Guia de prompts de Inteligência Artificial para Produção de Conteúdo

Que a inteligência artificial chegou para ficar, isso já sabemos. Agora, quando falamos em produção de conteúdo com a ajuda de inteligência artificial, algumas dúvidas podem acabar surgindo quando falamos de um equilíbrio entre a ajuda que a IA pode nos dar e, ao mesmo tempo, conseguir criar conteúdos que sejam originais e de fato, criado por humanos.

Muitas pessoas ainda têm receio de pedir ajuda às ferramentas de IA para auxiliar na criação de conteúdo. Sabemos que a melhor prática não é apenas copiar e colar um conteúdo feito por uma inteligência artificial, mas sim, ter ajuda dessas ferramentas para aumentar a produtividade no dia a dia. 

Por isso, hoje eu trouxe para vocês, alguns prompts de inteligência artificial que irão te auxiliar nessa missão de produzir conteúdos de qualidade e que irão entregar uma boa experiência para o usuário.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Prompts para Produção de Conteúdo: como utilizar em ferramentas de inteligência artificial?

Às vezes, estamos com tantas tarefas para fazer, que acabamos nos sentindo muito pressionados na hora de criar vários conteúdos em um curto espaço de tempo. Para profissionais freelancers, por exemplo, que às vezes possuem diversos clientes, ter uma ajudinha pode ser o melhor caminho para ter uma maior produtividade e entregar seus trabalhos com qualidade.

Na hora de criar conteúdos e ir buscar apoio, seja com o ChatGPT ou outra ferramenta de IA – ou qualquer outra ferramenta sem IA, podemos utilizar prompts que irão adiantar e muito o trabalho. Aqui na Rock mesmo, por exemplo, temos alguns prompts que fomos testando até encontrar a melhor maneira de utilizá-los.

Prompts para criação de Conteúdo

Briefing:

  • Faça um briefing com tópicos para um conteúdo com o título [Insira o título do post] com a keyword principal [kw principal] e [kw secundária]. 
  • Que tópicos podem ser abordados em um artigo com título “Insira o título do post” com a keyword principal [kw principal] e [kw secundária]. 
  • Crie um briefing completo para a criação de um conteúdo otimizado para os mecanismos de busca que entregue uma boa experiência para os usuários, com a keyword principal sendo [kw principal], o título [Insira o título do post]. O objetivo do artigo é [insira o objetivo do artigo. O que sua marca tem como intenção ao fazer esse artigo?]. A audiência desse artigo são [pessoas interessadas em assunto x] e suas buscas também podem ser sobre [insira palavras-chave secundárias].
Interface do Chatgpt criando um briefing com o primeiro prompt da lista desse post.

Criação de Artigo:

  • Escreva um artigo sobre [tópico principal], com a palavra-chave principal sendo [kw principal]. Fale sobre [pontos que não podem estar de fora do texto]. O texto deve ter linguagem clara e [informal, formal? Diga como o texto deve ser comunicado]. O conteúdo deve ter no mínimo [x] caracteres.
  • Faça um resumo sobre o texto abaixo, falando sobre os pontos principais de maneira clara e objetiva. O resumo será inserido abaixo do título de um artigo, e, por isso, deve ser curto: [inserir texto do artigo]
Interface do Chatgpt criando um artigo com o primeiro prompt da lista desse post.

Palavras-chave:

  • Quero [X] sugestões de palavras-chave que falem sobre [tópico]
  • Gere uma lista de [x] palavras-chave sobre [tópico]. Ordene essas palavras-chave em etapas de funil de vendas, com palavras-chave no topo do funil, meio do funil e fundo do funil.
  • Crie uma lista de palavras-chave de indexação semântica latente que se relacionem sobre [tópico].
  • Separe tópicos por intenção de buscas (transacional, informacional, navegacional e comercial) [indicar os tópicos]

Interface do Chatgpt criando uma lista de palavras-chave com o primeiro prompt da lista desse post.

Interface do Chatgpt criando uma lista de palavras-chave com o primeiro prompt da lista desse post.

Outros prompts

  • Atualização de Conteúdo: Quais tópicos estão faltando neste artigo? Existe alguma informação para atualizar ou para abordar com mais profundidade? [insira o texto]
  • Clusterização de URLs: Clusterize as seguintes URLs: [listar as URLs]
  • Sugestão de imagens: Sugira uma imagem [especificar a finalidade da imagem] para um conteúdo sobre [descrever o conteúdo]
  • Dados estruturados: Gere o código de dados estruturados de um negócio local para a empresa [nome da empresa] e insira as informações que devem ser abordadas em cada campo do negócio.
  • Canonical Tag: Crie o código de canonical tag para o link: [insira o link]

Lembre-se de adaptar os prompts de acordo com a necessidade

Como dito antes, é claro que podemos utilizar a inteligência artificial no nosso dia a dia como criadores de conteúdo. No entanto, lembre-se que utilizar, por exemplo, um conteúdo criado 100% por inteligência artificial não é a melhor prática para seu negócio!

Para especialistas de SEO e de Conteúdo, principalmente quem costuma revisar sempre os textos, é muito fácil identificar que conteúdo foi criado com IA e qual foi, de fato, feito por um ser humano.

Se você trabalha como freelancer e entrega um texto completamente feito por inteligência artificial, saiba que o risco que estará correndo de até mesmo perder trabalhos. O valor de um texto feito por uma pessoa é muito maior, por exemplo, para os mecanismos de busca. Lembre-se das práticas EEAT e de como elas podem afetar o comportamento de um artigo publicado na web.

A tecnologia está presente para nos ajudar e não para nos prejudicar. Adapte as informações recebidas pelas ferramentas de IA de acordo com o negócio para o qual você está escrevendo. Portanto, lembre-se: bons conteúdos estarão sempre se destacando mais do que conteúdos preguiçosos.

Se, no seu negócio, você precisa de criação de conteúdo de qualidade, lembre-se que o WriterAccess pode ser testado por 14 dias gratuitamente! Não apenas redatores, mas você também encontrará revisores, designers e tradutores especializados em diversos nichos do mercado.

Como iniciar sua jornada de conteúdo com o teste gratuito de 14 dias no WriterAccess

Os profissionais de marketing estão sempre em busca de novas maneiras de realizar suas tarefas em menos tempo ou de forma mais simplificada. E essa pode ser a razão pela qual uma plataforma como o WriterAccess sempre chama a atenção das pessoas.

O WriterAccess permite que você dimensione sua criação de conteúdo com redatores, editores, designers, ilustradores e animadores criativos selecionados com flexibilidade de preços, escopo e prazos.

A plataforma ajuda você a encontrar os talentos mais qualificados e específicos do setor, com conhecimento técnico para oferecer um ROI superior.

Se você decidiu experimentar e fazer o teste gratuito de 14 dias, este é o melhor lugar para encontrar tudo o que você precisa saber para aproveitar a plataforma ao máximo.

Se você nunca ouviu falar do WriterAccess antes, mas esse conteúdo chamou sua atenção, tenho uma ótima notícia para compartilhar: você pode ter acesso a um teste gratuito de 14 dias. Tudo que você precisa fazer é se inscrever aqui.

Uma breve introdução

Assim que você concluir o processo de assinatura, esta é a primeira tela que você verá: o painel de controle (dashboard) do WriterAccess.

Dashboard WriterAccess

Esta página não trará muitos insights a princípio porque você ainda não interagiu com a plataforma. Mas assim que você começar a usá-la, ela lhe dará uma visão abrangente do seu trabalho: seu plano de assinatura, quantos créditos restam, a lista de mensagens trocadas com talentos, suas despesas mensais, os principais freelancers com quem você trabalha e algumas sugestões de conteúdo.

Como você pode ver na imagem acima, o produto também possui uma seção de onboarding chamada “Primeiros passos” para ajudar você a começar. Mas este artigo também tem o mesmo objetivo, Este artigo também tem o mesmo objetivo, mas de uma forma muito mais detalhada e trazendo as minhas percepções e dicas

Como procurar por talentos

Antes de explicar como se pode encontrar o time de escritores dos sonhos, deixe-me compartilhar alguns detalhes sobre nosso processo de avaliação dos freelancers que temos em nosso software.

