Conteúdo interativo para agências: diferenciação e lucratividade

Um Presente Pra Você

No contexto de concorrência acirrada e cenário econômico instável que pauta os últimos anos, as agências de comunicação enfrentam um duplo desafio: manter seu lugar no mercado e melhorar os resultados dos seus clientes.

Mas também enxergo uma era de inovação para o Marketing Digital, com diversos recursos que ajudam os profissionais de marketing e as empresas. Um bom exemplo é o conteúdo interativo, cada vez mais presente em sites, blogs e e-mails.

Inclusive, uma pesquisa da Mediafly, realizada com dados de 2020 a 2022, mostra que 94% dos clientes que investiram em conteúdo interativo tiveram um maior aumento nas visualizações em relação ao conteúdo estático. Então, as agências que não incorporarem o conteúdo interativo em seu portfólio correm o risco de ficar para trás.

Neste artigo, explico o contexto que estamos atravessando e como o conteúdo interativo pode ser uma chave para o seu sucesso. Acompanhe a leitura!

Os principais desafios financeiros que as agências enfrentarão em 2023

O ano de 2023 teve um início bem desafiador, trazendo um contexto bastante complexo, pautado pela inflação e a guerra. Com isso, várias empresas precisaram cortar despesas e até desligar parte da força de trabalho, para citar apenas alguns aspectos.

Dessa forma, observamos um cenário de restrição de investimentos, e acredito que as empresas serão ainda mais cautelosas na hora de decidir onde investir seus esforços de marketing e publicidade. E isso significa que contar com um ROI elevado é ainda mais crucial.

Diante desse cenário, ter um diferencial competitivo pode ser um ponto importante para destacar sua agência. No entanto, é preciso pensar em algo que realmente posicionará sua agência de forma estratégica, com potencial de gerar melhores resultados — e de forma mais rápida — para seus clientes. Só assim será possível manter uma boa posição no mercado e superar os desafios impostos pelo atual contexto de instabilidade.

O potencial do conteúdo interativo no aumento dos resultados de clientes de agências

Vivemos em um mundo digital que demanda cada vez mais por interação e experiências personalizadas de conteúdo. Inclusive, as agências parceiras da Rock Content que já têm conteúdos interativos em seu portfólio de serviços relatam um aumento nas taxas de conversão e maior engajamento dos leads.

Em um caso, uma de nossas agências parceiras conseguiu reduzir a taxa de bounce para 14% utilizando estratégias de infográfico e ebooks interativos. E uma outra agência parceira conseguiu aumentar o número de conversões dos clientes em 30% utilizando buscadores de solução e assessments, além de ter um aumento de 40% na renovação dos contratos de recorrência dos clientes ao incluir uma estratégia de recorrência de conteúdo interativo.

Nesse sentido, alguns aspectos importantes para o sucesso das agências com o conteúdo interativo têm sido:

  • a rápida curva de aprendizado;
  • a diversidade de conteúdos interativos;
  • a agilidade e facilidade de publicação.

Além disso, uma estratégia bastante efetiva é escolher o conteúdo estático de maior conversão como primeiro conteúdo a ser migrado para o modelo interativo. Dessa forma, as chances de resultados melhores aumentam consideravelmente, já que se trata do lançamento de um conteúdo com histórico de boa performance.

Um ponto fundamental é a diversidade de tipos de conteúdos interativos, o que permite criar experiências mais atrativas, que fazem sentido para a jornada de compra do lead. Isso gera um maior engajamento.

Um Presente Pra Você

O impacto de ter um diferencial no faturamento e lucratividade das agências 

Com soluções diferenciadas para os clientes, as agências só têm a ganhar, é possível produzir conteúdos com alto valor agregado, sem a necessidade de programadores, reduzindo muito o custo e gerando maiores margens de lucro.

Se a sua agência já tem clientes com uma estratégia de conteúdo, o próximo passo é a sofisticação dessa estratégia utilizando conteúdos interativos, aumentando, naturalmente, o fee mensal de cada cliente e um aumento na margem de lucro. É um processo ganha-ganha para a agência e o cliente, que resulta em maiores taxas de conversão, uma melhor diferenciação dos conteúdos e mais agilidade na produção e publicação.

Produzir conteúdo interativo está cada vez mais acessível

Atualmente, é possível criar conteúdos interativos sem a necessidade de programadores, utilizando ferramentas no-code, como o Ion da Rock Content.

No próprio Ion, existem diversos modelos de conteúdos interativos e um programa de treinamento robusto. Além disso, há integrações com as principais plataformas de automação de marketing e ferramentas de publicação direta e responsiva.

Além da plataforma ser muito completa,  o programa de parcerias da Rock Content oferece todo o treinamento e o suporte necessários para sua implementação na agência, tanto na parte técnica, quanto na comercial.

E isso faz toda a diferença, temos experiência para ajudar as agências a venderem uma estratégia de conteúdo que inclua interatividade como um diferencial. 

E isso vale, claro, para as agências

A criação de conteúdo interativo é uma extensão do que as agências já oferecem. Pensando pela parte da estratégia, a agência passa a contar com uma gama maior de possibilidades de conteúdo. Percebo que hoje é muito comum a oferta de e-books e infográficos estáticos, mas isso limita o universo de atuação.

Quando incluímos os conteúdos interativos, estamos ampliando essas possibilidades para calculadoras, solution finders, quizzes e até infográficos e e-books interativos. Essa diversificação ajuda muito a agência a criar conteúdos interativos que fazem mais sentido para cada etapa do funil, aumentando a conversão e os resultados para seus clientes.

Conteúdo interativo é a melhor forma de coletar dados respeitando a privacidade dos usuários

Com as novas regras de proteção de dados, como as impostas pela LGPD, está cada vez mais desafiador ter acesso aos dados de consumidores. Nesse sentido, é interessante que as agências pensem em alternativas próprias, que possibilitem ao cliente criar a sua audiência e, ao mesmo tempo, coletar dados — tudo isso sem depender das redes sociais.

Softwares de produção de conteúdos interativos, como o Ion, permitem coletar dados primários de usuários a partir dos seus comportamentos na página (onde clicou, onde permaneceu mais tempo, quais informações foram mais interessantes etc) sempre com consentimento do usuário.

E como são dados primários, você consegue ter um controle total sobre esses dados, aumentando a segurança para a empresa e para as pessoas que interagem com o conteúdo.

Acredito que essa seja uma estratégia de grande sucesso no atual cenário, e o primeiro passo é contar com ferramentas que permitam esse tipo de atuação. Também é importante começar o quanto antes, já que a tendência é que cada vez mais marcas sigam esse caminho.

Os cases têm nos mostrado que os conteúdos estáticos vêm sendo substituídos por conteúdos interativos, que oferecem uma melhor experiência aos usuários. E esse processo é impulsionado por um contexto econômico desafiador, que exige uma maior eficiência de marketing.

Já do lado das agências, com as novas ferramentas de automação de marketing e a evolução da inteligência artificial, aderir a essa tendência se torna cada vez mais acessível.

Você tem interesse em alavancar seu conteúdo interativo? Conheça o Ion e saiba como o programa de parcerias da Rock Content pode ajudar sua agência!

Please follow and like us:
Um Presente Pra Você