fica mais fácil entender as informações mais complexas de maneira simples e rápida.

Essa possibilidade surge a partir do uso de recursos visuais, como gráficos, tabelas e dashboards, que facilitam a interpretação, permitindo que a sua equipe identifique padrões e tendências.

Por exemplo, ao observar dados financeiros da agência por meio de gráficos de barras, é possível visualizar como as receitas e despesas estão evoluindo. Dessa forma, você consegue identificar pontos sensíveis e melhorar a gestão por ter facilidade de visualizar os dados.

Tomada de decisões com dados

Encontrar formas de tomar decisões mais eficientes na hora de direcionar a sua empresa para o melhor caminho possível é fundamental a fim de ter sucesso no longo prazo. 

Nesse sentido, a criação de relatórios oferece dados precisos e relevantes, fundamentais para a tomada de decisões estratégicas.

Com a possibilidade de analisar informações consolidadas e bem organizadas, os gestores têm uma base sólida para escolher estratégias e direcionar recursos de maneira mais eficaz.

Imagine que a sua agência precise tomar a decisão de como alocar o orçamento de Marketing de maneira eficiente. Com os relatórios, é possível verificar quais campanhas estão trazendo maior retorno e fazer uma alocação mais precisa.

Acompanhamento de desempenho

A organização dos dados da empresa por meio de relatórios ajuda a monitorar os resultados ao longo do tempo. Essa possibilidade é fundamental no intuito de identificar pontos fortes e fracos.

Por meio desse monitoramento, é viável avaliar os ajustes que podem ser efetuados para alcançar as metas da empresa e mantê-la competitiva e crescendo no mercado em que escolheu atuar.

Suponha que você tem um relatório de indicadores para cada setor da empresa. Eles fornecem informações cruciais para acompanhar o avanço e, sempre que necessário, fazer ajustes.

Aumento da transparência

Ter transparência nas diferentes áreas da empresa é fundamental para conseguir tomar decisões adequadas, que realmente potencializem os resultados do negócio. 

Logo, o relatório serve para fazer a prestação de contas, além de promover uma divulgação clara e transparente dos resultados obtidos para todos que precisam entender o que está acontecendo com o negócio.

Além disso, podem ser usados na relação da empresa com investidores, parceiros de negócio e até mesmo com o público. 

Por exemplo, um relatório de responsabilidade social detalha as práticas éticas, impactos ambientais e iniciativas sociais da empresa, trazendo mais autoridade.

Agilidade

Por fim, ao usar boas ferramentas e contar com modelos padronizados, é possível agilizar a coleta e organização dos dados. Assim, os líderes do time podem tomar as decisões e antecipar possíveis problemas que colocassem em risco o desempenho do negócio.

Ou seja, o uso de relatórios pode ajudar a apresentar respostas rápidas a mudanças no mercado de atuação da sua empresa. Com isso, as chances de manter o negócio competitivo são altas.

Porém, é preciso entender quais são os tipos de relatórios que devem ser usados, além de contar com soluções e modelos que facilitem a criação desses documentos, proporcionando agilidade e estratégia para a empresa.

Ao compreender o que são modelos de relatórios e como eles podem ajudar em diferentes pontos da sua empresa, fica mais fácil tomar decisões embasadas e que possibilitem alcançar as metas da empresa. Por isso, vale contar com opções já prontas para serem usadas no seu negócio. 

Como sabemos que elaborar um modelo de relatório pode ser um desafio, estamos aqui para facilitar a sua vida. Não perca tempo tentando organizar suas informações do zero! Baixe agora nossos modelos gratuitos e otimize o acompanhamento dos resultados das suas ações de marketing.

Transformando desafios em sucesso: Como um software de gestão pode impulsionar sua agência de marketing

Você já parou para pensar sobre a relevância da gestão eficiente em agências de marketing? Em um mercado cada vez mais competitivo e repleto de mudanças, lidar com os desafios diários pode ser uma tarefa complexa.

Entre a necessidade de otimizar o tempo, a dificuldade em tomar decisões focadas em resultados, a ausência de controle financeiro integrado e a elaboração de relatórios inteligentes, a estruturação de processos internos se torna um elemento crucial para o sucesso. A boa notícia é que a tecnologia tem sido uma grande aliada para superar esses obstáculos.

Já ouviu falar em software de gestão? Esta ferramenta vem revolucionando a forma como as agências de marketing gerenciam seus processos, permitindo um acompanhamento eficiente de projetos, otimização do tempo, tomada de decisões baseadas em dados, controle financeiro integrado e, por consequência, aumento da produtividade.

Mas como exatamente um software de gestão pode transformar os desafios de sua agência em sucesso? A palavra-chave aqui é: inteligência de dados.

A ferramenta de gestão oferece insights preciosos para o crescimento do seu negócio, impactando diretamente na tomada de decisões e na otimização de resultados.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Transforme seus desafios diários em sucesso

Todo dia é novo no mundo das agências de marketing. Prazos apertados, demandas complexas e uma constante busca pela inovação são obstáculos rotineiros. Mas, e se houvesse uma maneira de transformar esses desafios em oportunidades de sucesso?

Uma ferramenta que fosse a resposta para otimizar o tempo, tomar decisões focadas em resultados e ter o controle financeiro nas mãos?

Os softwares de gestão entram em cena como a solução ideal para essas questões. Eles são projetados para auxiliar na gestão eficiente de projetos, otimização do tempo e tomada de decisões baseadas em dados.

Além disso, possibilitam um controle financeiro integrado, essencial para a saúde e crescimento de qualquer agência. Essas ferramentas são o diferencial que sua agência precisa para se destacar em um mercado altamente competitivo.

Os benefícios não param por aí. A estruturação de processos internos, potencializada por esses softwares, promove o aumento da produtividade da equipe. As tarefas são organizadas de maneira coerente e intuitiva, garantindo que nenhum detalhe seja esquecido e que todos os processos sejam executados da melhor maneira possível.

Com isso, o trabalho flui mais facilmente, a equipe se sente mais motivada e os resultados são alcançados de forma mais eficiente.

Por fim, a capacidade de gerar relatórios inteligentes é outra vantagem dos softwares de gestão. Esses relatórios fornecem insights valiosos sobre o desempenho da agência, orientando a tomada de decisões estratégicas. Com eles, os gestores podem identificar pontos de melhoria, avaliar o desempenho de campanhas e projetos, e tomar decisões informadas para impulsionar o crescimento da agência. Transformar desafios diários em sucesso é inteiramente possível com o apoio do software de gestão certo.

Escolha o caminho do sucesso: Relatórios inteligentes x planilha manual

As planilhas manuais, por muito tempo, foram uma escolha comum para gerenciar informações. Entretanto, com o avanço da tecnologia e a crescente demanda por eficiência e precisão, os relatórios inteligentes se apresentam como uma solução mais adequada.

Eles permitem que as agências de marketing tenham uma visão consolidada de suas operações, facilitando a tomada de decisões baseada em dados e a otimização de resultados. Os relatórios inteligentes são dinâmicos e intuitivos, simplificando a análise e interpretação dos dados.

Além disso, esses relatórios podem ser personalizados de acordo com as necessidades específicas de cada agência. Com eles, é possível monitorar o desempenho de campanhas, o progresso de projetos e a saúde financeira da agência.

Por outro lado, as planilhas manuais, embora possam ser úteis para pequenas operações, podem se tornar complexas e ineficientes quando se trata de gerenciar um grande volume de dados. A falta de flexibilidade e a dificuldade para interpretar informações são alguns dos desafios enfrentados por quem opta por esse método.

O uso de um software de gestão, como o Studio, permite a geração de relatórios inteligentes de forma fácil e rápida. Isso facilita a identificação de oportunidades e ameaças, contribuindo para uma tomada de decisão mais precisa e estratégica. Portanto, escolher o caminho dos relatórios inteligentes é optar por uma gestão mais eficiente e orientada a resultados.

Conhecendo o Studio: sua ferramenta de gestão ideal

Estabelecer uma gestão eficiente e otimizada é um desafio constante para as agências de marketing, e é aqui que o nosso software se destaca como a escolha ideal.

Afinal, um software de gestão, como o Studio, é uma resposta robusta e completa para os pontos de dor frequentemente enfrentados por essas empresas. Acompanhar os projetos nunca foi tão simples!

A nossa ferramenta permite que você tenha uma visão geral de todos os seus projetos em andamento, maximizando a produtividade e garantindo que nenhum detalhe importante seja deixado de lado.

As funcionalidades do Studio foram especialmente projetadas para atender às necessidades específicas das agências de marketing, tornando a gestão de projetos um processo mais fluido e eficiente. E vai além do acompanhamento de projetos: A ferramenta também é um aliado poderoso quando se trata de tomada de decisões focadas em resultados.

Com os relatórios inteligentes disponibilizados pelo software, você pode ter uma visão clara de como a sua agência está se comportando e quais ações são necessárias para otimizar os resultados. Estes relatórios são fáceis de entender e repletos de insights valiosos, tornando a tomada de decisões uma tarefa mais simples e, ao mesmo tempo, mais acertada.

Além disso, oferece uma solução eficaz para o controle financeiro da sua agência. Totalmente integrado, o controle financeiro  permite que você gerencie todas as suas transações financeiras em um só lugar, facilitando o controle de receitas e despesas e contribuindo para a saúde financeira da sua empresa.

Dashboard Financeiro do software de gestão Studio

Com o Studio, você tem tudo o que precisa para gerir sua agência de marketing de maneira eficiente e produtiva. Experimente e veja como podemos transformar os seus desafios em sucesso.