Todos eles passam por um processo de 4 etapas:

  • Candidatura: no qual profissionais demonstram interesse em trabalhar conosco e enviam os seus dados pessoais;
  • Avaliação de currículos: nossa equipe verifica se aquela pessoa realmente possui as qualificações necessárias para trabalhar com redação, revisão ou qualquer modalidade pela qual tenha demonstrado interesse;
  • Avaliação de Portfólio: para compreender a qualidade do trabalho deste profissional;
  • Teste de Proficiência: enviamos uma tarefa específica para aquele freelancer.

Com base em todas essas informações, conseguimos avaliar se esse profissional deveria ou não ser incluído em nossa base de talentos e atribuímos a ele uma pontuação dentro do nosso sistema de rating.

A classificação vai de 2 a 6 estrelas:

  • 5 – 6 estrelas: especialistas e experts em um determinado assunto
  • 4 estrelas ou mais: nessa categoria, você já encontrará profissionais com experiência comprovada em Search Engine Optimization (SEO).
  • 2 – 3 estrelas: generalistas

Esta classificação muda dependendo do feedback que recebemos dos clientes e tem impacto no custo do trabalho. Os generalistas cobraram cerca de US$0,02 por palavra, enquanto os especialistas podem pedir US$0,10 ou mais (dependendo da complexidade da solicitação).

Agora que você conhece os pilares do nosso sistema, podemos começar a buscar sua alma gêmea de conteúdo. É muito fácil!

Há quatro maneiras de encontrar os talentos que precisa e vamos começar apresentando a mais fácil:

  • Peça à equipe de Client Success Management para encontrar o seu talento — na tela de Pesquisa Avançada você encontrará um botão chamado “Solicitar Recomendação”. Assim que clicar nele, notificaremos nossa equipe para entrar em contato com você para obter informações sobre seu projeto e recomendar talentos que atendam às suas necessidades e orçamento.
Busca de talentos WriterAccess

Se você preferir explorar o WriterAccess sozinho, há outra maneira super fácil de encontrar freelancers:

  • Chamada de seleção — Semelhante a um anúncio de emprego, uma chamada de seleção permite que você descreva seu projeto. Você pode indicar seu preço, sugerir um valor para negociação ou pedir ao talento que lhe dê um orçamento. Os freelancers disponíveis responderão com suas qualificações específicas. (Essa é a melhor estratégia para tópicos de nicho!)

Caso você ainda não tenha decidido qual projeto vai pilotar neste período de teste gratuito, talvez você prefira começar usando a terceira opção:

  • Pesquisa avançada de talentos — onde você pode pesquisar no grupo de freelancers disponíveis usando filtros como setor, classificação e palavras-chave.

Todos os freelancers têm um perfil que pode fornecer uma boa visão geral de sua formação, experiências e disponibilidade. Você também pode conferir se eles são especialistas em um tipo de conteúdo ou segmento específico.

Quando você clica em um perfil, a visualização padrão é mostrar o portfólio do freelancer, o que consideramos o mais importante. Na aba segmentos, você pode ver em quais segmentos com os quais eles trabalham e com que frequência atenderam/superam as expectativas de seus clientes.

O resumo do perfil informará a classificação por estrelas atribuída, há quanto tempo eles estão conosco e onde estão localizados.

Nosso objetivo é que este perfil seja detalhado o suficiente para determinar se o redator é certo para você, mas se tiver dúvidas, você pode enviar uma mensagem direta para ele. Eles adoram se comunicar com os clientes!

Super dica: se você encontrar um talento de que realmente gosta, adicione-o à sua lista de favoritos. Ela será muito útil quando você aprender mais sobre como fazer pedidos dentro do software.

Como solicitar conteúdo

Chegou a hora de você passar para uma das telas principais do WriterAccess: o formulário de pedidos.

Digamos que você queira solicitar uma nova postagem para o seu blog corporativo. Vá em “Solicitar um pedido” > “Lançar o pedido” > e selecione o tipo de talento que você precisa (neste caso, um redator).

Em seguida, você será levado ao formulário de pedido. Não se preocupe! Vou explicar cada item na seção dedicada a ele.

Detalhes do pedido

Esta página solicita diversas informações para construir um briefing sólido para os freelancers. Quanto mais informações você compartilhar e mais detalhado for, maiores serão as chances de você receber o conteúdo que sempre sonhou.

Detalhes como guia da marca, informações de estilo e buyer persona podem ser salvos como modelos para serem usados em pedidos futuros. Dessa forma, você só precisa gastar tempo criando-os uma vez e, no futuro, todo esse trabalho árduo poderá ser evitado.

Ah, já mencionei que você pode adicionar quantos modelos quiser? Sim, conte com o WriterAccess para tornar essa tarefa menos chata.

Super dica: tente investir pelo menos 5 a 10 minutos para criar um briefing bem elaborado para garantir que você esteja na mesma página com nossos redatores. Isso reduzirá (ou eliminará) a necessidade de revisões pesadas desde o início. E como mencionado antes, você pode salvar o briefing e usá-lo repetidamente.

Leia também: Crie um briefing de conteúdo de SEO perfeito com essas dicas

Talentos elegíveis

Antes de concluir sua solicitação, você precisará decidir quem poderá acessar esta tarefa. Você terá 4 opções:

  • Geral: essa opção disponibilizará sua solicitação de postagem no blog para qualquer pessoa com a classificação de estrelas escolhida.
  • Match Me Up: essa opção permite que o sistema WriterAccess analise as necessidades do seu projeto e envie e-mails para redatores que se adequam ao estilo desejado. Então, qualquer um desses redatores teria a oportunidade de aceitar o pedido e concluí-lo para você.
  • Lista de favoritos: essa opção disponibiliza sua solicitação de conteúdo para qualquer um dos freelancers previamente adicionados à sua lista de favoritos.
  • Solo: um pedido solo vai diretamente para o escritor que você escolher para o projeto. Como você está testando o produto pela primeira vez, talvez essa opção não seja a melhor no momento.

Método de pagamento

Embora já tenhamos falado um pouco sobre pagamento de freelancers, o WriterAccess oferece, na verdade, 2 tipos de métodos de pagamento:

  • preço por palavra
  • preço por pedido

O preço por palavra é o mais comum, mas se você tiver uma solicitação muito específica ou um orçamento rígido, pode usar o preço por pedido para encontrar o melhor profissional para o trabalho.

Super dica: você pode indicar um volume mínimo e máximo de palavras para o freelancer e recomendamos um intervalo de pelo menos 200 palavras neste campo.

Dar aos escritores espaço de manobra criativo elimina as restrições, permitindo-lhes transmitir seu ponto de vista. Ao solicitar o pedido você pagará pelo número máximo, mas se a peça finalizada tiver menos palavras, a diferença será devolvida à sua conta para uso em pedidos futuros.

Contagem de palavras WriterAccess

Prazo de entrega

O prazo de entrega padrão do WriterAccess é de 5 dias. Apesar disso, se tiver urgência pode solicitar uma entrega mais rápida.

Porém, lembre-se que se o prazo solicitado for muito curto, a plataforma cobra um valor adicional que varia entre 10% e 30% do valor previamente acordado.

Serviços complementares

Você também pode optar por pedir para que o redator forneça postagens de mídia social que se alinhem com o tópico do seu blog, meta títulos e descrições, imagens e alguns outros elementos. Cada opção complementar que você escolher adiciona com uma pequena taxa.

Adicionais WriterAccess

Super dica: se sua solicitação for muito específica ou complexa, você tem a opção de fazer uma pequena chamada (cobrada separadamente) com o freelancer antes do profissional começar a trabalhar naquela tarefa.

Antes de lançar seu pedido, você deverá adicionar créditos à sua conta.

Como adicionar créditos

Adicionar dinheiro à sua conta WriterAccess é fácil. Você pode fazer isso com cartão de crédito ou via Paypal.

Como estamos falando do período experimental, recomendamos que você adicione à sua conta a quantia exata necessária para criar seu conteúdo. 

Todavia, assim que você se sentir confortável com a ferramenta e decidir incluí-la em sua rotina de marketing digital, poderá adicionar quantias maiores ou até mesmo programar depósitos de quantias específicas todos os meses.

