5 lições de marketing de marcas no Rock in Rio

Um Presente Pra Você

Por que analisar a relação entre Rock in Rio e marketing? O marketing de experiência é uma das principais estratégias para surpreender a audiência, fidelizar clientes e criar uma base de fãs. 

Dentro dessa estratégia, os eventos conquistam resultados expressivos com o público, ampliando o alcance da marca de forma eficiente. Dessa forma, as marcas patrocinadoras do Rock in Rio podem aproveitar este grande palco como oportunidade de inovar nas estratégias. 

Com uma expectativa de 700 mil participantes na edição de 2024, o Rock in Rio não impacta apenas o público que vai até a cidade do Rock. O contato do público com o evento vai desde experiências de conteúdo até os shows em si.

Neste artigo, apresentaremos 5 lições de marketing que aconteceram no Rock in Rio 2022. Essa é uma ótima oportunidade para nos inspirarmos em estratégias de sucesso enquanto aguardamos as novidades para a edição de 2024, cujas vendas ao público geral iniciam em maio.

Na edição de 2024, temos o Itaú como patrocinador master do Rock in Rio, além de outras marcas como Heineken, Ipiranga, Doritos, Prudential, Tim, C&A, Volkswagen, Coca-Cola, Natura, Seara e KitKat. 

Continue lendo e inspire-se para usar o Rock in Rio e marketing como lema para turbinar as ações do seu negócio!

Lição 1: Tenha parcerias estratégicas 

Como patrocinador master do Rock in Rio 2022, o Itaú Unibanco teve um espaço exclusivo dentro do evento: a Arena Itaú. Estes espaços temáticos dentro de eventos são excelentes estratégias para ampliar o posicionamento da marca e reforçar a exposição dela com o público.

Foi neste ambiente que o banco fez uma parceria com a rede social TikTok, criando uma ação de marketing experiencial bastante inovadora. 

Eles desenvolveram um conceito chamado “O Palco é Todo Seu”, no qual artistas foram selecionados por uma curadoria realizada pelo TikTok para tocar no Rock in Rio. Ao final, tivemos apresentações de artistas escolhidos pelo público como Baco Exu do Blues, Dead Fish e Pedro Sampaio, que também puderam ser acompanhados ao vivo no perfil do Itaú no TikTok.

Ficou interessado em fazer algo semelhante? Não pense que esse tipo de estratégia está atrelada apenas a empresas gigantes. 

Para montar uma proposta de parceria de sucesso como esta ação de comunicação e marketing Rock in Rio feita pelo Itaú + TikTok, vale a pena considerar alguns pontos em seu planejamento, válidos para qualquer negócio:

  • público — antes de fechar a parceria é importante pensar qual é o público que a empresa ou personalidade vai alcançar e descobrir qual é o nível de proximidade deste perfil com o que você oferece;
  • benefícios — é preciso ficar claro o que cada um vai ganhar com essa parceria, tanto sua empresa e a outra empresa parceira quanto o público que será impactado;
  • escopo — aqui entra um ponto importante da parceria que é a descrição de tudo o que vai fazer, quais são os responsáveis por cada etapa, prazos e expectativas de resultados.

Dessa forma, você consegue potencializar o investimento em marketing, oferecer uma experiência ainda mais surpreendente e para um público ainda maior (se for considerado a soma das audiências das partes envolvidas na estratégia).

Lição 2: Aposte no marketing de experiência

Quem disse que patrocinar um evento significa se restringir à exibição da logomarca? Se o objetivo do Rock in Rio é o compromisso de contribuir para a construção de um futuro melhor para a sociedade, então a música, mesmo que seja o ponto central da programação, não precisa ser o único foco da ação de todos os espaços e empresas presentes.

Foi pensando dessa forma que a Natura decidiu apresentar algo diferente no seu espaço dentro do Rock in Rio 2022. 

A Natura é uma marca renomada por sua linha de produtos cosméticos, destacando-se pelo uso de ingredientes naturais e pela valorização de fragrâncias únicas que remetem à riqueza da biodiversidade brasileira. No Rock in Rio, a empresa ofereceu uma ação de experiência imersiva, construindo o que foi conhecido como Nave Natura. 

A Nave Natura foi concebida não apenas como uma simulação da floresta amazônica, mas como uma celebração profunda e multifacetada da Amazônia Contemporânea — uma Amazônia que transborda. 

Esse ambiente inovador foi meticulosamente planejado para transcender a mera representação física da floresta, mergulhando os visitantes em uma experiência que abraça a pluralidade, a ancestralidade e a contemporaneidade da região.