Descubra como o controle financeiro integrado pode ser a virada de jogo para sua agência

A falta de um controle financeiro integrado é um problema que atormenta muitas agências de marketing. O gerenciamento ineficiente de finanças pode levar a prejuízos não apenas monetários, mas também de oportunidades de negócios.

Esse é um ponto crítico que pode determinar o sucesso ou fracasso da sua agência. O primeiro passo para transformar essa realidade é entender que uma ferramenta de gestão completa é essencial.

Com o software de gestão Studio, por exemplo, você tem à disposição um controle financeiro integrado, que permite uma visão completa e apurada das finanças da sua agência. Isso compreende entradas, saídas, fluxo de caixa, contas a pagar e a receber, fornecendo um panorama detalhado e facilitando a tomada de decisões estratégicas.

A gestão financeira integrada permite, ainda, uma visão aprofundada da rentabilidade dos seus projetos. Isso é possível através da análise de diversos fatores como horas trabalhadas, custos de terceiros e valor do contrato. Assim, é possível identificar pontos de melhoria, otimizar recursos e aumentar a lucratividade do seu negócio.

Ao adotar uma ferramenta de gestão, você vai perceber que a dificuldade no controle financeiro integrado era o que impedia sua agência de alcançar o próximo nível. Com as informações certas, no tempo certo, você estará equipado para tomar decisões mais embasadas e, consequentemente, alcançar melhores resultados.

Como diz o ditado, conhecimento é poder. E, nesse caso, também é sucesso.

Domine a gestão de sua agência de marketing: descubra como o software de gestão é a solução que você precisa

Lembre-se, a eficiência na gestão é fundamental para otimizar o tempo, tomar decisões baseadas em dados reais e estruturar processos internos. E é exatamente isso que o Studio oferece. Com nossa ferramenta, você ganha não apenas uma solução para seus problemas, mas um parceiro dedicado a ajudar sua agência a prosperar.

Não deixe que os desafios diários prejudiquem o crescimento da sua agência de marketing. Conheça o Studio e descubra como nosso software de gestão pode ser a virada de jogo que você precisa.

Entre em contato conosco hoje mesmo e comece a transformar seus desafios em sucesso!

Como produzir conteúdo de qualidade mesmo quando falta tempo

Todo início de ano é o mesmo:as equipes de marketing geralmente focam na análise, pesquisa de público e planejamento para o novo ciclo. Afinal, vale lembrar que o sucesso demanda 1% de inspiração e 99% de esforço.

Após mais de uma década trabalhando com pequenas empresas, o que mais encontrei foram empreendedores visionários, mas com recursos limitados para o marketing de conteúdo. Priorizar operações diárias é compreensível, mas negligenciar conteúdo prejudica a sua estratégia.

Bem, é hora de mudar o jogo. Pela minha experiência pessoal, posso atestar que contar com a plataforma certa faz toda a diferença.

A escolha das tecnologias é crucial para o seu sucesso

Como líder de especialistas que cuidam do marketing de conteúdo de mais de 8 contas cada, posso afirmar com confiança que a tecnologia é vital para nós.

O nosso pacote de ferramentas inclui três plataformas robustas: Google Suite, HubSpot e WriterAccess.

Com o WriterAccess, você tem duas opções: usar a plataforma e contar com nossos freelancers para entregar conteúdo em sua estratégia, ou escolher serviços de gestão para apoio das suas operações.

A seguir, vou explicar como dois especialistas implementam pelo menos 28 estratégias de marketing para produtos, objetivos e personas diferentes. Confira!

Simplifique as propostas de tema

A apresentação de temas de conteúdo costuma levar cerca de 15 minutos por peça. Mas, com nossa abordagem, economizamos até três horas ao mês para focar em outras tarefas, considerando uma estratégia de 10 conteúdos mensais.

Nossos especialistas fazem um pedido, selecionam os temas e nossos redatores freelancers oferecem ideias para o conteúdo.

Para pitches ainda melhores, oferecemos detalhes específicos, como referências, instruções diretas sobre as necessidades da persona e a estrutura desejada para o material, incluindo sugestões de objetivo, título e subtítulos.

O cliente aprova os melhores temas de acordo com suas preferências, e o processo segue automaticamente para a produção.

Automatize o fluxo com pedidos recorrentes

Outro recurso que economiza tempo é o pedido recorrente. Após determinar o número de solicitações de conteúdo para o trimestre, configuramos recorrências com propostas de temas, recebendo automaticamente novas ideias de forma contínua. Isso elimina a necessidade de fazer pedidos repetidos.

Nós preferimos trabalhar com prazos trimestrais, mas a automação pode ser ajustada para o ano todo ou apenas um mês, conforme a estratégia desejada.

Pedidos recorrentes são particularmente úteis para clientes ou projetos sem diretrizes detalhadas de planejamento de conteúdo. Caso contrário, o pedido em massa economizaria muito tempo.

Utilize a importação em massa para maior eficiência

O recurso de importação em massa economiza pelo menos cinco minutos por pedido. Em nossas operações de serviços de gestão, temos três formas padronizadas de iniciar a produção de conteúdo, e a seguinte é a nossa preferida.

Primeiro, fazemos uma solicitação de estratégia para um certo número de conteúdos vinculados aos ativos estratégicos e diretrizes no portal de ferramentas, abrangendo instruções importantes de marca e SEO.

Depois, um estrategista freelancer trabalha no pedido por cerca de cinco dias, e gerenciamos essa entrega de forma eficiente com o simples sistema de alertas e o recurso de comunicação da plataforma.

Após a aprovação do cliente no mapeamento, importamos em massa todos os conteúdos aprovados de uma só vez, colocando-os em produção. Ao final do mês, economizamos mais de 12 horas no processo de pedidos.

Como o uso de templates ajuda a economizar tempo

Alcançar qualidade de forma consistente é desafiador se cada membro da equipe tem sua própria interpretação. Para agilizar a produção de conteúdo nesse sentido, contamos com os templates.

Quando começamos a planejar o fluxo de trabalho do cliente, nossos especialistas criam modelos com base nas diretrizes essenciais. Em vez de configurar cada pedido individualmente, eles revisam e melhoram os templates, alinhando-os à estratégia do cliente conforme recebem feedback.

Posso garantir que economizamos vários cliques de copiar e colar ao longo do dia, resultando em horas salvas. O segredo dos templates é simples: quanto mais diretrizes diretas você tiver, menos tempo será necessário para revisões, pois o conteúdo se alinha melhor às expectativas.

Isso significa que diminuirão os ajustes e refações, sem contar que o freelancer terá mais facilidade para atingir o nível esperado de qualidade.

Usando add-ons para ainda mais eficiência

Nas operações da minha equipe, estamos sempre testando maneiras de escalar bons processos, e os add-ons (ou complementos) são uma parte inteligente disso. Para aumentar a eficiência, adicionamos ao pedido serviços como pesquisa de imagens, meta título, meta descrição e copy para redes sociais.

Selecionamos apenas o que é necessário, e o redator oferece esses extras a um preço justo.

Isso também se aplica a templates. Basta selecionar os complementos uma vez e eles ficarão salvos para os próximos pedidos.

Assim, economizamos mais tempo na produção de conteúdo! Quando o material está pronto e aprovado para ser publicado no blog do cliente, não precisamos criar copy SEO nem procurar imagens de capa.

Profissionais talentosos disponíveis a uma mensagem de distância

Administrar uma máquina de marketing de conteúdo é mais fácil quando conectado a uma vasta rede acessível sob demanda.

Estimo que economizamos pelo menos 40 dias úteis com produções externas. Mesmo se fosse feito internamente, não conseguiríamos cobrir todas as necessidades, como conteúdo especializado, vídeos e design.

Procurar profissionais talentosos pode ser cansativo. Quando fundei minha agência em 2016, contratar freelancers para diferentes habilidades era desafiador.

Apesar do tempo investido, não havia garantia de sucesso. Imagino como seria útil para alguém como Carol, de 25 anos, contar com uma plataforma que oferece sistemas de pagamento seguros, padrões de qualidade, verificação de perfil confiável e suporte contínuo. Sem falar nos contratos e termos que devem ser acordados entre as partes, na gestão de comunicação e muito mais.

Trabalhar com a plataforma certa nos permite pular etapas burocráticas e nos conectar rapidamente com o talento certo. Pelo WriterAccess, usamos a pesquisa avançada para localizar profissionais específicos ou publicamos casting calls para projetos, facilitando o processo de encontrar talentos qualificados.

Depois, entramos em contato com o freelancer para explicar os requisitos do projeto e alinhar expectativas. E sim, também temos templates para agilizar esse processo.

O valor das Love Lists para construir uma equipe criativa

Construir um time criativo confiável é crucial para economizar tempo. Embora a fase inicial demande testes e feedbacks aos freelancers, uma vez formada a equipe ideal para o cliente, a produção de conteúdo torna-se mais tranquila, com menos revisões e ajustes.

O esforço no primeiro mês nos permite formar um grupo de talentos para o ano inteiro, fazendo apenas algumas adaptações conforme o projeto evolui.

Economizando tempo, energia e recursos com tecnologia

Viu só como trabalhar com a plataforma certa é fundamental para as operações da Rock Content?

Estas são apenas algumas das maneiras pelas quais usamos o WriterAccess para gerenciar a produção de marketing de conteúdo de centenas de materiais por mês com uma equipe muito pequena de 2 especialistas, aprimorada pelo poder da colaboração e pelos sistemas certos.