Como gerar ideias de conteúdo

Você chegou até aqui, mas ainda não encomendou seu conteúdo porque ainda não está convencido sobre o tema do seu próximo post no blog?

Ah, meu amigo… esse é seu dia de sorte! O WriterAccess vai ajudar você.

Clique no ícone de AI, no menu lateral esquerdo, e você encontrará o AI Content Wizard – a maneira mais rápida e eficaz de identificar ideias para criação de conteúdo.

Esta ferramenta agiliza a pesquisa de conteúdo e a análise de lacunas, reduzindo de dias para minutos o tempo necessário para encontrar as melhores oportunidades para criação de conteúdo.

Com o AI Content Wizard você receberá sugestões de conteúdo personalizadas que você pode usar imediatamente para fazer seu primeiro pedido de conteúdo.

Leia também: Potencialize sua estratégia de conteúdo com o AI Content Wizard no WriterAccess

Super dica: este recurso está disponível em todos os planos do WriterAccess (incluindo o teste) e você pode usá-lo quantas vezes quiser. Assim, mesmo que você já tenha encomendado sua primeira postagem no blog, não deixe de experimentá-lo. Lembre-se, nosso principal objetivo aqui é aproveitar ao máximo esse período de teste gratuito.

Avaliando o conteúdo solicitado

Depois de publicar um pedido, você pode voltar ao painel principal para ver o que mudou.

Agora, o relatório na seção “Fluxo de trabalho” mostrará o status do seu pedido:

  • Inativo
  • Pendente
  • Em andamento
  • Requer atenção
  • Aprovação pendente
  • 100% concluído

Quando seu pedido estiver pronto, ele ficará em “aprovação pendente” e você terá 5 dias para analisar o conteúdo entregue e solicitar revisões.

Todo o conteúdo entregue vem com resultados do Copyscape para garantir que não haja uso de conteúdo duplicado ou plágio.

Se o conteúdo recebido não atender às suas expectativas, você pode fornecer feedback ao redator e solicitar revisões ilimitadas até ficar satisfeito.

O WriterAccess permite que você faça comentários em cada linha do texto, para que você possa ser bem específico sobre os trechos que o redator precisa revisar.

Após solicitar uma revisão, o prazo de resposta do freelancer é de até 2 dias.

Como publicar o conteúdo criado no WriterAccess em seu site

Viva! Você acabou de aprovar o conteúdo recebido do redator freelancer. É hora de mostrar ao mundo o seu novo conteúdo.

Você está pronto para copiar e colar em seu CMS? Espere um pouco!

O WriterAccess integra-se com várias ferramentas de tecnologia de marketing e plataformas de mídia social para permitir que você publique instantaneamente seu conteúdo aprovado diretamente nelas. Por exemplo, você pode integrá-lo com:

  • WordPress
  • HubSpot
  • LinkedIn
  • Documentos Google
  • Facebook
  • X (o nosso famoso ex-Twitter)
  • e muitas outras.
Integrações WriterAccess

Adicione pelo menos uma integração enquanto faz seu teste gratuito, para você entender como isso pode facilitar sua rotina.

Concluindo seu teste gratuito

Como você viu nesse artigo, 14 dias devem ser mais que suficientes para experimentar o WriterAccess.

Depois de testar os principais recursos, descubra as maravilhas da IA dentro do nosso menu IA. Estamos investindo muito nessa área e você pode acompanhar nossos últimos lançamentos e evolução relacionados à IA aqui.

Se ainda tiver dúvidas depois de ler esta postagem, você pode contar com nossa equipe de suporte e nossa central de ajuda.

Você também pode atualizar sua conta para incluir serviços gerenciados e ter um gerente de conta dedicado para cuidar de sua produção de conteúdo clicando aqui.

Como criar um calendário editorial eficiente para manter a consistência do blog

Se você é da área de marketing ou trabalha para otimizar os resultados dos conteúdos da sua empresa, provavelmente já se perguntou sobre como criar um calendário editorial. Afinal, essa é uma ferramenta poderosa para orientar sua produção.

Por ser um documento vivo, mesmo após criar o calendário editorial, é possível otimizar suas estratégias. Então, em vez de imaginá-lo como um mapa impresso, podemos pensar no calendário editorial como um GPS com atualização em tempo real, direcionando seu marketing de conteúdo para os melhores trajetos.

Neste artigo, mostraremos como desenvolver seu calendário editorial passo a passo, além de compartilhar algumas dicas para ter sucesso com seu calendário. Confira!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Como criar um calendário editorial eficiente para sua estratégia?

Se você quer organizar seus conteúdos, entregando valor para a audiência de forma relevante, é fundamental ter um calendário editorial. Entretanto, muitas vezes este documento é confundido com outros materiais desenvolvidos para o planejamento.

Entenda o que realmente é um calendário editorial e as vantagens de desenvolver um.

O que é um calendário editorial e por que ele é importante para blogs?

O calendário editorial é um cronograma para a produção, publicação e divulgação do seu conteúdo. Ele é construído em cima de um calendário real, ou seja, as datas para entregas de cada tarefa são fundamentais para que essa ferramenta funcione de forma eficiente.

O calendário editorial é importante para blogs porque organiza aquilo que é essencial para a estratégia de comunicação, ou seja, a produção, publicação e divulgação das postagens. Em outras palavras, essa é uma excelente opção para melhorar o gerenciamento do blog.

Benefícios de manter um calendário editorial organizado e eficiente

 Existem muitas vantagens em criar e manter um calendário editorial direcionando a produção de conteúdos. Podemos destacar:

  • organização — o calendário editorial ajuda a entender de forma visual e muito clara o que precisa ser feito, quando é para entregar e quem é responsável pela tarefa;
  • otimização da estratégia — o calendário otimiza o tempo de produção de conteúdo e ainda ajuda a melhorar os resultados da estratégia de conteúdo;
  • redução de conteúdos duplicados — saiba o que você já publicou e o que está produzindo, evitando assim a produção de materiais que só serão mais do mesmo;
  • direcionamento para equipes e terceiros — quando se trabalha com um time maior, o calendário editorial ajuda todos a se orientar sobre a estratégia, prazos e objetivos;
  • impulsionamento das estratégias de SEO — um dos principais objetivos do conteúdo, com o calendário editorial você melhora também sua estratégia de SEO;
  • geração de ideias — quem investe tempo no desenvolvimento do calendário editorial tem acesso a insights;
  • visão melhor dos resultados — o calendário editorial não só organiza a produção e publicação dos materiais, como também foca na divulgação do mesmo, facilitando um acompanhamento sobre os resultados;
  • documentação para consultas futuras — encontre com facilidade toda sua produção de conteúdo, saiba em quais formatos foi desenvolvida, onde foi postado e até como foi divulgado com o uso de um calendário editorial.
Separamos estes conteúdos que talvez possam te interessar:

Passo a passo para a criação de um calendário editorial eficiente

Está na hora de desenvolver o calendário editorial, veja quais são os principais pontos que você deve observar para construir o seu.

Definindo Objetivos e Público-Alvo

Assim como qualquer estratégia de marketing, a pergunta geradora para o desenvolvimento de um calendário editorial é: o que se espera com a produção de conteúdo? Defina objetivos claros e estabeleça metas S.M.A.R.T. com base neste objetivo.

Em determinado momento, pode ser que seu objetivo seja atrair novos visitantes e convertê-los em leads, mas também pode ser que o foco seja aumentar as vendas ou ampliar o alcance da marca. Lembre-se de que até mesmo o tipo de conteúdo e distribuição será orientada de acordo com o objetivo.

Outro ponto fundamental é entender quem é a persona do seu negócio ou para qual persona (no caso de empresas que têm mais de uma persona definida) essa estratégia se direciona. Seu conteúdo só pode ser relevante a partir do momento em que você sabe para quem está falando.

Identificação de Tópicos e Temas

Alguma vez você já entrou em um blog ou leu um artigo e se perguntou sobre como aquela marca ou autor conseguiu encontrar aquela ideia de conteúdo perfeita? Antes de buscar as ferramentas adequadas e fazer pesquisas de palavras-chave, é fundamental identificar tópicos e temas para trabalhar.

