Instagram admite que focou demais em vídeos e vai dar mais destaque para fotos em 2023

Um Presente Pra Você

Já tem um tempo que acompanhamos essa novela.

O Instagram estava totalmente focado em combater o crescimento do TikTok e se voltou para os vídeos, o que irritou alguns de seus usuários antigos.

A empresa chegou a dizer que o Instagram “deixaria de ser um aplicativo antiquado de compartilhamento de fotos” e testou um feed horrível muito parecido com o concorrente chinês.

E agora… simplesmente voltou atrás.

O CEO do Instagram, Adam Mosseri, reconheceu que o aplicativo focou demais em vídeos em 2022 e mudará seu foco de volta para as fotos em 2023.

Sinceramente, não sei se fico feliz em ouvir isso ou se estou apenas irritada. Como usuária, estou bastante feliz, já que me agrada usar o Instagram também como um aplicativo de compartilhamento de fotos: um lugar onde posso compartilhar minha vida diária e acompanhar meus amigos, celebridades favoritas, criadores e marcas.

No entanto, como profissional de marketing, devo dizer que a notícia é um pouco cansativa. Não me leve a mal, os reels são ótimos, e é bem improvável atualmente pensar em uma estratégia de social media sem incluir vídeos. Mas não é um tanto exaustivo tentar acompanhar os algoritmos ​​de uma rede social que parece insegura sobre qual caminho quer seguir?

E isso também me deixou curiosa. Por que o Instagram voltou atrás em sua decisão? Afinal, o que podemos esperar do app em 2023?

Aqui estão as minhas ideias.

Fotos, vídeos… e fotos novamente. O que aconteceu com o Instagram?

Se você é usuário do Instagram, sabe que o app vem tentando conter o crescimento do TikTok e manter seus usuários na plataforma há algum tempo.

Um Presente Pra Você

Para conseguir isso, eles introduziram vários recursos, como reels, stories de 60 segundos, bônus em dinheiro para os principais criadores e até mesmo um novo layout para o aplicativo no estilo TikTok, juntamente com um novo algoritmo que priorizava vídeos em vez de outros conteúdos.

O problema é que essas mudanças não só não impediram em nada o crescimento do TikTok como também não agradaram uma parcela grande de usuários. Ou seja, simplesmente não estava funcionando para ninguém.

E Adam Mosseri percebeu isso. Em uma recente sessão de perguntas e respostas com usuários, ele reconheceu: “Acho que estávamos focados demais no vídeo em 2022 e levamos essa classificação longe demais e basicamente mostramos muitos vídeos e poucas fotos.”

Mosseri afirmou que, desde então, o Instagram tem trabalhado para restaurar uma abordagem mais equilibrada e as métricas internas indicam que isso está funcionando.

“Coisas como quantas vezes alguém curte fotos versus vídeos e quantas vezes alguém comenta em fotos versus vídeos são aproximadamente iguais, o que é um bom sinal de que as coisas estão equilibradas. Conforme existirem mais vídeos no Instagram, será porque é isso que está gerando mais engajamento geral. Mas as fotos sempre serão uma parte importante do que fazemos.”

E agora? O que esperar do Instagram em 2023?

Vendo pelo lado positivo, o reconhecimento do CEO do Instagram de que o valor do aplicativo reside em sua variedade de tipos de conteúdo em um só lugar é uma notícia positiva. Será interessante ver como o conteúdo do Instagram evolui este ano, com maior ênfase no conteúdo relevante para sua marca e público, em vez de depender de músicas em alta para reels.

No entanto, devo admitir que ainda parece que o Instagram perdeu o rumo. Resta saber se esta mudança é um passo para experiências mais autênticas.

O Instagram tem se concentrado demais em tendências e na competição com outros aplicativos, em vez de encontrar seu próprio nicho. Na verdade, é muito engraçado que o Instagram esteja voltando a focar em fotos depois que BeReal ganhou popularidade em 2022, enquanto seu concorrente, Candid Stories, não conseguiu causar um impacto significativo.

Se me permite dar um conselho, e se você ainda não o fez: não confie muito no Instagram para sua estratégia de marketing. Afinal, é um jogo muito arriscado fazer isso com um app que ainda não decidiu o que quer ser.

Então, por enquanto, apenas dance conforme a música. Nunca sabemos quando Mosseri pode acelerar o foco do algoritmo novamente. Reels? Fotos? Carrosséis? Lives? Quem sabe?

Continue experimentando os diferentes formatos oferecidos pelo app. Se o seu público estiver alinhado com o seu conteúdo, você provavelmente verá resultados. Tenha em mente que o foco do algoritmo pode mudar a qualquer momento, por isso é melhor ter a mente aberta sobre a direção que o Instagram pode tomar no futuro.

Quer continuar atualizado com as melhores práticas de Marketing? Então se inscreva na The Beat, o boletim interativo da Rock Content. Lá, você encontrará todas as tendências que importam no cenário do Marketing Digital. Vejo você lá!

Please follow and like us:
Um Presente Pra Você