É assim que o WriterAccess facilita a gestão do marketing de conteúdo, economizando tempo para focar no que é mais importante.

Quer saber mais?

O WriterAccess é uma plataforma de conteúdo com mais de 15.000 talentos especializados, prontos para criar materiais de alta qualidade, independentemente do nicho.

Com ferramentas de IA, integrações e dashboards inteligentes, a plataforma não só auxilia na criação de conteúdo exclusivo, mas também facilita o acompanhamento de toda a estratégia, desde a persona até a publicação.

Teste o WriterAccess gratuitamente por 14 dias e veja como você pode economizar tempo estratégico em sua rotina de marketing.

Gerenciamento de agências com base em dados: como implementar na prática?

Confesso que nunca fui a maior fã dos números. Quando comecei meu curso superior, um dos motivos que me levaram a escolher comunicação foi a crença de que esse seria um ótimo caminho para alguém que não se sentia confortável com cálculos – um equívoco típico de uma jovem universitária.

No entanto, à medida que continuei estudando e me aprofundando na área, fui entendendo que os números são verdadeiros aliados em qualquer planejamento. Afinal de contas, como saber se estou no caminho certo sem conseguir mensurar os resultados? 

Gerenciamento de agências com base em dados

Bem, entender a importância dos números e dados é uma coisa. Se sentir confiante trabalhando com eles é outra bem diferente.

Foi ao longo dos últimos oito anos trabalhando em agências e assessorias de comunicação, que percebi que não estou sozinha nessa jornada. De acordo com uma pesquisa da Qlik, apenas 24% dos tomadores de decisão se sentem confiantes em sua capacidade de usar dados.

Mas não precisa ser assim. 

Neste artigo, quero compartilhar um pouco sobre o que fiz para superar minhas limitações com números e me tornar uma profissional totalmente data-driven, e aplicar isso no gerenciamento de agências.

Também vou te mostrar como você pode fazer o mesmo e, se quiser, como ter uma ajuda extra com softwares de gerenciamento exclusivos para agências.

Vamos lá?

Por que e como utilizar os dados no gerenciamento da minha agência?

Entre os erros mais comuns observados em agências, destacam-se a falta de assertividade na definição de preços pelos serviços oferecidos e os desafios em dividir os custos operacionais, o que acaba prejudicando a estabilidade da projeção financeira.

Além disso, a dificuldade em medir determinados dados e a falta de compartilhamento de informações entre as equipes também contribuem para situações desafiadoras. 

Em meio a esse mar de informações, estabelecer métricas e, consequentemente, mensurá-las e usá-las na tomada de decisão, não é uma tarefa tão simples. 

São diversas demandas simultâneas, vários colaboradores em um único projeto e, frequentemente, prazos apertadíssimos. 

Gerenciamento de agências com base em dados

Organizar o fluxo de trabalho e tornar os dados gerenciáveis oferece a oportunidade de tomar decisões mais assertivas, investir tempo e recursos na otimização de processos e no crescimento da agência.

E os números falam por si: de acordo com o relatório Insights-Driven Businesses Set the Pace for Global Growth, empresas que adotam uma abordagem orientada por dados registram um crescimento anual superior a 30%.

E como driblar as dificuldades comuns na maioria das agências e fazer uma gestão de dados eficiente para tomada de decisões mais assertivas? É aí que a implementação de um software pode ser de grande auxílio.

A adoção de um sistema focado na gestão de agências pode contribuir para:

  • Automatização de processos.
  • Melhoria na tomada de decisões.
  • Controle financeiro.
  • Aprimoramento da gestão de equipe.
  • Melhoria na relação com o cliente.
  • Segurança no armazenamento de dados.
  • Escalabilidade.

Foram incontáveis os perrengues que passei tentando mensurar dados de forma eficaz e estabelecer metas claras em minha trajetória profissional. 

Quando entrei em contato pela primeira vez com o Studio, em 2019, a primeira coisa que pensei foi: “Como teria sido bom conhecer essa ferramenta mais cedo”.

Através dele, descobri uma maneira de enxergar novas oportunidades, deixando de lado minha insegurança e mergulhando de cabeça no universo da análise orientada por dados.

Gerenciamento de agências com base em dados

Tornando a gestão pautada em dados ainda mais simples

Bem, o Studio nada mais é do que um software específico para gestão de agências que engloba todos os setores em um mesmo lugar. 

Através do cruzamento de dados, com mais de 40 relatórios disponíveis, ele traz a possibilidade de visualizar de forma clara algumas situações que, normalmente, consideramos quase impossível de serem mensuradas.

Vou dar alguns exemplos:

Metrificação de tempo investido em cada demanda

Nem sempre o tempo investido em um projeto pode ser mensurado com precisão, o que torna o planejamento mais complexo e pode resultar em uma precificação abaixo do custo real.

É por isso que uma das funcionalidades que eu mais gosto dentro do Studio é o timesheet, que calcula de forma simples e precisa quanto tempo um colaborador dedica a cada etapa do projeto.

Gerenciamento de agências com base em dados

Quem nunca concluiu que uma peça de design pudesse ser feita “rapidinho”, só para descobrir que era muito mais complexa do que o esperado, com inúmeras solicitações de ajustes por parte do cliente?

Alias, a refação também pode ser contabilizada no sistema, o que possibilita um acordo entre a agência e o cliente, estabelecendo um limite para o número de refações ou cobrando por elas.

Dessa forma, você pode garantir a otimização do trabalho da sua equipe e, por meio de relatórios, como a duração das atividades e o número de refações mensais, automatizar ainda mais seus processos.

Cálculo de custo em um projeto, levando em conta o valor por hora dos colaboradores envolvidos

Outra dificuldade comum dentro de agências é, ao determinar tarefas, estipular o time envolvido.

Normalmente, avaliamos a senioridade e o número de demandas. Mas até que ponto o custo de cada profissional pode influenciar na precificação de um projeto?

Por exemplo, atribuir determinadas tarefas aos colaboradores juniores pode resultar em economia de custos, permitindo que os colaboradores seniores desempenhem funções mais estratégicas em outros projetos. 

Distribuindo de forma estratégica as tarefas para os colaboradores, é mais fácil aumentar a quantidade e/ou nível de qualidade das entregas, e tudo isso pode ser medido por meio de relatórios dentro do Studio, como o “Duração de Atividades X Custo”.

Gerenciamento de agências com base em dados

Análise de quais clientes e projetos demandam mais tempo da equipe

Quem trabalha com atendimento sabe que sempre haverá aqueles clientes que demandam um pouco mais. Pedem mais ajustes, demoram um pouco mais para aprovar e acabam consumindo um tempo maior do que o inicialmente planejado para a execução do projeto. 

Por isso, um dos meus relatórios favoritos é o Ranking de Clientes, que me permite analisar em quais clientes minha equipe investe mais tempo e se, de fato, esse cliente tem sido lucrativo.

Gerenciamento de agências com base em dados

Comunicação direta com o cliente dentro da própria plataforma

Tendo a otimização de tempo como um dos principais fatores na busca pelo gerenciamento pautado em dados, a integração entre departamentos é um diferencial ímpar. 

No entanto, essa estratégia não deve se limitar apenas aos departamentos, mas também à comunicação com os clientes.

Economizar horas esperando por uma resposta no WhatsApp, um simples “ok” por e-mail ou até mesmo uma reunião exclusiva para aprovação ajuda – e muito – a consolidar processos. 

O Módulo de Comunicação com o Cliente oferece a possibilidade de envolvê-los no fluxo de trabalho da sua equipe, permitindo que eles aprovem ou solicitem ajustes diretamente pela plataforma.

O gerenciamento de agências com base em dados é mais que uma opção

Em um cenário onde qualquer erro pode ter um impacto significativo no seu negócio, e os riscos precisam ser cada vez mais reduzidos, tomar decisões baseadas em dados, em vez de confiar apenas em achismos, não é mais uma opção. É uma necessidade!

Investir em um software que auxilie na gestão baseada em dados é escolher trilhar um caminho em direção ao crescimento, tendo segurança em suas ações.

Você deseja começar a usar dados consistentes em sua estratégia de forma simples e eficiente? Solicite uma demonstração gratuita com um de nossos especialistas.

5 motivos para começar a usar o WriterAccess em sua agência de marketing

Como profissional que trabalha com o público há quase 10 anos, posso dizer que a criação de conteúdo é um aspecto fundamental das estratégias modernas de marketing e comunicação das agências de marketing.

De fato, 88% dos profissionais de marketing que já fazem trabalho de SEO planejam aumentar ou manter seu investimento este ano, enquanto o Marketing de Conteúdo foi apontado como uma das principais prioridades das equipes de Marketing nas pesquisas recentes.

Com isso em mente, é possível ver por que a criação de conteúdo estratégico pode impulsionar o crescimento dos negócios e criar impressões duradouras na mente dos consumidores.

E é exatamente por isso que as agências se esforçam para se destacar em um cenário competitivo e se conectar com seu público-alvo.

Mas, quando você gerencia e é responsável pelo conteúdo de muitas marcas, de diversos nichos e com públicos distintos, pode ser muito desafiador desenvolver conteúdos que gerem valor para cada um de seus clientes.

Se você possui uma agência de marketing ou trabalha em uma, e este é um desafio constante para você, fico feliz em dizer que o WriterAccess pode ser a solução perfeita para você e sua equipe.

Por meio de sua extensa rede de talentos, a plataforma possibilita que agências de marketing acessem um grupo diversificado de especialistas da indústria capazes de criar conteúdo personalizado para atender a suas necessidades específicas.