Um caminho interessante nesse sentido é o mapeamento da jornada do cliente. Se você sabe quais são todas as etapas da jornada de compra, quais são os desejos, incômodos, problemas e até mesmo objeções de compra que o consumidor passa antes de fechar negócio, fica mais fácil identificar os melhores assuntos para a produção de conteúdo.

Definindo Frequência de Publicação

Cada tipo de mídia e formato de conteúdo apresenta uma frequência ideal diferente. Além disso, os objetivos da sua estratégia de conteúdo também impactarão nessa escolha. O ponto fundamental é criar um ritmo e segui-lo.

Enquanto as redes sociais tendem a contar com postagens muito mais frequentes, a frequência de postagens em um blog tendem a ser menores, variando entre períodos diários a semanais.

Defina a frequência e tente segui-la, mas caso um imprevisto aconteça e você precise escolher, lembre-se: qualidade é melhor que quantidade.

Pesquisa de palavras-chave

Muita coisa mudou desde que o marketing de conteúdo ganhou um papel importante nas estratégias de marketing. Algo que se manteve até hoje foi a importância das palavras-chave.

Esses termos são relevantes por vários motivos: o primeiro deles é que seu cliente ideal provavelmente chegará ao conteúdo após pesquisar alguma palavra-chave que seja relevante para ele ou ainda que tenha lido o termo em um título bem atrativo.

Outro fator muito relevante para a pesquisa das palavras-chave é o fortalecimento da estratégia de SEO. Afinal, mecanismos de busca como o Google usam robôs que identificam os resultados que são mais coerentes conforme a pesquisa do usuário.

Para encontrar as palavras-chave certas para cada conteúdo, o primeiro ponto é saber qual é o tópico que você está explorando no material. Em seguida, é possível usar ferramentas que ajudam a encontrar o termo certo: palavras e expressões que têm alta demanda de pesquisa e são relevantes para seu público.

Veja algumas ferramentas para encontrar a palavra-chave certa para cada material do seu calendário editorial:

Saiba o que os seus concorrentes estão fazendo

Por fim, para garantir que seus materiais se destaquem e também para ter insights criativos, é importante acompanhar a concorrência. Siga as principais marcas do mercado, escolha também algumas redes sociais e blogs de empresas que inspiram você.

Dessa forma, você consegue acompanhar quais são os assuntos em pauta, além de encontrar ideias originais para destacar suas mídias e seu blog.

Como criar um calendário editorial visual e fácil de entender?

De forma básica, um calendário editorial é feito de uma tabela — normalmente representada por um calendário real. Essa ferramenta pode ser desenvolvida fisicamente, como um quadro, por exemplo, mas quando ele é desenvolvido em meios digitais, pode facilitar o compartilhamento com a equipe e, até mesmo, a edição de informações.

A forma mais simples de criar um calendário editorial é usando uma tabela no Excel, mas você também pode formular um calendário em outras plataformas, como o Google Calendar ou o Trello.

A partir do calendário é possível identificar e destacar datas especiais como eventos sazonais, datas comemorativas e campanhas da empresa. Então, você pode traçar duas estratégias de conteúdo diferentes: uma que estará focada em atender a essas demandas especiais e outra para a produção de materiais evergreen.

 Além de marcar as datas e sinalizar quais conteúdos serão desenvolvidos, é importante que o calendário tenha um campo para definir as linhas gerais que servirão de orientação para a produção dos briefs para os seus materiais.

Como ter sucesso com os conteúdos publicados? Dicas extras

Confira alguns fatores que contribuem para o sucesso de uma estratégia de conteúdo:

  • revisão do material — antes de publicar seus materiais, reserve um tempo para revisar o conteúdo e garantir que as informações estarão adequadas, os textos estão ortograficamente corretos e o material está otimizado para SEO;
  • flexibilidade para ajustes — alguns acontecimentos ou tendências de assuntos podem pedir uma modificação na ordem de produção dos conteúdos e até mesmo a inserção de novos materiais. Tenha flexibilidade para fazer os ajustes adequados quando surgirem oportunidades;
  • monitoramento e análise — acompanhe a performance dos conteúdos, identificando aqueles que apresentam melhores resultados. Assim, você terá insights para a produção de conteúdos de sucesso;
  • evite o esgotamento e mantenha a motivação — para evitar a desmotivação e o esgotamento, trabalhe sempre dentro dos seus limites, estabeleça metas realistas e crie uma rotina de trabalho com pausas frequentes. Além disso, outro segredo para manter a motivação é desenvolver uma rotina de hábitos saudáveis como a prática de esportes, ingestão adequada de líquidos e cuidados para a garantia de um sono de qualidade.

Como você deve ter percebido, após entender como criar um calendário editorial, fica mais fácil desenvolver suas estratégias de conteúdo e garantir resultados impactantes com suas ações. Lembre-se de ter objetivos e metas claras, além de direcionar sua estratégia para a sua audiência.

Quer otimizar as estratégias de conteúdo da sua empresa? Experimente a WriterAccess e contrate os melhores gênios criativos para o desenvolvimento de materiais épicos e com alto potencial de engajamento para seu público!

A importância do storytelling na construção de relacionamentos com os leads

Nós, profissionais de marketing, precisamos entender o quão vital é o storytelling para a construção de relacionamentos sólidos com nossos leads.

Para isso, precisamos entender de fato não só o que essa técnica é, mas também o que é lead, e como esses dois conceitos estão relacionados dentro do conceito de marketing.

Mas é mais simples do que você pensa, olha só: o storytelling nada mais é do que a arte de contar histórias envolventes para influenciar a pessoa que está chegando até o seu produto ou serviço, ou seja, o seu lead.

No mundo do marketing, definimos lead como uma nova oportunidade, alguém interessado que entra em contato com a sua empresa de alguma forma. O lead é, de fato, o seu potencial cliente.

Ele pode ser frio ou quente, entender isso também requer uma certa análise, até mesmo para saber se as técnicas empregadas estão funcionando ou não.

Neste artigo, você entenderá a importância do storytelling e como fazer isso da melhor forma para fisgar o lead certo.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Qual a importância do storytelling na construção de relacionamentos com os leads?

O storytelling no relacionamento com leads não é apenas uma moda passageira. Ele é uma ferramenta poderosa que pode moldar a maneira como nossos leads percebem nossa marca e se conectam com nossos produtos e serviços.

No mundo dinâmico do marketing, a técnica surge como uma ferramenta essencial do inbound marketing, transcendendo a simples narrativa para se tornar um pilar na comunicação com nossos públicos.

Essa prática, há muito tempo, deixou de ser apenas uma maneira de transmitir informações; ela se transformou em um veículo poderoso para envolver, emocionar e conectar.

A fusão entre o storytelling e a geração de leads desencadeia uma sinergia notável, em que histórias cuidadosamente elaboradas se transformam em pontes que conectam nossas mensagens àqueles que buscam soluções e experiências únicas.

Definindo storytelling e entendendo os leads

O storytelling é mais do que apenas contar histórias. É uma abordagem estratégica para comunicar mensagens de maneira envolvente e memorável.

No contexto do marketing, ela envolve a criação de narrativas que vão ao encontrodos valores, desejos e necessidades do público-alvo.

E aqui entra a importância dos leads como sendo potenciais clientes que demonstraram interesse em nossos produtos ou serviços.

Conhecer e impactar eles não é só o ponto de partida, mas também o objetivo principal do storytelling.

Segmentando o público e aderindo à personalização para atender às necessidades dos leads

Quando se trata de relacionamentos duradouros com leads, a segmentação e personalização são cruciais.

Cada lead é único, e a narrativa que construímos deve refletir essa individualidade. Ao segmentar nosso público, podemos direcionar mensagens específicas para grupos que compartilham interesses semelhantes.

A personalização, por sua vez, cria uma conexão mais profunda. Mostra aos leads que entendemos suas necessidades e estamos dispostos a ajudá-los a resolver seus problemas.

Alinhando os valores da marca com as histórias contadas para criar conexões mais fortes

Uma história convincente não é apenas uma série de eventos; ela deve estar alinhada aos valores centrais da marca.

