O que é Auto-GPT e o que profissionais de marketing digital devem saber?

Um Presente Pra Você

Em apenas alguns meses, os modelos de IA baseados em linguagem passaram de “não ser do interesse de nenhuma pessoa” para se tornar um dos tópicos mais populares de conversas por aí. Eles também já estão mudando a forma como as pessoas realizam pesquisas, abordam a criação de conteúdo e muito mais.

O ChatGPT é um tema que está facilmente conquistando mais manchetes no momento, graças à sua incrível capacidade de manter conversas surpreendentemente semelhantes às humanas sobre praticamente qualquer assunto. Mas alternativas como a nova versão com inteligência artificial do Bing Search e do Google Bard também estão causando algum rebuliço.

Agora, um novo jogador entrou na conversa coletiva sobre a IA — o Auto-GPT. Mas do que se trata o Auto-GPT, o que o torna diferente e o que os profissionais de marketing experientes precisam saber sobre isso para se manterem à frente do jogo?

Auto-GPT: o que é e como é diferente do ChatGPT?

Se você passou muito tempo usando modelos de linguagem ampla (LLM) como o ChatGPT, também está ciente de sua maior desvantagem geral. Por mais humano que o ChatGPT possa soar quando está respondendo a uma pergunta ou apresentando uma solução para um problema específico, ainda não é capaz de passar para a próxima tarefa por conta própria.

Para continuar uma interação do ChatGPT, cabe a você instruí-lo sobre o que fazer a seguir. Você precisa pedir que ele elabore o tópico atual, faça outra pergunta ou diga qual é o próximo passo, mesmo quando parece ser óbvio.

Um Presente Pra Você

É exatamente assim que o Auto-GPT – um exemplo de IA forte versus IA fraca – é diferente. Em vez de esperar que um usuário humano informe o que vem a seguir em uma sequência com várias etapas, o Auto-GPT pode gerar seus próprios prompts e agir de acordo, criando efetivamente um looping de ação. O programa é capaz de continuar dessa maneira até que a tarefa seja concluída.

O Auto-GPT também pode pesquisar na Web novas informações que possam ser consideradas ao concluir uma tarefa, enquanto o ChatGPT é limitado ao que já foi ensinado. Isso torna o Auto-GPT mais semelhante ao novo Bing Search, que utiliza a tecnologia GPT-4 para transmitir informações e executar comandos.

Embora o Auto-GPT seja baseado na mesma tecnologia do ChatGPT, não é um produto OpenAI. É um aplicativo de código aberto disponível para qualquer pessoa no GitHub, embora os usuários interessados devam estar preparados para configurá-lo primeiro.

Do que o Auto-GPT é capaz?

O ChatGPT é fantástico em muitas tarefas, incluindo escrever código, projetar software e programar. No entanto, sua incapacidade de lidar com tarefas complexas de várias etapas o limita a aplicativos mais curtos e simples.

O Auto-GPT, por outro lado, pode fazer coisas como desenvolver e programar vários aplicativos do começo ao fim. Graças ao seu alcance e capacidades, você também pode usá-lo para:

  • Realizar pesquisas de mercado complexas
  • Localizar, compilar e organizar informações
  • Fazer um brainstorming e descrever planos de negócios, estratégias de publicidade e muito mais
  • Construir sites
  • Gerar códigos de depuração
  • Escrever um email

Quais são as desvantagens do Auto-GPT?

Como o ChatGPT e programas semelhantes, o Auto-GPT definitivamente tem a capacidade de ser útil para profissionais de todos os tipos. No entanto, está longe de ser perfeito e vem associado a certas desvantagens. Aqui estão alguns exemplos a serem considerados.

  • Os usuários encontraram casos em que o Auto-GPT abordou tarefas de maneiras inesperadas, imprevisíveis ou indesejáveis
  • Como os desenvolvedores configuraram o Auto-GPT usando os mesmos modelos de idioma do ChatGPT, ele pode produzir as mesmas imprecisões e cometer erros.
  • O Auto-GPT geralmente tem dificuldades para lembrar de tarefas concluídas anteriormente ao tentar lidar com novas.

E, por mais eficientes que os programas baseados em IA possam ser em algumas coisas, eles não se destacam tão bem em outras. Por exemplo, um programa de IA não pode ter empatia com um ser humano ou falar de uma experiência humana genuína e prática da maneira que uma pessoa pode.

Por esta razão, nenhum programa de IA — mesmo um tão eficiente quanto o Auto-GPT — será capaz de substituir os seres humanos. E, claro, é essencial que os especialistas humanos participem plenamente de todas as tarefas atribuídas às ferramentas de IA para garantir precisão e correção.

O que o Auto-GPT significa para os profissionais de marketing?

Os profissionais de marketing digital, escritores de conteúdo e outros profissionais não precisam se preocupar que o Auto-GPT ou qualquer outro programa de IA os substitua ou os tornem obsoletos, pois os programas não podem duplicar a originalidade humana.

No entanto, o Auto-GPT pode ser uma ferramenta útil que facilite e ajude profissionais de marketing a otimizar fluxos de trabalho e conclusão de projetos. Pesquisa, organização, codificação e tarefas semelhantes podem ser concluídas mais rapidamente. Enquanto isso, os membros da equipe podem se concentrar em tarefas que exigem criatividade, originalidade e experiência humana.

Por fim, a tecnologia de IA está evoluindo rapidamente e não há como dizer onde a indústria poderá estar daqui a alguns meses. No entanto, mesmo as melhores soluções de IA sempre exigirão uma mente humana no comando.

Quer continuar atualizado com as melhores práticas de Marketing? Então se inscreva na The Beat, a newsletter interativa da Rock Content. Lá, você encontrará todas as tendências que importam no cenário do Marketing Digital. Vejo você lá!

Please follow and like us:
Um Presente Pra Você