Além disso, o WriterAccess se destaca ao promover a colaboração entre agências de marketing e seus clientes, tornando o processo de criação de conteúdo mais transparente e eficiente.

Ainda não se convenceu? Então, vamos ver as 5 principais características que são particularmente benéficas para agências de marketing:

1. Acesse uma grande variedade de redatores, designers e criadores de conteúdo

Como mencionei, o WriterAccess oferece acesso a uma vasta rede de profissionais freelancers habilidosos, com diversas expertises.

A versatilidade e flexibilidade desses profissionais permitem que as agências de marketing atendam a uma ampla variedade de necessidades de conteúdo, seja para blog posts, conteúdo para redes sociais ou artigos específicos para determinados segmentos.

Além disso, a disponibilidade de redatores especializados em diferentes setores garante um conteúdo preciso e criativo, alinhado com os requisitos específicos dos clientes e demonstrando o comprometimento da agência em entregar informações valiosas.

Um exemplo é a agência de marketing digital full service RivalMind, que aumentou sua produção de conteúdo em 67% graças à plataforma WriterAccess.

Anteriormente, conforme contou o chefe de estratégia de marketing de pesquisa, era difícil para os redatores internos manter a qualidade do conteúdo que os clientes precisavam e esperavam.

O mesmo aconteceu com a agência de marketing InfoStream Solutions, que possuía uma equipe de redatores internos extremamente talentosos.

No entanto, como explicou o COO, “não importa o quão habilidosos sejam nossos redatores de conteúdo [internos], não é possível que eles tenham experiência em todos os setores”.

Sua equipe interna costumava gastar muito tempo pesquisando conteúdo específico para determinados segmentos, resultando em atrasos nos projetos e frustração.

Tudo isso mudou com o WriterAccess: “Fomos muito atraídos pela economia de tempo e energia.” Ao contar com uma diversificada equipe de redatores, as agências não só economizam tempo e recursos, mas também são incentivadas a obter novas perspectivas e abordagens criativas na criação de conteúdo.

Ao deixar as tarefas de redação para os profissionais, as agências de marketing podem concentrar-se em suas competências principais e lidar com vários projetos simultaneamente.

Trabalhar com um leque de freelancers em uma plataforma fácil de gerenciar permite às agências:

  • Reduzir os custos operacionais.
  • Atender a diversos clientes com qualidade e rapidez.
  • Permitir entregas de grande porte.
  • Realocar recursos, já que a agência não está vinculada a uma estrutura de custos fixos para a equipe de produção de conteúdo, podendo investir esforços e pessoal em atividades mais estratégicas, obtendo uma vantagem competitiva.

Esse fluxo de trabalho contínuo contribui para a consistência do conteúdo, permitindo que as agências mantenham uma identidade de marca forte e reconhecível para cada cliente.

2. Economize tempo com ferramentas de gerenciamento de conteúdo

O WriterAccess oferece recursos robustos de gerenciamento de conteúdo que facilitam a organização, agendamento e o monitoramento de projetos. Isso faz dele uma plataforma poderosa para agências de marketing em busca de um processo eficiente de criação de conteúdo.

Um dos principais aspectos das ferramentas de gerenciamento de conteúdo é a funcionalidade de agendamento fácil de usar: as agências de marketing podem definir prazos e cronogramas para cada projeto, garantindo que a entrega de conteúdo esteja alinhada com as estratégias de marketing de seus clientes, evitando atrasos e assegurando um processo de criação de conteúdo tranquilo.

Além disso, a plataforma permite que as agências priorizem projetos, aloquem recursos de forma eficaz e gerenciem vários projetos simultaneamente, aumentando a produtividade geral.

Por exemplo, o recurso de monitoramento de projetos permite que as agências monitorem o progresso de cada projeto, revisem rascunhos e solicitem revisões conforme necessário, garantindo que o conteúdo final atenda aos padrões de alta qualidade da agência e às expectativas do cliente.

E se a sua agência está acostumada a usar planilhas para gerenciar seu conteúdo, o WriterAccess pode ajudar muito a economizar seu tempo e aumentar a escala da sua produção.

A funcionalidade de “Importar Títulos em Massa” traz comodidade para o seu dia-a-dia, pois permite que você faça o upload de arquivos CSV e faça seus pedidos em massa, ao invés de preencher o briefing de cada conteúdo individualmente.

Assim, você otimiza a sua execução e ganha tempo para investir em atividades mais estratégicas e com uma maior vantagem competitiva para a agência.

Se desejar, você pode testar a plataforma gratuitamente por 14 dias e ver tudo isso na prática.

O fluxo de trabalho integrado economiza tempo e minimiza a carga administrativa, permitindo que as agências de marketing se concentrem no que é mais importante: o cliente.

3. Conte com a ajuda da Inteligência Artificial

O WriterAccess traz uma variedade de recursos inovadores, impulsionados pela Inteligência Artificial, especialmente projetados para atender às necessidades únicas da criação de conteúdo das agências de marketing.

Um destaque é o Gerador de Personas, que auxilia as agências na criação de diferentes personas para os nichos que atendem. Com base em dados demográficos e comportamentais, a IA pode rapidamente criar buyer personas detalhadas e realistas, permitindo que as agências criem conteúdo personalizado e envolvente que gere identificação junto aos potenciais clientes de seus clientes.

Com as informações fornecidas pelo Gerador de Personas, as agências de marketing também podem ajustar suas estratégias de conteúdo, garantindo que o conteúdo atenda diretamente às preferências, pontos problemáticos e interesses do público-alvo buscado, resultando em campanhas de marketing mais eficazes e impactantes.

Outra ótima ferramenta é o AI Content Wizard: em apenas 5 etapas simples, você descobrirá oportunidades de conteúdo que seus clientes estão perdendo.

Isso é possível porque, em questão de minutos, a plataforma realiza extensa pesquisa de conteúdo e análise de oportunidades para criar resumos de conteúdos pensados para otimizar o ranking do seu blog e o dos seus clientes no Google.

[embedded content]

Por meio de informações sobre seu público, concorrentes, palavras-chave e persona, o WriterAccess é capaz de personalizar a pesquisa de conteúdo e análise de oportunidades de acordo com as necessidades comerciais de cada um de seus clientes.

Além disso o recurso de Busca Avançada permite achar o talento certo para o seu projeto através de filtros avançados ou pedir uma recomendação personalizada dos melhores talentos para vocês.

4. Crie um portal personalizado com a sua marca

O White Label Portal do WriterAccess é uma ferramenta poderosa que permite que as agências de marketing fortaleçam sua presença de marca e expandam suas capacidades de criação de conteúdo sem esforço.

Ele funciona como uma plataforma “rebrandable” e personalizável, permitindo que as agências acessem uma ampla gama de serviços de criação de conteúdo e os apresentem sob sua identidade de marca exclusiva.

Esse nível de personalização permite que as agências mantenham controle total sobre a experiência do cliente, apresentando uma aparência consistente e coesa em todos os seus canais de comunicação.

Desde o envio de solicitações de conteúdo até a comunicação com os redatores e a aprovação do conteúdo, a interface fácil de usar promove a colaboração e reduz as barreiras de comunicação entre as agências e seus clientes.

Com essas informações, as agências podem tomar decisões orientadas por dados e aprimorar suas estratégias de conteúdo para obter melhores resultados para seus clientes.

5. Integre todas as suas ferramentas de conteúdo

A integração do WriterAccess com plataformas externas oferece uma incrível conveniência para agências de marketing, tornando o fluxo de trabalho de conteúdo mais eficiente e aumentando a eficácia dos seus processos.

Ao conectar o WriterAccess ao Hubspot, WordPress, Google Analytics e outras soluções, as agências podem criar um processo unificado e centralizado de criação de conteúdo, eliminando a necessidade de alternar entre várias plataformas. Isso economiza tempo e reduz o risco de perda de dados ou falhas na comunicação.

Além disso, as agências podem aproveitar os recursos e capacidades de todas as plataformas simultaneamente, maximizando os benefícios e melhorando a experiência geral de criação de conteúdo.

Clique aqui para saber mais sobre a integração do WriterAccess com plataformas de terceiros

Como você viu, o WriterAccess oferece uma infinidade de benefícios para agências de marketing que desejam aprimorar suas estratégias de criação de conteúdo e gerar resultados excepcionais para seus clientes.

Ao aproveitar as possibilidades do WriterAccess, as agências podem navegar pelo dinamismo do cenário digital com confiança, se consolidar como especialistas em conteúdo e garantir a satisfação duradoura dos seus clientes, reforçando sua posição no campo do marketing de conteúdo, que está sempre em evolução.

E se você ainda não utiliza o WriterAccess em sua agência de marketing, agora é a hora perfeita para experimentá-lo: clique aqui e comece seu teste gratuito de 14 dias!

Como a InfoStream usa o WriterAccess para produzir conteúdo de alta qualidade para clientes de diversas áreas

Desde 2008, a InfoStream Solutions ajuda empresas e organizações a construir e aprimorar sua presença online por meio de serviços especializados em marketing digital, SEO, design de websites e geração de leads. Com cerca de 30 clientes em diversos setores, é comum que a InfoStream fique encarregada de oferecer serviços de redação para sites, postagens de blogs e outros conteúdos escritos como parte da estratégia de marketing digital de cada cliente.