Os leads procuram autenticidade e coerência em nossas mensagens. Quando conseguimos combinar nossos valores com as histórias que contamos, construímos uma conexão emocional genuína.

Essa ligação não apenas atrai os leads, mas também os mantém envolvidos ao longo do tempo.

Como criar uma narrativa contínua no relacionamento com os leads?

Para estabelecer uma narrativa contínua no relacionamento com os leads, a chave está na construção de uma jornada envolvente e progressiva.

Cada interação deve ser uma extensão da história anterior, mantendo a coerência e levando os leads a novos capítulos da sua marca.

Utilize ganchos estratégicos ao final de cada história para despertar a curiosidade e incentivar a próxima etapa da jornada.

Ao criar esse fluxo narrativo consistente, você não apenas mantém os leads engajados, mas também os inspira a seguir adiante na jornada que você está desenhando.

Contudo, outros pontos são igualmente importantes, inclusive, recomendamos começar por eles:

  • identifique os valores centrais da marca;
  • analise sua missão, visão e cultura corporativa;
  • crie personagens autênticos;
  • invista em narrativas baseadas em experiências reais;
  • explore temas relevantes;
  • aposte na transparência e vulnerabilidade;
  • incentive a participação por meio de histórias interativas em que os leads possam se envolver;
  • conte histórias de transformação;
  • mantenha-se atualizado.

A importância de manter a consistência nas mensagens e histórias contadas

Manter consistência nas mensagens e histórias contadas é um alicerce crucial para construir um relacionamento duradouro com os leads. Isso se aplica tanto ao tom de voz quanto à mensagem que transmitimos.

A coesão nas narrativas transmite confiança e clareza, evitando confusões e transmitindo a imagem de uma marca sólida e confiável.

Cada interação reforça a história que você está contando, criando uma ligação emocional e facilitando o acompanhamento da jornada que você planejou para os seus leads.

Se nossa narrativa muda drasticamente ao longo do tempo, arriscamos confundir ou alienar nossos leads. A história que contamos deve ser uma jornada contínua, na qual os leads podem se conectar e se relacionar desde o primeiro contato até a conversão final.

Por que fazer a integração do storytelling em diferentes canais?

O poder do storytelling no relacionamento com leads não se limita a um único canal. Pode ser aplicado em diversos formatos: email marketing, redes sociais, conteúdo de blog e até webinars.

Em cada plataforma, a narrativa deve ser adaptada a fim de se encaixar no contexto do lead, para, então, atender às expectativas do público.

Quando conseguimos harmonizar o storytelling em todos esses canais, criamos uma experiência coesa e envolvente para os clientes em potencial da nossa marca.

Para finalizar, como vimos, em um cenário de marketing cada vez mais competitivo, o storytelling se tornou uma ferramenta indispensável para criar relacionamentos significativos com nossos leads.

Ao alinhar nossas histórias com os valores da marca, personalizar mensagens e manter consistência, podemos criar conexões emocionais que perduram ao longo do tempo.

Se você está buscando construir um relacionamento forte com os leads da sua empresa, então, não subestime o poder de usar o storytelling para leads.

Queremos saber: está pronto para transformar seus leads em clientes engajados? Então conheça os serviços e os redatores especialistas do WriterAccess. Experimente o nosso trial por 14 dias!

O que é Ganho de informação em SEO e por que é importante?

Como um profissional de SEO, você certamente já lidou com diversas atualizações do Google que impactam os resultados de busca e, consequentemente, as estratégias de marketing.

Entre essas mudanças que o Google propõe nas métricas de ranqueamento, temos a patente de ganho de informação, a qual impacta o valor atribuído às informações compartilhadas em sites, blogs e portais de notícia. Em complemento a ela, temos a SGE, a qual foi divulgada no Google I/O em maio de 2023, que reforça ainda mais a necessidade de que os conteúdos compartilhados não existam apenas pensando em otimizações de SEO, mas também no usuário.

Diante disso, a seguir vamos te ajudar a entender o que é ganho de informação em SEO e como isso afeta o ranqueamento, além de quais ações você pode ter já no planejamento para se destacar e ter bons resultados. Confira!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

O que é ganho de informação em SEO?

Ganho de informação em SEO se refere a uma patente criada pelo Google em 2020 que tem como objetivo diferenciar resultados de busca a partir da relevância do conteúdo compartilhado.

Dessa forma, páginas que fornecem informações novas e complementares em relação à intenção de busca do usuário recebem uma melhor classificação na SERP, por conta de uma pontuação de ganho de informação.

Como o ganho de informações afeta o rankeamento nos mecanismos de busca?

De modo geral, o ganho de informações atua da seguinte forma nas pesquisas orgânicas:

  • o Google consegue identificar um conteúdo exclusivo ou com informações complementares ao tópico que o usuário pesquisou;
  • a partir disso, o mecanismo de busca utiliza uma métrica para aumentar ou diminuir o posicionamento de um conteúdo, tendo como base a diferença ou semelhança em relação à pesquisa do usuário.

Por exemplo, considere que haja dois artigos que atendam à intenção de busca “Como se tornar um Superhost Airbnb”; o artigo 1 se limita a responder a essa dúvida, já o artigo 2, além de responder a essa dúvida, acrescenta um tópico que fala sobre as vantagens de ter o selo de Superhost.

Certamente, você já sabe que o artigo 2 terá uma classificação mais alta, mas você sabe o porquê? A resposta é simples: como o segundo conteúdo se diferencia do primeiro apresentando mais informações ao leitor, receberá mais “pontuação por ganho de informação”.

Dessa forma, não basta que um conteúdo esteja organizado com palavras-chave adequadas e boas técnicas de copywriting — apesar de serem muito importantes também. A pontuação de ganho de informação e a métrica de conteúdo útil atribuirão maior visibilidade ao texto que se diferenciar dos demais, considerando que atualmente no meio online há muitos conteúdos otimizados para SEO, mas que dizem mais do mesmo.

Como introduzir o ganho de informação em seu conteúdo?

Ter um conteúdo bem rankeado certamente é o objetivo de todo especialista em SEO ou de quem contrata um com esse objetivo, mas como conseguir isso?

Algumas ações podem ajudar a aumentar a pontuação de ganho de informação de um texto e conceder uma posição de destaque na SERP, veja a seguir.

Priorize conteúdos originais e que não estejam no seu país

Independentemente do nicho do blog ou site, pesquise informações que estejam sendo discutidas em outros países e que ainda não ganharam tanta visibilidade em seu país; isso te ajudará a planejar e produzir informações relevantes.

Além disso, em um momento em que tanto se fala de IA, o uso de pesquisas originais pode ser um diferencial:

  • use redes sociais, como o LinkedIn, para te ajudar a falar com clientes, especialistas da área ou ler conteúdos relacionados ao tema;
  • busque ferramentas que compartilhem insights valiosos em relação ao nicho sobre o qual você vai escrever, com o intuito de obter dados estatísticos e atuais que podem agregar para o leitor;
  • não se esqueça de que a experiência pessoal e a comercial também podem agregar, a depender do tema.

Encontre lacunas nos conteúdos existentes — fale sobre atualizações constantes

Antes de planejar ou escrever sobre qualquer tópico, confira o que os primeiros resultados do Google oferecem aos leitores, para que você identifique as lacunas possíveis de serem exploradas no conteúdo novo a ser produzido.

Para complementar, analise pesquisas relacionadas em ferramentas como Semrush e tenha ideias de tópicos ainda não abordados, mas que fazem sentido em relação ao campo semântico de determinado tema e que tenham relevância de volume de busca.

No exemplo a seguir, utilizamos o tópico “como escolher sofá”; a partir de uma análise no Semrush, identificamos que há pesquisas relacionadas sobre modelos de sofá, sofá para sala pequena e sofá confortável. Estas podem ser tratadas como subtópicos no decorrer do texto, distribuídas em heading tags para ampliar esses temas. Veja:

Tela de visão geral de palavras-chave no Semrush

Pesquise as lacunas nos conteúdos da concorrência

Além de buscar por lacunas nos conteúdos já existentes, também considere analisar o que os concorrentes diretos abordam sobre o tema, com o objetivo de ganhar mais visibilidade orgânica em relação a sites do mesmo nicho de mercado.