Em uma imersão na arte, cultura, música e ambiente presentes na floresta, o espaço contou com o uso de muita criatividade e, claro, tecnologias, para promover estímulos visuais. Além disso, a experiência também contou com sons, aromas e outros recursos para expandir a percepção dos participantes. 

Fonte: site Natura 

O espaço foi enriquecido com projeções que variavam do chão ao teto, contando histórias da Amazônia sob a perspectiva de artistas locais e potencializado pela maior aparelhagem já construída por João do Som, transformando a Nave em uma festa pulsante que representou a diversidade da região.

Ao incorporar diferentes aspectos que reforçam a pluralidade cultural e riqueza da região, a marca conseguiu criar uma conexão direta com sua linha de produtos, reforçando sua identidade e valores.

O marketing de experiência tem a grande vantagem de marcar o participante — seja em um evento, seja fora dele. 

E, ao contrário do que possa parecer, não é necessário fazer um investimento grande para este tipo de ação: o mais importante é conhecer muito bem sua persona, quais são seus desejos e seu jeito de ser para adaptar suas ideias ao orçamento disponível. 

Quer ver alguns exemplos?

Se você possui um negócio de entretenimento ou uma loja de jogos, pode criar uma experiência de escape room temática. Um “Escape Room de Mistério de Detetive” onde os participantes são imersos em um cenário de investigação criminal e precisam resolver enigmas e pistas para desvendar o mistério antes que o tempo acabe.  

Se você tem uma loja de artesanato ou um espaço cultural, organize uma oficina de arte sustentável, onde os participantes possam criar suas próprias obras de arte usando materiais recicláveis ou naturais. Esse tipo de experiência imersiva não só promove a conscientização ambiental, mas também valoriza a cultura e a arte local. 

As possibilidades são infinitas!

Lição 3: Tenha sustentabilidade como foco

Nesta era do consumidor ultrarracional e mais consciente, fica cada vez mais importante que as ações de marketing estejam alinhadas a outras pautas como a responsabilidade social e ambiental. Vale destacar que estas ações devem passar da pura publicização e se transformar em propósito e valores da própria empresa.

É a partir deste ponto que é possível mostrar para o público o quanto sua marca está alinhada aos princípios e propósitos dos clientes. Um exemplo de Rock in Rio e marketing que mostrou essa lição foi a microfloresta urbana criada pela Heineken na edição de 2022 do evento.

Um Presente Pra Você

A empresa, em parceria com a Agência Atenas, criou o Rock District, espaço de 900m2 no Parque Olímpico, com espécies nativas da Mata Atlântica. Esta iniciativa está contida no objetivo maior da Heineken de implantar pequenas florestas urbanas em 19 capitais brasileiras até 2030, visando promover a sustentabilidade e a conexão com a natureza em ambientes urbanos.

Esse ambiente proporcionou uma experiência imersiva, unindo música e sustentabilidade, ao permitir que os visitantes compusessem músicas interagindo com espécies nativas da Mata Atlântica. 

Dentro de um domo iluminado e decorado com plantas, os participantes puderam criar melodias originais a partir dos sons captados das vibrações das plantas, em uma atividade desenvolvida em colaboração com a rapper indígena Brisa Flow e seu grupo musical. 

Os visitantes também puderam explorar os aromas e texturas das plantas, tornando a visita uma jornada sensorial e interativa. 

Além de contribuir para a compensação de carbono, reduzindo a pegada ecológica do evento, este tipo de ação é muito bem recebido pelo público. Abaixo, você confere um vídeo-case da iniciativa.

[embedded content]

Vale destacar que existem ações sustentáveis para empresas dos mais variados custos de investimento. Por exemplo, criar um pequeno projeto de hortas urbanas pode ter um valor baixo e ser bem mais acessível para sua realidade.

O importante é que a ação seja coerente com sua empresa e esteja dentro de um plano e não acabe se transformando em uma prática de greenwashing (uma espécie de falso marketing verde).

Lição 4: Não abra mão do engajamento do público

DJs e encontros musicais inéditos, diversidade e muitas tendências ditadas por influenciadores foram alguns dos pontos fortes que a Coca-Cola ofereceu no seu espaço Coke Studio, mais uma das arenas Rock in Rio e marketing, com 600m2 de interação e música. 