Em janeiro de 2020, a InfoStream decidiu fazer uma parceria com o WriterAccess, o que causou uma transformação completa em seus processos de criação de conteúdo e aumentou sua credibilidade nesse meio. Desde então, a equipe têm confiado no WriterAccess para até 25 novos pedidos mensais.

Recentemente, tivemos o prazer de entrevistar a própria COO da InfoStream, Andrea Simmons. Durante essa conversa, discutimos os desafios únicos que levaram a InfoStream a escolher o WriterAccess, o que destacou a plataforma em relação às demais e os resultados que a InfoStream conquistou com essa parceria.

O desafio de criar conteúdo de qualidade em todos os setores

Simmons explicou os desafios que a InfoStream enfrentava antes de trabalhar com o WriterAccess da Rock Content ao produzir conteúdo especializado e de qualidade para clientes em uma ampla variedade de setores. O conteúdo é um elemento fundamental no trabalho que eles realizam, seja na construção de um site, no desenvolvimento de campanhas para mídias sociais ou na otimização para mecanismos de busca (SEO).

Antes do WriterAccess, a InfoStream contava com uma equipe de redatores internos extremamente talentosos. No entanto, como Simmons menciona: “Não importa o quão habilidosos sejam nossos redatores internos, não era possível que eles tivessem experiência em todos os setores. Também não era possível que eles conhecessem profundamente nossos clientes ou os setores dos nossos clientes”.

Como resultado, os redatores internos da InfoStream passavam grande parte do tempo realizando pesquisas para criar conteúdo específico de determinados segmentos, o que resultava em atrasos nos prazos dos projetos e frustração. Enquanto isso, Simmons explica: “Perdíamos credibilidade com nossos clientes porque, sim, tínhamos um redator, mas não conhecíamos o negócio deles bem o suficiente”.

O WriterAccess entra em ação: serviços e redatores especializados com controle de qualidade integrado

Enfrentando esses desafios, a equipe da InfoStream começou a buscar alternativas para a criação de conteúdo. Eles precisavam de redatores capazes de produzir conteúdo de alta qualidade para qualquer setor, a fim de aumentar a credibilidade e a confiança de seus clientes, mantendo os projetos em andamento.

Eles testaram diversas plataformas de freelancers, como Freelancer e Fiverr, mas logo perceberam que encontrar redatores por meio dessas plataformas era igualmente demorado. Isso se devia à necessidade de selecionar redatores especializados para cada cliente (e, às vezes, para cada projeto).

Por fim, a InfoStream descobriu o WriterAccess e percebeu que a plataforma oferecia tudo o que eles buscavam para criar conteúdo de qualidade para seus clientes, em qualquer setor imaginável. O maior diferencial, conforme explicou Simmons, é o serviço de gestão do WriterAccess, uma opção que oferece um ponto de contato dedicado, gerenciamento de fluxo de trabalho e talentos selecionados a dedo de acordo com as necessidades específicas de cada empresa.

“Achamos essa possibilidade extremamente atrativa, pois ela nos permitia economizar tempo e energia, além de nos dar confiança no produto. A Michelle tem sido nosso ponto de contato de gestão desde o início e tem sido fantástica. […] Eu trabalhei pessoalmente com ela no início, e agora ela trabalha com todos os gerentes de projeto. Mas eu e ela ainda nos mantemos em contato enquanto desenvolvemos o relacionamento e aumentamos o volume de trabalho que estamos realizando”.

Trabalhar com o WriterAccess não apenas simplificou o processo de encontrar redatores especializados para a diversificada base de clientes da InfoStream, como também liberou um tempo valioso e melhorou o controle de qualidade. Com o WriterAccess, a InfoStream e seus clientes podem contar com um conteúdo exclusivo e confiável de forma rápida.

Os resultados: conteúdo confiável e serviços de SEO

Desde que a equipe da InfoStream começou a usar o WriterAccess em janeiro de 2020, eles já fizeram mais de 2.200 pedidos, garantindo serviços confiáveis de redação e SEO para todos os seus clientes de forma consistente e estável. Ter acesso ao serviço de gestão alivia preocupações com o controle de qualidade e fortalece o relacionamento e a reputação junto aos clientes.

Além disso, a equipe da InfoStream não precisa mais gastar tempo precioso escrevendo job descriptions e procurando redatores freelancers individuais para atender às suas necessidades de conteúdo. Agora, eles podem simplesmente repassar suas demandas ao ponto de contato do serviço de gestão e ter acesso rápido a talentos qualificados e cuidadosamente selecionados.

Desde que começaram a usar o WriterAccess, todos os clientes da InfoStream passaram a utilizar os serviços de redação da empresa, e a equipe também pode fornecer serviços confiáveis de SEO aos clientes. Isso diversificou suas ofertas e fortaleceu ainda mais a reputação da InfoStream no campo do marketing digital.

Apesar da atual tendência de recorrer a plataformas de IA como o ChatGPT para criação de conteúdo, Simmons enfatiza que o verdadeiro valor do marketing está na autenticidade do conteúdo e na capacidade de abordar as necessidades dos clientes. Segundo ela, “haverá um momento em que o conteúdo autêntico será valorizado mais do que algo gerado por IA. […] Acreditamos na autenticidade porque já vimos o impacto positivo que ela traz”.

Com o WriterAccess, empresas como a InfoStream têm acesso a um conteúdo genuíno, bem pesquisado e de qualidade, dos quais podem se orgulhar de oferecer aos seus clientes. É isso que os diferencia de qualquer coisa gerada por um chatbot.

Conclusão

Quando a InfoStream precisou de uma equipe diversificada de redatores para atender às diversas necessidades de conteúdo de seus clientes, o WriterAccess foi capaz de oferecer exatamente o que eles procuravam. Além disso, a plataforma continua a fornecer seus serviços de gestão, criando aproximadamente 25 novos ativos de conteúdo para a InfoStream a cada mês. E você, como podemos ajudar? Entre em contato para saber mais ou comece hoje mesmo com uma demonstração gratuita.

Geração Z: crie anúncios na medida com base em 3 dicas fundamentais

Você já parou para pensar como fazer com que os anúncios sejam ainda mais interessantes para os jovens nascidos entre 1995 e 2010, os chamados Geração Z?

Realizar criações para jovens deve contar com uma comunicação objetiva, inovadora e  divertida, isto é, deve se conectar de forma ágil com a realidade de cada um, apresentando o produto e o que ele pode proporcionar no dia a dia.

Essa missão não se trata de uma tarefa fácil, já que demanda esforços e muito conhecimento sobre esse público.

Por essa razão, ao longo deste conteúdo, será possível entender o que é a Geração Z, como ela impacta o mundo digital, o que esperar para o futuro e ainda dicas incríveis para criar um anúncio relevante. Boa leitura!

Entenda de uma vez por todas o que é a Geração Z

A Geração Z vem crescendo cada vez mais junto com a tecnologia, atuando diretamente nas tomadas de decisões. Assim, os jovens dessa geração estão preocupados com o futuro pessoal e do planeta, tornando-se mais unidos e atuantes em causas sociais e ambientais.

Enquadram-se nesse perfil, os nascidos entre 1995 e 2010, que atualmente são aqueles jovens prestes a entrarem para o mercado de trabalho.

São classificados nativos digitais, pois convivem com a internet e recursos tecnológicos desde muito cedo, sem esquecer da capacidade de aprendizagem com múltiplas fontes e objetos para essa finalidade.

De forma geral, os jovens da Geração Z têm sede de acompanhar tudo em tempo real,  comunicando-se quase que totalmente de forma online e imersos nos meios digitais.

O que esperar com a nova Geração Z?

Uma coisa é certa, a Geração Z é uma das mais conectadas e antenadas em todo o mundo, e essa realidade faz com que os jovens sejam os responsáveis em proporcionar soluções inovadoras para o futuro. 

No entanto, além dos avanços tecnológicos, também podemos esperar resoluções para problemas comuns presentes nas empresas e até mesmo aqueles que fazem parte da nossa sociedade atual, afinal, os jovens estão cada vez mais antenados e preparados para implementar grandes ideias.

Estudos mostram que a Geração Z conta com mais de 70% dos seus integrantes presentes em questões sociais ou políticas. Isso faz com que nos próximos 15 anos essa geração defina o rumo de toda indústria focada na Publicidade e no Marketing Digital.

Entende-se que as Agências de Marketing Digital necessitam reformular tudo o que já foi criado, utilizando áreas que desejam se aprofundar, e assim se adaptando às novas infraestruturas.

Tudo isso porque os jovens têm características e personalidades preparadas para beneficiar empresas e comunidades, sempre com estratégias capazes de proporcionar uma verdadeira harmonia entre as gerações.

Confira 3 dicas essenciais para criar anúncios para a Geração Z

Se você atua com a elaboração de anúncios, certamente já deve ter se perguntado em como torná-lo interessante para o público conhecido como Geração Z, certo?

Cores fortes, frases curtas, gírias, enfim… criar para jovens dessa geração pode parecer um desafio. Isso porque estamos falando de uma comunicação que tem a obrigatoriedade de ser inovadora, divertida e relevante.

Foque sempre em unir a realidade virtual com a desse público, mostrando que os produtos ali anunciados podem ser incríveis e dessa forma suprir as suas necessidades.

Pensando nisso, separamos três pontos fundamentais que devem fazer parte de uma criação de anúncio para o público incluído na Geração Z. Acompanhe!

1.  Seja culturalmente relevante

Para criar anúncios voltados a uma geração jovem, é imprescindível estar por dentro de tudo o que vem acontecendo no mundo, assuntos que estão em alta, e ainda como a sua marca pode se fazer presente nesse meio.