Entregue mais detalhes sobre o tema do que o concorrente. Sabemos que existem inúmeros artigos que abordam “dicas de decoração minimalista”, por exemplo, mas e sobre “decoração minimalista casamento” ou “decoração minimalista quarto casal”?

Ou seja, há diversas possibilidades de exploração desse tema, seja para ocasiões, seja para cômodos, e é possível afunilar ainda mais os tópicos, justamente a partir do que os concorrentes já abordam, bem como atentando para a complexidade com que cada tema é explorado.

Veja um exemplo de pesquisa:

Considere os 4 estágios de conscientização do cliente

Entender e considerar os 4 estágios de conscientização pelos quais um leitor, potencial cliente, passa, pode te ajudar a produzir conteúdos mais certeiros quando o assunto é despertar interesse pelas soluções ou produtos de uma marca.

No mapa mental a seguir, é possível compreender que a jornada do cliente passa por 4 estágios: inconsciente do problema, ciente do problema, ciente da solução e ciente do produto. Portanto, um conteúdo que corresponda às necessidades dessas diferentes etapas, alinhado com informações bem estruturadas, pode aumentar as chances de que o tópico produzido tenha mais relevância e, consequentemente, melhor posicionamento nos resultados de busca.

Recentemente o Google anunciou a SGE, o que torna ainda mais necessário repensar conteúdos já produzidos e os que ainda estão sendo planejados para que, além de ficarem otimizados para SEO, compartilhem informações relevantes com um certo diferencial aos leitores.

Então, que tal reestruturar a estratégia de Marketing de Conteúdo do seu cliente ou do seu site? O WriterAccess pode te ajudar a se destacar nos resultados e a melhorar a pontuação de ganho de informação em SEO.

Nossa plataforma conecta você e sua empresa a uma equipe de redatores especializados em SEO. Cadastre-se e aproveite 14 dias grátis!

Como utilizar o novo recurso de postagens de textos no TikTok para sua estratégia de conteúdo?

Com um formato único e dinâmico, o TikTok conseguiu se consolidar como uma das redes sociais mais utilizadas do mundo. Entre as principais atualizações apresentadas, um novo recurso de postagens de textos no TikTok está chamando atenção de criadores de conteúdos e marcas que utilizam esse canal em sua comunicação.

Essa mudança traz o TikTok para perto de outras plataformas como o Instagram e o Twitter — agora chamado de X —, ampliando as ferramentas utilizadas para reter a audiência e colocá-lo no páreo entre os líderes desse mercado.

Se você quer saber como potencializar a sua comunicação por esse canal, siga a leitura e descubra como usar textos para atrair e reter seu público. Vamos lá?

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Quais são os recursos de texto do TikTok?

Usar recursos de texto no TikTok se tornou uma realidade, e agora você pode fazer sua audiência se engajar por meio desse formato também. Para ser ainda mais atrativo para os usuários, essa rede social incorporou alguns recursos, como:

  • adesivos — há várias opções de adesivos que podem ser usados na hora de tornar o seu texto ainda mais legal e chamativo para o seu público-alvo;
  • tags e hashtags — assim como em outras redes, essas opções podem ajudar no alcance e no engajamento;
  • plano de fundo — é possível colocar uma cor de fundo no seu texto e destacar trechos que acredita serem importantes no seu discurso;
  • sons — para diferenciar ainda mais o seu texto e melhorar a experiência do usuário, você pode incluir sons em seu conteúdo;
  • rascunho — é possível fazer rascunhos para postar mais tarde ou, caso não goste, descartá-los.

A partir dessas opções, fica mais simples criar uma estratégia de Marketing de Conteúdo atrativo também no TikTok. Por isso, vale compreender mais a fundo como é o funcionamento das postagens em textos no TikTok.

Como funciona a postagem de texto no TikTok?

Fazer posts em textos no TikTok é muito simples, pois o recurso foi criado exatamente para tornar mais simples a vida de quem usa essa rede social para criar conteúdos. Basta seguir as seguintes etapas:

  • escolha a opção para criar post de texto — vá até a página da câmera no aplicativo e escolha a opção texto. Assim, você será redirecionado para o recurso de criação de postagens escritas;
  • otimize a sua postagem — lembra-se dos recursos que destacamos acima? Vale utilizá-los para tornar o seu conteúdo mais atrativo para os usuários do TikTok e, quem sabe, fazer o seu texto viralizar;
  • publique o conteúdo — depois de incorporar alguns dos recursos possíveis, basta compartilhar o que escreveu com quem acompanha o seu trabalho.

Como dito, a opção de fazer posts em texto foi desenvolvida para gerar facilidades para quem produz conteúdo na plataforma. Por isso esse passo a passo é tão simples. Mas vale investir em estratégias de marketing e SEO para viralizar.

TikTok versus outras redes sociais

O recurso de texto tem ganhado destaque em tempos recentes. Exemplo disso foi a criação do Threads, pela Meta, que buscou rivalizar com o X (antigo Twitter), rede social que já está há mais tempo usando a escrita para prender os seus usuários na plataforma.

Nesse sentido, as plataformas têm como similaridade a possibilidade de os criadores de conteúdo expressarem suas opiniões por meio de palavras. Porém, o que se percebe é que o recurso incluído no TikTok se aproxima mais ao que usuários do Instagram utilizam nos Stories, por exemplo.

Isso porque há mais recursos disponíveis para os usuários, como músicas, figurinhas, adesivos e a possibilidade de colocar imagens ou cores de fundo no texto. Elaborar uma estratégia que envolva as mais variadas plataformas é uma boa opção, e as dicas a seguir podem ajudar tanto no TikTok quanto nas demais redes sociais.

Como utilizar os recursos de texto no TikTok para sua estratégia de conteúdo?

Após entender como funciona o recurso de texto no TikTok e a importância dele, é hora de partir para a elaboração de estratégias que prendam a atenção do seu público.

Há várias alternativas que vão potencializar os resultados e fazer com que seus textos alcancem muitas pessoas. Veja quais são elas, a seguir!

Entenda sua persona

Conhecer a audiência que está presente no TikTok é fundamental para definir se essa é, ou não, a melhor escolha para a sua comunicação. Isso é importante, pois coordenar ações em diversas plataformas pode ser desafiante e até mesmo desastroso. Portanto, vale a pena considerar quais as preferências da sua audiência na hora de escolher.

Especialmente para quem atende o público da geração Z (1995-2010), esse é um importante canal para explorar. Isso porque aproximadamente 40% dessas pessoas preferem pesquisar no TikTok e Instagram em vez de usar os mecanismos tradicionais de busca. Logo, produzir conteúdos em texto, considerando boas práticas de copywriting, faz com que você alcance com mais facilidade leads prontos para a compra.

Analise sua concorrência

Começar a sua produção de conteúdos não é uma tarefa simples. Especialmente em um novo formato, onde há poucas referências para consulta. Nesse caso, vale dar uma investigada em seus concorrentes e nos materiais que eles estão produzindo.

Mesmo que sejam ideias postadas em outras redes sociais ou formatos, você pode adaptá-las para seu projeto, utilizando tópicos e dúvidas frequentes da audiência na criação de sua programação.

A análise da concorrência também serve para verificar a resposta do público diante de alguns temas e abordagens. Portanto, uma boa visita às redes sociais dos concorrentes permite que você verifique quais os conteúdos com maior engajamento, trazendo essas ideias como prioridade para a estratégia.

Insira a estratégia no seu calendário editorial

Depois de uma boa visita aos canais de comunicação dos concorrentes e de outras marcas que você admira, é hora de criar uma estratégia que abrace os interesses do seu público e os valores da marca.

Para tanto, estabeleça linhas editoriais que serão frequentemente tratadas em sua comunicação. Depois disso, faça pesquisas de palavras-chave e entenda quais delas apresentam o maior volume de buscas.

Com base nelas, crie conteúdos autorais a fim de atrair e manter seus leads aquecidos. Para tanto, estabeleça uma frequência de publicações que seja sustentável, formando o seu calendário editorial de conteúdos.