A empresa apresentou na edição de 2022 do Rock in Rio uma programação de músicos presencialmente, sempre inovando com a integração entre estilos diversificados dividindo o palco. Além disso, a Coca-Cola também apostou em uma ação que já foi um sucesso em outras edições do evento: o Rock in Verse. No metaverso, a marca ofereceu uma experiência inédita do jogo Fortnite.

Com essa aposta, a Coca-Cola talvez tenha mostrado qual é um dos pontos mais fortes para conseguir o engajamento do público: alinhar suas ações com a expectativa da audiência. Muitas empresas deixam de desenvolver ações de engajamento com o público por acreditarem que esse tipo de estratégia não tem previsibilidade.

A verdade é que o trabalho para engajar o público, assim como nas outras etapas do marketing, consiste em conhecer muito bem que cliente é esse, como ele pensa, age e no que ele acredita.

Quando o assunto é aumentar o engajamento, é fundamental pensar em alguns pontos como:

  • desenvolvimento da persona — conheça muito bem seu público e desenvolva ações coerentes com o que ele espera ou está vivendo naquele momento;
  • linhas editoriais — entenda quais temas relevantes para sua audiência também fazem sentido para sua empresa e descubra em qual perspectiva você pode trabalhar sobre o assunto;
  • presença — estabeleça quais canais (físicos ou online) são mais relevantes e escolha como engajar o público em cada um deles;
  • originalidade — desenvolva um tom de voz para a marca e aposte em um relacionamento autêntico, assim, as pessoas vão se conectar de forma muito mais fácil e verdadeira.

Lição 5: Maximize a exposição da marca

Estreando no Rock in Rio e marketing, a KitKat superou a exposição da marca durante o evento. O chocolate foi o item campeão de vendas durante o Rock in Rio 2022, entregando mais de 215 mil chocolates para o público. Além disso, a marca apostou na distribuição de brindes.

Com o intuito de se aproximar do público jovem, a marca do chocolate apresentou dois novos sabores em sintonia com o Rock in Rio: o KitKat Sunrise e o KitKat Sex on The Beach. 

Apesar de tudo isso, um dos maiores retornos na exposição da marca talvez tenha sido na geração da mídia espontânea. A marca gerou quase 9 milhões de reais em mídia espontânea no Rock in Rio.

Isso mostra que apostar na comunicação e marketing Rock in Rio ou em qualquer outro evento tem efeitos muito mais eficientes quando a empresa aposta em ações e conteúdos surpreendentes, que atraiam o olhar da imprensa e a curiosidade do público.

E como adaptar para sua realidade? Se você possui uma loja de roupas ou acessórios, pode criar uma experiência de marca que inclua a distribuição de brindes personalizados. Durante um evento local, ter um estande onde os clientes podem personalizar camisetas ou bonés com estampas exclusivas relacionadas ao festival.

Além disso, você pode criar um espaço interativo com música, fotografia e outras atividades que reflitam o espírito do evento, incentivando os clientes a compartilhar suas experiências nas redes sociais, gerando mídia espontânea para sua marca.

Conclusão

Gostou de ver como Rock in Rio e marketing é uma estratégia fundamental para que grandes marcas ganhem visibilidade e aumentem o alcance do público por meio de experiências únicas? 

Uma perspectiva interessante sobre isso é oferecida por pesquisadoras em um estudo sobre o festival:

“(…) o Rock in Rio pode ser considerado como um serviço self-service, pois cada pessoa pode fazer o seu próprio roteiro do festival, criando uma experiência particular (…). Esta abordagem do marketing de experiência fornece um momento agradável ao consumidor de forma direta e sutil, despertando sensações e emoções que ficam na memória e faz com que a marca esteja sempre associada ao momento inesquecível.(…)”

Então, fica claro que eventos como esse oferecem oportunidades valiosas para aumentar a visibilidade, engajar e fortalecer o relacionamento com o público. Além disso, o conteúdo desempenha um papel essencial para intensificar o impacto de todas as ações promocionais.

As lições de marketing extraídas das estratégias de grandes marcas no Rock in Rio podem servir de inspiração para empresas de todos os tamanhos. As abordagens apresentadas devem ser adaptadas aos contextos específicos dos eventos nos quais as marcas da sua audiência estão envolvidas. 

Encorajamos os profissionais de marketing a se inspirarem nessas ideias e a considerarem como elas podem ser aplicadas de maneira criativa e eficaz em suas próprias iniciativas de marketing! 

O primeiro passo começa aqui: experimente a plataforma WriterAccess e descubra como garantir os melhores conteúdos para potencializar o apoio da sua empresa em eventos e parcerias estratégicas!

Please follow and like us:
Um Presente Pra Você