Isso só será possível se você deixar as conversões de lado e ir atrás de conversas, sempre visando conquistar audiências e consequentemente promover engajamento dentro da comunidade Z.

Pontos como gênero e etnias também devem fazer parte dos anúncios, uma vez que os jovens querem enxergar pessoas reais, que aparentam estar no mesmo ciclo social, mesma ideia etc. Foque diálogos bem humorados, sempre de forma fluida, natural e descolada.

Afinal, o que é relevante para a Geração Z?

No momento da criação, busque entender e mapear os interesses desse público, fazendo com que os anúncios sejam relevantes. 

Uma pesquisa realizada pelo Google, por exemplo, mostra que uma boa parte da Geração Z, o equivalente a 40%, prefere realizar pesquisas no TikTok e Instagram em vez de realizá-las no Google Search e Google Maps.

Outros dados fundamentais para entender essa relevância faz parte do Relatório Culture & Trends, onde mostra que:

  • 61% da Geração Z se define superfã de algo ou alguém;
  • 59% desse público utiliza aplicativos de vídeos, sempre em formatos curtos, para ficar por dentro dos fatos, e, caso desperte interesse, assiste a versões mais longas e completas;
  • 57% dessa geração afirma gostar de marcas que fazem o uso de memes;
  • cerca de 83% da Geração Z já fez uso do YouTube para assistir conteúdos de relaxamento;
  • 69% dessa comunidade diz assistir criadores ou conteúdos que causam uma sensação de conforto, enquanto 82% faz do YouTube um canal para relembrar momentos nostálgicos.

Assim, com base nessas informações, compreende-se que tudo aquilo que é novo, digital e fora dos padrões normais, torna-se relevante para prender a atenção e proporcionar curiosidade ao público da Geração Z.

2. Pense em camadas

Sons, imagens, legendas, mensagens, memes, enfim… todas as formas de chamar atenção devem transmitir uma sensação de conexão com o dia a dia de cada pessoa. Ou seja, os anúncios devem passar uma imagem de que foi feito especialmente para a pessoa que está visualizando tal anúncio.

Procure criar algo que demonstre uma personalização, mostrando conteúdos relevantes e importantes sobre o anúncio que está sendo passado.

Pense da seguinte forma: criar um vídeo com as tendências do momento só terá relevância se ele passar tudo o que for necessário para criar uma conexão emocional entre anúncio e Geração Z. 

A dica é sempre compreender os formatos que mais podem causar fluidez e, ao mesmo tempo, sanar as necessidades do público.

3. Entenda qual a linguagem mais adequada

De acordo com o YouTube Way, uma maneira de criar anúncios mais relevantes, é justamente apostar em uma linguagem que seja criativa. 

Com a Geração Z não é diferente. Algumas técnicas podem e devem ser utilizadas, principalmente para elaboração de conteúdos na plataforma YouTube. Entenda a seguir!

  • Imersão: fuja das mesmices e foque no visual, fazendo com que o usuário se transporte para outro universo, sempre apostando em uma beleza tecnológica bem elaborada, dando de fato a impressão de algo real.
  • Relaxamento para os sentidos: não intensifique a velocidade, pois os vídeos devem contemplar as informações, proporcionando momentos de prazer, regados com descanso e longe de ruídos em excesso.
  • Surreal e absurdo: um tipo de linguagem que usa o absurdo em forma de estratégia para eliminar a indiferença. O foco deve se atentar em fazer com que as pessoas sintam o que o anúncio quer passar, longe da incompreensão.
  • Som e fúria: anúncios que apostam no exagero para capturar usuários, muitas vezes não obtêm sucesso. Então, opte por gerar picos de atenção para que os usuários visualizem detalhadamente todos os conteúdos.

Além de todas essas dicas, é superimportante apostar em plataformas focadas em anúncios, como o Google Ads, por exemplo, que é capaz de gerar resultados quase que imediatos para o seu negócio, sempre auxiliando na busca por palavras-chaves e por potenciais clientes nos mais variados estágios do funil de vendas.

Além do Google ADS, você pode apostar no Instagram ADS, Facebook ADS ou qualquer plataforma que supra as suas necessidades.

Geração Z e a Era Digital

Enxergando a era digital como um verdadeiro pilar para a Geração Z, os nascidos dentro desse período são verdadeiros nativos digitais, convivendo com tablets e smartphones desde muito cedo, o que contribui para que a internet seja a principal característica dessa geração.

Os jovens da Geração Z não querem apenas esperar as mudanças, mas sim fazer parte delas. Não é à toa que aproximadamente 95% dessa geração tem acesso a smartphones e 97% acessa alguma plataforma digital, e, sendo assim, ambos utilizam mais de 5 redes sociais diferentes ao longo do dia.

Uma coisa é certa, a cultura digital passou por mudanças, criando novas conexões e se fazendo cada vez mais presente no mundo online. Desde seu nascimento, a Geração Z faz o uso da internet de forma facilitada, encontrando informações com apenas um clique.

A Geração Z se sente confortável mediante o uso de novas tecnologias, interessando-se principalmente por inovações fora do padrão, linguagens mais naturais e até mesmo memes, sendo vista como idealista e inovadora. Essa realidade pode ser útil para muitos setores, principalmente para os tecnológicos. 

Este post foi desenvolvido pela Inside Digital, agência parceira oficial da Rock Content. Conheça melhor esta e outras parceiras incríveis na nesta página.

Gestão para agências: saiba como fazer o melhor para a sua agência digital

Para conquistar espaço no mercado e atrair novos clientes, é fundamental investir em melhorias constantes em sua empresa. Entre tantos aspectos importantes para alcançar o sucesso do mercado, vale a pena descobrir quais os melhores caminhos para ajustar seu plano de gestão para agências.

Conforme novas empresas chegam ao mercado, é essencial criar diferenciais para fidelizar os clientes e manter um bom fluxo de receitas entrando em caixa.

Pensando nisso, organizamos este post completo sobre como fazer o melhor para sua agência. Então, continue a leitura e confira nossas dicas!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

O que destaca uma agência de digital entre os concorrentes?

Encontrar maneiras de se destacar no mercado de Marketing Digital é um passo importante para obter resultados incríveis e aumentar a lucratividade.

Há diversos passos que podem ser adotados com o objetivo de elevar a relevância da agência, como:

  • treinar sua equipe: oferecer treinamentos é crucial para ter um time preparado para atender bem e resolver os problemas dos clientes;
  • acompanhar as tendências: estar com a atenção voltada às oportunidades de mercado ajudará a sair na frente dos concorrentes;
  • ter um bom planejamento: elaborar um plano estratégico ajuda a chegar até a sua persona e a aumentar a relevância da agência;
  • ter comprometimento com os prazos: desenvolver um calendário para evitar atrasos também é uma ótima alternativa;
  • alinhar expectativas: essa dica é fundamental para que você consiga superar as expectativas dos clientes, tornando claro tudo o que vai ser desenvolvido;
  • conte com suporte: encontrar boas empresas parceiras é uma oportunidade de melhorar os seus entregáveis.

Esses são alguns dos fatores que vão ajudar a destacar a sua agência frente aos concorrentes do mercado. Ao adotar essas boas práticas, é possível encantar os consumidores e aumentar as demandas pelas soluções oferecidas.

Quais são os maiores desafios das agências digitais?

Para conseguir superar as adversidades que podem existir no dia a dia da agência, é preciso conhecê-las. Isso ajudará a determinar estratégias que levem a resolver os potenciais problemas e ganhar relevância no mercado.

A seguir, listamos os desafios mais comuns enfrentados no seu segmento. Leia!

Lidar com cronogramas incertos

Fazer um cronograma pode ser bem desafiante para uma agência digital. Isso porque, muitas vezes, é difícil manter clientes por um longo período.

Com a rotatividade, surgem as dificuldades de garantir mais precisão na hora de elaborar um planejamento e ter um calendário bem desenvolvido.

Uma dica que pode ajudar a superar essa dificuldade é melhorar as entregas realizadas. Isso pode ser feito por meio da qualificação da sua equipe, oferecendo treinamentos, entendendo as necessidades dos colaboradores e incorporando novas ferramentas que ampliem a qualidade dos serviços.

Contar com uma empresa especializada para oferecer suporte para a sua agência também é uma opção. Assim, você consegue terceirizar algumas partes do trabalho e focar as atividades que mais domina, agregando valor aos consumidores da agência.

Manter a comunicação ágil

Outra dificuldade que pode ser enfrentada nas agências é relacionada à comunicação com os clientes internos e externos. Por exemplo, é possível encontrar adversidades para manter a integração e o diálogo fluído entre os setores da empresa, o que acabará impactando os resultados e as entregas aos clientes.

Além disso, pode haver entraves na hora de se comunicar com o seu cliente ou lead. Ao contar com canais inadequados para conversar com os consumidores, as chances de perdê-los e de não atingir as metas podem aumentar.

Por isso, o ideal é utilizar ferramentas que ajudem a agilizar a sua comunicação, tanto com funcionários quanto com clientes.

Além disso, pode ser interessante adotar metodologias ágeis para garantir a fluidez de informações e de processos, oferecendo melhor performance para a agência.

Escalar o negócio

Fazer uma agência de marketing escalar não é uma tarefa simples. A partir do momento em que ela começa a crescer, é preciso encontrar novas soluções para manter a qualidade dos serviços oferecidos para um número maior de clientes. Isso vai demandar esforços em várias direções.