Se você trabalha com marketing, por exemplo, pode adotar linhas editoriais centrais que se baseiam em publicidade, empreendedorismo e gestão, além de linhas auxiliares que estão ligadas aos seus hobbies e outras atividades de interesse. Isso torna o conteúdo humanizado, interessante e ainda mais envolvente.

Utilize a criatividade

A criação de conteúdos exige conhecimento e criatividade. É preciso ser original e pensar fora da caixa para conseguir atrair o público-alvo. Afinal, somos bombardeados por milhares de materiais nas redes sociais, e, sem conseguir criar conexão, você pode acabar sendo ignorado.

Nesse sentido, a criatividade exerce um papel fundamental. Ela permite criar conteúdos atraentes, capazes de despertar interesse e manter o público consumindo o que você está postando nas redes.

Há várias práticas que podem ajudar com essa dica, como conhecer as dores e desejos da sua persona, entender a mensagem que quer transmitir, ter um tom de voz adequado, desenvolver conteúdos compartilháveis e buscar inspirações em pessoas que fazem sucesso na plataforma.

Mantenha constância

Ter consistência na sua estratégia dentro das redes sociais, incluindo o TikTok, é essencial para ver um crescimento do seu perfil e atingir cada vez mais pessoas. Por isso, essa dica não poderia ficar de fora da nossa lista.

Esse fator é tão comentado por todos os especialistas pelo fato de que, a partir da constância, o algoritmo passa a dar mais importância para o seu perfil. Por exemplo, se você postar todas as semanas, as chances de ter um maior alcance são grandes.

Por isso a elaboração de um calendário editorial e o suporte de profissionais especializados é tão importante. Esse cuidado vai garantir que você tenha consistência nas estratégias de conteúdo e use as melhores práticas de SEO para essa rede.

Acompanhe as métricas e otimize o que for necessário

Observar os principais indicadores dos seus conteúdos é fundamental para ter uma estratégia vencedora. No TikTok, essa situação não é diferente. Existem diversas métricas que podem ajudar você, como:

  • visualização do conteúdo e do perfil;
  • curtidas;
  • comentários;
  • compartilhamentos;
  • aumento de seguidores;
  • taxa de crescimento de seguidores.

Ao observar esses indicadores, você consegue compreender quais são os textos que mais geram resultados para a empresa e, com isso, otimizar os demais que serão postados no decorrer da sua estratégia.

Tais dados podem ser vistos na própria plataforma, o que facilita o acompanhamento do desempenho dos seus conteúdos. É válido fazer um monitoramento próximo das métricas e pensar no seu público-alvo na hora de desenvolver os materiais.

Saber como utilizar o novo recurso de postagens de textos no TikTok para sua estratégia de conteúdo é muito importante a fim de conseguir alcançar mais pessoas e vender mais com a sua marca. Além disso, vale contar com redatores especializados para desenvolver textos que utilizam gatilhos mentais e estratégias de SEO. Desse modo, você consegue otimizar a performance do seu negócio nessa rede.

Faça o teste grátis do WriterAccess agora mesmo e conte com redatores especializados para criar uma estratégia de conteúdo vencedora nas redes sociais!

Google oficializa o August Core Update: o que podemos aprender com a nova atualização?

Demorou, mas o Google finalmente oficializou a atualização de seu algoritmo principal: o Core Update. O objetivo do Google com essa atualização principal é de otimizar ainda mais os resultados de busca para seus usuários.

Já vínhamos falando sobre isso há algum tempo, prevendo uma possível oficialização de mais uma atualização. Nos últimos meses, profissionais de SEO dividiram preocupações em relação a quedas de posições na SERP, o que afetava diretamente o tráfego de sites ao redor do mundo.

A atualização de agosto de 2023 continua em execução, e deve levar em torno de 2 semanas no total para ser finalizada. 

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Como a nova atualização do Core Update afetou a Rock Content?

Desde Abril, estivemos observando uma alta volatilidade na SERP do Google. A empresa fez diversas atualizações menores em meio à atualização de seu algoritmo principal, como o endpoint de ping de sitemaps desativado, sobre títulos e nomes de sites, e nas perguntas frequentes que estávamos acostumados a observar durante as buscas.

Aqui na Rock não foi diferente. Em ambos os nossos blogs, por exemplo, pudemos ver altos índices dessa volatilidade que estavam afetando o nosso tráfego. Veja o que aconteceu conosco em relação a outros sites da mesma categoria em julho:

Gráfico de volatilidade da SERP em julho de 2023 mostrando altos índices de mudanças.

Gráfico de volatilidade da SERP em julho de 2023 mostrando altos índices de mudanças.

No entanto, se não fosse o nosso “plano de contingência”, certamente os resultados seriam piores do que foram. E como fizemos isso? Escutando o próprio Google! 

Desde a primeira atualização deste ano, da metade para o final de março, foi notável uma alteração muito grande nas SERPs. Essa movimentação começou a afetar os sites com ainda mais intensidade a partir de abril de 2023, junto com a atualização de reviews também em abril.

Com isso, tínhamos o desafio de verificar alguns pontos importantes: verificar a qualidade das informações de nossos artigos e verificar o quão útil estavam sendo as informações.

A partir daí, iniciamos uma força-tarefa de atualização de conteúdos antigos, com informações defasadas, que poderiam estar entregando uma experiência negativa ao usuário.

Interpretando quedas e melhorias após um Core Update

É importante frisar para os profissionais de SEO e de conteúdo, principalmente: O Google esclarece que se for observada uma queda no desempenho do seu site após uma atualização principal, isso não necessariamente indica um problema com o conteúdo ou estrutura do seu site.

As quedas que observamos, podem de fat estar relacionadas aos ajustes feitos pela atualização principal do algoritmo. Porém, lembre-se também que é necessário focar na qualidade do seu site acima de qualquer coisa, pensando em primeiro lugar, na experiência do usuário. Afinal, o Core Update se trata justamente disso!

Sabíamos que seria um desafio e que os resultados não viriam rápido. Não podemos buscar soluções instantâneas e muito menos desesperadas nesses momentos. São mudanças que não sabemos exatamente quais páginas irão afetar! 

É necessário estar sempre se atualizando e buscando melhorias contínuas nos conteúdos e páginas do site.

Como fazer para se recuperar da atualização?

Como falamos, além de atualizar conteúdos mais antigos, é importante pensar em outros pontos, que o próprio Google nos orienta:

  • Veja quais foram as páginas que não apresentam bom desempenho;
  • Verifique quais palavras-chave levaram as pessoas a essas páginas;
  • Planeje, após isso, otimizar essas páginas com conteúdos melhores.

Outra dica, é comparar seu conteúdo com as perguntas que o Google fornece em sua página sobre atualizações do Core Update

Você poderá analisar onde os seus conteúdos podem estar falhando em entregar boas experiências para seus usuários. Assim, fica mais fácil priorizar a melhoria contínua do seu conteúdo e, ao mesmo tempo, atender aos requisitos de um conteúdo relevante que merece a primeira página nos buscadores.

É certeza que com isso você alcançará sempre os primeiros lugares? Não.

Nunca é garantido que essas melhorias ajudem na recuperação das posições na SERP ou que suas páginas nunca mudarão de posição. No entando, seguir as orientações do Google é com certeza um caminho mais acertado do que tentar corrigir seu conteúdo às cegas.

Como se preparar para as atualizações do algoritmo do Google?

Consultar o próprio Google sobre as atualizações para SEO é o ponto mais importante. Infelizmente existe uma cultura no meio SEO onde a maioria dos profissionais não consulta a fonte principal sobre essas mudanças!

Se preparar para essas atualizações deve ser antes e depois! Esperar para que o Google lance oficialmente um algoritmo para só depois entender o que você deve fazer é perda de tempo e, com certeza, pode prejudicar muito o seu site.

Se atente a todas as atualizações, mesmo as menores, acompanhe a volatilidade da SERP e siga os perfis oficiais do Google que falam sobre isso, como o Google Search Central, por exemplo. Veja também, sempre que tiver dúvidas, como criar conteúdos que sejam úteis de verdade para o seu público.

Coloque esses links nos seus favoritos, salve em um local visível e lembre-se de checar sempre que precisar.