Por exemplo, será necessário contratar novos colaboradores talentosos, fazer parcerias e até terceirizar tarefas. Além disso, buscar ferramentas que ajudem a manter todos os processos em dia, melhorar as vendas e muitas outras atividades.

O melhor caminho a seguir, nesse sentido, é fazer um planejamento inicial já considerando o potencial de crescimento da agência. Porém, caso não tenha adotado tal estratégia, vale contar com o suporte de parceiros que já estão há mais tempo no mercado.

Isso será relevante para encontrar as melhores soluções e adequar os processos para atender aos clientes com a qualidade de sempre.

Quer entender mais sobre o ganho de escala em uma agência? Então, vale a pena conferir os seguintes artigos:

Gerenciar o relacionamento com os clientes

Manter os clientes é uma fase importante para ter um crescimento sustentável e garantir mais previsibilidade para a empresa. Além disso, a fidelização dos consumidores dos serviços da agência pode representar uma fonte de economia.

Afinal, o custo para adquirir novos clientes tende a ser mais elevado do que o valor para realizar a manutenção dos atuais. Diante desse cenário, torna-se primordial garantir um bom relacionamento com os consumidores, o que nem sempre é uma tarefa simples.

Para superá-la, é necessário ter diálogos bem alinhados e cumprir as promessas realizadas. Ainda é relevante oferecer um suporte adequado para evitar que ele se decepcione com a agência.

Lidar com constantes mudanças

O mercado digital é marcado por mudanças constantes, provindas de novas ferramentas, inovações e teorias. Ter atenção a cada uma delas é um desafio, ao passo que representa uma oportunidade. Isso porque, ao conseguir se antecipar à concorrência, você consegue oferecer novidades e se diferenciar.

Porém, para que isso traga os resultados esperados, é preciso que se tenha grande atenção aos eventos e tendências do mercado. É primordial encontrar boas fontes de informações e acompanhá-las para entender o que está ocorrendo no meio digital.

Também é válido realizar brainstorming com equipe e reuniões com parceiros para discutir como aproveitar as oportunidades para agregar valor aos clientes.

Como gerir uma agência de marketing digital?

Ao entender quais são os desafios possíveis, fica mais simples saber como fazer a gestão para agências. Também é válido conhecer as boas práticas que mostraremos, logo a seguir.

Elas vão trazer ainda mais eficiência para o seu negócio, garantindo diferenciação frente aos concorrentes.

Integração do cliente

A partir da compreensão dos desafios que você tende a enfrentar, a probabilidade de manter os clientes e conquistar novos é bem elevada. Isso faz com que seja necessário aprender a integrar os novos parceiros à agência.

Nesse sentido, será preciso ter um bom diálogo com eles, alinhando quais são as obrigações e deveres de cada parte, estabelecendo os objetivos e prazos para alcançá-los. Também vale inclui-los no cronograma de trabalho, com o intuito de evitar atrasos que geram frustrações.

Outro fator que pode ajudar na integração é fazer a definição das métricas que serão seguidas, bem como a periodicidade dos relatórios que contêm os resultados obtidos.

Esse fator será essencial para demonstrar como a agência está agregando valor ao negócio do cliente.

Escopo do trabalho

Outro ponto relevante para que tudo saia de acordo com o planejado é realizar uma boa definição do escopo do trabalho. Por exemplo, é possível que o cliente contrate a sua agência apenas para a construção da imagem da marca por meio de conteúdos. Desse modo, será necessário estabelecer quais são as etapas e atividades que serão efetuadas pela agência.

A partir dessa definição, pode-se ter mais eficácia no desenvolvimento dos trabalhos. É essencial ter bem alinhados os deveres e obrigações das partes no projeto que foi desenhado.

Gestão dos projetos

Para alcançar escala e ótimos resultados com a agência, é muito importante que a gestão de projetos seja realizada de maneira eficiente. Isso vai permitir que as entregas sejam realizadas no prazo estabelecido e com extrema qualidade, encantando os consumidores e aumentando a duração dos contratos.

Para executar esse gerenciamento, existem diversas ferramentas que podem ajudar. Ainda vale adotar simplificações nos projetos que auxiliem a sua equipe a se manter produtiva e atender às expectativas dos clientes.

Também é possível contar com parceiros comerciais para delegar atividades que são secundárias na empresa. Há diversas oportunidades de parcerias que podem ser um ponto-chave para a agência se destacar e para contar com profissionais especializados em determinados assuntos.

Oferta de preços

Ter uma cartilha de preços diferenciados é outra opção para gerenciar a sua carteira de clientes. Por exemplo, você consegue estabelecer pacotes com diferentes serviços e custos, dando mais alternativas aos clientes.

Isso faz com que seja possível diminuir a rotatividade na empresa e realizar os ajustes necessários para se manter com alta competitividade no mercado. Ainda é válido ter atenção às tendências para potencializar a performance da agência.

Quais são as principais tendências e como se preparar?

Outro cuidado importante para garantir o sucesso do seu projeto se refere à percepção de novas tendências do mercado. Isso permite se adiantar em meio às novidades, gerando valor para seus clientes e aproveitando os principais benefícios das inovações que aparecem.

Com base na sabedoria popular, “quem sai na frente bebe água fresca”. Portanto, vale a pena ficar de olho nas principais mudanças que impactam as suas atividades e pensar em como se adaptar a elas.

Alterações no algoritmo do Google

O rankeamento nos buscadores é um importante meio de obter tráfego orgânico, tanto para seus clientes quanto para a própria agência de marketing. Por isso, sempre que o Google anuncia alguma atualização, vale a pena entender quais são elas e como isso impacta sua estratégia de produção de conteúdo.

Dessa maneira, além de manter as palavras-chave que sua empresa já conseguiu rankear, também é possível conquistar novos posicionamentos diante de uma rápida adaptação dos materiais postados. 

Com o surgimento de ferramentas de IA, como o ChatGPT, o Google tende a desenvolver mecanismos para rebaixar conteúdos que foram desenvolvidos por esse meio.

As atualizações do final de 2022 sugerem haver mudanças para valorizar a qualidade de um texto e sua originalidade, sendo esse um importante fator de atenção para sua produção de conteúdo.

Rastreamento de dados

A melhoria de sua gestão de agência digital também depende de implementar o uso de dados para medir, acompanhar e estabelecer métricas relevantes para sua empresa.

Por meio de aplicativos, plataformas e demais ferramentas digitais, você consegue acompanhar interações dos usuários como seus conteúdos, visualizações nas páginas, cliques, downloads e demais aspectos basilares para o sucesso de um projeto.

Por meio dessas informações, sua equipe consegue personalizar o conteúdo que chega até cada lead, além de acelerar a jornada de compra dos clientes. O rastreamento de informações também permite identificar oportunidades de otimização em suas campanhas e abordagens.

Consumidores da Geração Z

A Geração Z é um termo utilizado para se referir a pessoas que nasceram entre a metade final dos anos 90 até o início de 2010. Esse público já chegou na era da informação e apresenta hábitos de consumo que podem beneficiar seu projeto.

Entretanto, é necessário desenvolver um conteúdo alinhado com os valores e a cultura presentes nessa geração, tais como diversidade, inclusão, tecnologia, personalização e sustentabilidade. Ao trazer esses elementos para sua comunicação, há ótimas oportunidades para conquistar esses consumidores.

Ao implementar as melhorias vistas aqui, você pode otimizar seu plano de gestão para agências e aproveitar todos os benefícios dessas mudanças. Portanto, não deixe de investir em um bom planejamento para os próximos ciclos de seus projetos.

Quer fazer desse ano um dos melhores do seu negócio? Então, baixe nosso e-book e descubra como arrasar na Gestão para Agências em 2023.

Helpful Content: o que é a nova atualização do Google e como explicá-la a seus clientes

Conteúdo escrito pelo Beto Menezes da SearchLab.

Como o buscador mais utilizado do mundo, o algoritmo do Google está em constante atualização, visando sempre oferecer os melhores e mais assertivos resultados para os internautas. E dessa vez, não foi diferente.

No último dia 5 de dezembro, o gigante das buscas online anunciou a implementação de um novo algoritmo, o Helpful Content System. Nele, o Google deixa claro a sua preocupação em entregar os melhores conteúdos para responder às dúvidas dos usuários.

Enquanto sua atualização anterior, o Helpful Content Update, realizada em agosto, chegou apenas para os sites de língua inglesa, o HCS pretende afetar a internet mundialmente. Mas ambos possuem o mesmo objetivo: entregar em seus resultados o melhor conteúdo, original, útil e escrito de pessoas para pessoas.

Portanto, como profissionais de Marketing Digital e SEO que somos diretamente impactados por essas mudanças, é importante saber como elas nos afetam para entregarmos o melhor trabalho possível.

Dessa forma, conquistamos a sonhada relevância, autoridade e ganho de tráfego orgânico, não prejudicando os sites dos clientes. Por isso, neste conteúdo, iremos explicar mais a fundo:

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

O que é o Helpful Content System?

O novo sistema criado pelo Google tem por objetivo entregar na SERP (a página de resultados das pesquisas) os conteúdos mais relevantes, originais e úteis à dúvida do usuário. Logo, sua prioridade é entregar textos ou vídeos que cumpram esses requisitos da forma mais completa possível.

Com isso, o Google pretende filtrar, ou até mesmo rebaixar, conteúdos que ele julgue que não sejam úteis, ou sejam escritos por inteligência artificial, que pareçam automatizados. Assim o buscador garante que redatores e analistas foquem seus esforços em conteúdos que atendam as necessidades do internauta.

O que isso significa na prática? Que não adianta escrever um conteúdo sobre “dicas de viagem para Buenos Aires”, por exemplo, se você nunca sequer visitou ou conhece a capital argentina. Ou escrever um texto sobre um filme sem tê-lo visto no cinema ou em casa.

O Google não vê problema em conteúdos que estejam otimizados nas melhores práticas em SEO. Mas a prioridade de um conteúdo sempre será o usuário em primeiro lugar. Ou seja, conteúdos que expressam a experiência, vivência ou autoridade do escritor em um assunto.

Com isso, o gigante das buscas deseja respostas mais assertivas na SERP. Sempre priorizando atender a uma dúvida que o usuário busca.

Como minha agência pode ajudar os clientes a entenderem o algoritmo?

Para o Google, o conteúdo de um site é um importante fator de ranqueamento. Com a implementação do Helpful Content System os bots do buscador, que fazem o rastreio e leitura nos sites, irão identificar as páginas que não entregam valor ao usuário. A IA (Inteligência Artificial) do buscador já é perfeitamente capaz disso.

Mas o que isso quer dizer? Que as páginas que estejam adequadas e apresentarem conteúdos de valor terão maior destaque e melhores posições, até mesmo chegando ao sonhado topo da SERP.

Por outro lado, todo conteúdo que não entrega nada será relegado à posições piores na página de resultados. E atualmente, apenas 30% dos internautas que fazem busca no Google acessam a segunda página das pesquisas, e 5% a terceira. Ou seja, quanto menos útil for um conteúdo, pior posição e menos acessos ele terá.

Mesmo conteúdos bons em sites que em geral tenham conteúdos poucos acessados, que não tenham valor e sejam artificiais, podem ser prejudicados. Pois a página será prejudicada. Logo, sua chance de aparecer em boas posições na pesquisa e obter acesso cairá consideravelmente.

Então fique atento ao tráfego do site, que pode sofrer alterações durante o processo de implementação do Helpful Content System.

O site foi penalizado: o que fazer?

Como dissemos anteriormente, páginas que possuem conteúdos que sejam artificiais e não respondam às perguntas feitas pelos usuário terão cada vez menos possibilidade de aparecer em posições melhores na SERP. Até mesmo ter graves quedas no tráfego orgânico.

Isso porque, graças ao Helpful Content System, esses conteúdos estão agora atrapalhando o site. O mais indicado nesses casos é realizar uma auditoria, buscando os conteúdos que trazem pouco ou nenhum tráfego, para fazer o content pruning. Uma poda de conteúdo, eliminando aqueles que estão prejudicando seu SEO OnPage.

Você também pode realizar um acompanhamento entre os períodos do mês anterior e do atual para saber quais conteúdos não estão obtendo acessos.

E quanto tempo pode demorar até que um site volte a obter acessos? Até mesmo o próprio buscador, em seu blog, não sabe responder essa pergunta. Mas ele garante que seus classificadores sempre farão essa busca por conteúdos artificiais e, uma vez que eles não o encontrem em uma página, sua leitura sobre ela irá mudar.

Como criar conteúdo confiável e útil para os seus clientes?

Já perceberam a importância de criar conteúdos úteis e originais, não é? São eles que irão atrair os usuários ao site, aumentando o tráfego orgânico e a possibilidade de torná-los novos leads ou clientes.

Mas então como criar um conteúdo que o Google considere confiável e útil? Não é uma resposta simples, mas o próprio gigante das buscas deu algumas dicas de elementos que podem ajudar a atingir os requisitos e performar bem nas pesquisas.

Conteúdo de qualidade

O Google irá prezar por conteúdos que tenham qualidade. Mas qualidade é um atributo muito subjetivo, cada pessoa pode ter uma opinião diferente, não é? Para isso, o buscador indicou os seguintes critérios para considerar um conteúdo de qualidade:

  • ser rico em informações, com relatos, pesquisas e infográficos originais, e não copiados de outros sites;
  • caso o conteúdo seja baseado em outra fonte, acrescente informações que enriqueçam o texto citado;
  • evite manchetes sensacionalistas e mentirosas. O Google não gosta nada de conteúdo clickbait.

O que podemos aprender com os três pontos acima? Que o buscador deseja que os criadores de conteúdo relatem experiências reais, dentro do nicho em que são especialistas. Se você não tem experiência em cuidados com pets, não faça um site ou conteúdo dando dicas para brinquedos que irão entreter seu pet, por exemplo.

E coloque-se no lugar do internauta que busca por essas dicas. Imagine a frustração dele ao ver em sua página um conteúdo igual ao de outra que ele já visitou?

Para melhor instruir os profissionais e criadores de conteúdo, o Google possui um Guia de Boas Maneiras, onde ele deixa claros tópicos do que considera um bom conteúdo. Sempre visando entregar a melhor experiência ao usuário.

Seja um especialista em seu campo de atuação

Outro fator que o Google utiliza para avaliar conteúdo é o EEAT, que foca em quatro pilares: Experiência, Expertise, Autoridade e Confiabilidade (Trustworthiness). Que basicamente são um conjunto de diretrizes que avaliam um conteúdo online.

Portanto, antes de escrever um conteúdo, faça a si mesmo as seguintes perguntas:

  • Eu sou um especialista ou entusiasta que tem um bom conhecimento sobre o tema?
  • Meu conteúdo terá informações confiáveis, com fontes claras, conhecimento especializado e dados sobre o autor ou site da publicação?
  • Meu site (ou o site onde o conteúdo será publicado) é confiável ou uma autoridade no assunto?
  • O conteúdo está com erros factuais que podem ser facilmente verificados?

O que vemos é que é importante pessoas com experiências reconhecidas e comprovada no tema sejam as que irão escrever sobre determinado assunto. Graças ao primeiro “E” dos quatro pilares, o da Experiência. Seja no uso de uma nova ferramenta ou dicas de viagem, por exemplo. Principalmente temas relacionados à áreas sensíveis, como saúde, por exemplo.

Mas como mostrar que se é especialista em algo? Principalmente se tratando de um site. Aqui vale implementar alguns pontos como uma página de autor, e uma descrição de suas atribuições, por exemplo.

Fornecer o máximo de informações e prova social, é o primeiro passo. Outra forma é através do ganho de autoridade, adquirido através de um bom trabalho de Link Building e Digital PR, participando de pautas e textos que fortaleçam um nome ou site como um especialista naquele assunto.

Apresentação e produção de um conteúdo

Outro ponto muito importante para o Google é como um conteúdo é produzido e apresentado ao usuário em um site. Isso quer dizer que o buscador avalia diversos pontos, como:

  • erros ortográficos;
  • desleixo no conteúdo;
  • descaso em sua produção;
  • se o conteúdo (ou elementos atrelados a ele, como vídeos e gráficos, por exemplo), abrirá perfeitamente em dispositivos móveis;
  • quantidade de banners e anúncios que atrapalham a experiência do usuário;

Portanto, nada de escrever conteúdos na pressa, sem dar atenção aos detalhes. Acompanhe o Google Search Console para verificar como anda a experiência do usuário no seu site.

Foque nas pessoas, não no Google

O último critério é o que o Google coloca como o mais importante. Como produtor de conteúdo, ou analista de conteúdo, sua prioridade na hora de criar um texto deve ser atender a uma dúvida do usuário?

Isso quer dizer que não devo otimizar meu conteúdo? Como dissemos anteriormente, o Google não vê problema em textos otimizados para SEO. Mas prepará-lo focando somente em sua performance na SERP não irá trazer benefício nenhum para o seu site.

Então antes de começar um novo texto, responda às seguintes perguntas:

  • O conteúdo fala diretamente com o público-alvo que seu site pretende atingir?
  • O conteúdo será produzido por alguém que tenha experiência ou seja uma autoridade no assunto (alguém que testou alguma ferramenta ou serviço, por exemplo) ?
  • Acha que a pessoa que ler o seu conteúdo terá sua dúvida sanada por ele, e terá uma experiência agradável ao lê-lo?

Se a resposta para todas as perguntas acima for “sim”, quer dizer que você definitivamente está no caminho certo.

Outro ótimo jeito de tornar seu conteúdo mais focado nas pessoas é responder às dúvidas que surgem na FAQ, a parte da SERP destinadas às perguntas mais frequentes. Se são as perguntas que os usuários mais fazem, vale a pena você posicionar o seu site como a solução para tais dúvidas.

O que sua agência pode aprender daqui para frente?

Podemos ver que o Google quer, cada vez mais, entregar resultados fiéis aos internautas. Para isso, produzir bons conteúdos, que coloquem o usuário em primeiro lugar, será essencial.

Com isso aprendemos que um bom conteúdo deve:

  • não se afastar muito do tópico principal;
  • ter experiência no tópico em primeira mão;
  • focar e se especializar em apenas um nicho, e não em diversos;
  • providencie todas as respostas à perguntas do usuário;
  • Não negligencie a experiência do usuário em seu site;
  • Não responda uma pergunta que não possua resposta confirmada;

Como última dica, fique sempre atento ao Guia de Boas Diretrizes do Google para seguir atualizado com as melhores práticas que a plataforma pede.

Acompanhe os conteúdos do blog da Rock Content e a The Beat, a newsletter interativa da Rock com as melhores dicas de SEO e marketing digital. A Rock Content tem para seus clientes, treinamentos completos, incluindo sobre a Atualização do Helpful Content. Tudo isso para a sua agência atender seus clientes de maneira efetiva!

Conteúdo escrito pelo Beto Menezes da SearchLab.