Se seu negócio é pequeno, ou você tem uma agência que não consegue cobrir, por exemplo, uma produção maior de conteúdos, lembre-se que você pode testar o WriterAccess gratuitamente por 14 dias, tendo acesso aos melhores freelancers de conteúdo de inúmeros lugares do mundo.

Quer continuar atualizado com as melhores práticas de Marketing? Então se inscreva na The Beat, a newsletter interativa da Rock Content. Lá, você encontrará todas as tendências que importam no cenário do Marketing Digital. Vejo você lá!

5 motivos para começar a usar o WriterAccess em sua agência de marketing

Como profissional que trabalha com o público há quase 10 anos, posso dizer que a criação de conteúdo é um aspecto fundamental das estratégias modernas de marketing e comunicação das agências de marketing.

De fato, 88% dos profissionais de marketing que já fazem trabalho de SEO planejam aumentar ou manter seu investimento este ano, enquanto o Marketing de Conteúdo foi apontado como uma das principais prioridades das equipes de Marketing nas pesquisas recentes.

Com isso em mente, é possível ver por que a criação de conteúdo estratégico pode impulsionar o crescimento dos negócios e criar impressões duradouras na mente dos consumidores.

E é exatamente por isso que as agências se esforçam para se destacar em um cenário competitivo e se conectar com seu público-alvo.

Mas, quando você gerencia e é responsável pelo conteúdo de muitas marcas, de diversos nichos e com públicos distintos, pode ser muito desafiador desenvolver conteúdos que gerem valor para cada um de seus clientes.

Se você possui uma agência de marketing ou trabalha em uma, e este é um desafio constante para você, fico feliz em dizer que o WriterAccess pode ser a solução perfeita para você e sua equipe.

Por meio de sua extensa rede de talentos, a plataforma possibilita que agências de marketing acessem um grupo diversificado de especialistas da indústria capazes de criar conteúdo personalizado para atender a suas necessidades específicas.

Além disso, o WriterAccess se destaca ao promover a colaboração entre agências de marketing e seus clientes, tornando o processo de criação de conteúdo mais transparente e eficiente.

Ainda não se convenceu? Então, vamos ver as 5 principais características que são particularmente benéficas para agências de marketing:

1. Acesse uma grande variedade de redatores, designers e criadores de conteúdo

Como mencionei, o WriterAccess oferece acesso a uma vasta rede de profissionais freelancers habilidosos, com diversas expertises.

A versatilidade e flexibilidade desses profissionais permitem que as agências de marketing atendam a uma ampla variedade de necessidades de conteúdo, seja para blog posts, conteúdo para redes sociais ou artigos específicos para determinados segmentos.

Além disso, a disponibilidade de redatores especializados em diferentes setores garante um conteúdo preciso e criativo, alinhado com os requisitos específicos dos clientes e demonstrando o comprometimento da agência em entregar informações valiosas.

Um exemplo é a agência de marketing digital full service RivalMind, que aumentou sua produção de conteúdo em 67% graças à plataforma WriterAccess.

Anteriormente, conforme contou o chefe de estratégia de marketing de pesquisa, era difícil para os redatores internos manter a qualidade do conteúdo que os clientes precisavam e esperavam.

O mesmo aconteceu com a agência de marketing InfoStream Solutions, que possuía uma equipe de redatores internos extremamente talentosos.

No entanto, como explicou o COO, “não importa o quão habilidosos sejam nossos redatores de conteúdo [internos], não é possível que eles tenham experiência em todos os setores”.

Sua equipe interna costumava gastar muito tempo pesquisando conteúdo específico para determinados segmentos, resultando em atrasos nos projetos e frustração.

Tudo isso mudou com o WriterAccess: “Fomos muito atraídos pela economia de tempo e energia.” Ao contar com uma diversificada equipe de redatores, as agências não só economizam tempo e recursos, mas também são incentivadas a obter novas perspectivas e abordagens criativas na criação de conteúdo.

Ao deixar as tarefas de redação para os profissionais, as agências de marketing podem concentrar-se em suas competências principais e lidar com vários projetos simultaneamente.

Trabalhar com um leque de freelancers em uma plataforma fácil de gerenciar permite às agências:

  • Reduzir os custos operacionais.
  • Atender a diversos clientes com qualidade e rapidez.
  • Permitir entregas de grande porte.
  • Realocar recursos, já que a agência não está vinculada a uma estrutura de custos fixos para a equipe de produção de conteúdo, podendo investir esforços e pessoal em atividades mais estratégicas, obtendo uma vantagem competitiva.

Esse fluxo de trabalho contínuo contribui para a consistência do conteúdo, permitindo que as agências mantenham uma identidade de marca forte e reconhecível para cada cliente.

2. Economize tempo com ferramentas de gerenciamento de conteúdo

O WriterAccess oferece recursos robustos de gerenciamento de conteúdo que facilitam a organização, agendamento e o monitoramento de projetos. Isso faz dele uma plataforma poderosa para agências de marketing em busca de um processo eficiente de criação de conteúdo.

Um dos principais aspectos das ferramentas de gerenciamento de conteúdo é a funcionalidade de agendamento fácil de usar: as agências de marketing podem definir prazos e cronogramas para cada projeto, garantindo que a entrega de conteúdo esteja alinhada com as estratégias de marketing de seus clientes, evitando atrasos e assegurando um processo de criação de conteúdo tranquilo.

Além disso, a plataforma permite que as agências priorizem projetos, aloquem recursos de forma eficaz e gerenciem vários projetos simultaneamente, aumentando a produtividade geral.

Por exemplo, o recurso de monitoramento de projetos permite que as agências monitorem o progresso de cada projeto, revisem rascunhos e solicitem revisões conforme necessário, garantindo que o conteúdo final atenda aos padrões de alta qualidade da agência e às expectativas do cliente.

E se a sua agência está acostumada a usar planilhas para gerenciar seu conteúdo, o WriterAccess pode ajudar muito a economizar seu tempo e aumentar a escala da sua produção.

A funcionalidade de “Importar Títulos em Massa” traz comodidade para o seu dia-a-dia, pois permite que você faça o upload de arquivos CSV e faça seus pedidos em massa, ao invés de preencher o briefing de cada conteúdo individualmente.

Assim, você otimiza a sua execução e ganha tempo para investir em atividades mais estratégicas e com uma maior vantagem competitiva para a agência.

Se desejar, você pode testar a plataforma gratuitamente por 14 dias e ver tudo isso na prática.

O fluxo de trabalho integrado economiza tempo e minimiza a carga administrativa, permitindo que as agências de marketing se concentrem no que é mais importante: o cliente.

3. Conte com a ajuda da Inteligência Artificial

O WriterAccess traz uma variedade de recursos inovadores, impulsionados pela Inteligência Artificial, especialmente projetados para atender às necessidades únicas da criação de conteúdo das agências de marketing.

Um destaque é o Gerador de Personas, que auxilia as agências na criação de diferentes personas para os nichos que atendem. Com base em dados demográficos e comportamentais, a IA pode rapidamente criar buyer personas detalhadas e realistas, permitindo que as agências criem conteúdo personalizado e envolvente que gere identificação junto aos potenciais clientes de seus clientes.

Com as informações fornecidas pelo Gerador de Personas, as agências de marketing também podem ajustar suas estratégias de conteúdo, garantindo que o conteúdo atenda diretamente às preferências, pontos problemáticos e interesses do público-alvo buscado, resultando em campanhas de marketing mais eficazes e impactantes.

Outra ótima ferramenta é o AI Content Wizard: em apenas 5 etapas simples, você descobrirá oportunidades de conteúdo que seus clientes estão perdendo.

Isso é possível porque, em questão de minutos, a plataforma realiza extensa pesquisa de conteúdo e análise de oportunidades para criar resumos de conteúdos pensados para otimizar o ranking do seu blog e o dos seus clientes no Google.

[embedded content]

Por meio de informações sobre seu público, concorrentes, palavras-chave e persona, o WriterAccess é capaz de personalizar a pesquisa de conteúdo e análise de oportunidades de acordo com as necessidades comerciais de cada um de seus clientes.

Além disso o recurso de Busca Avançada permite achar o talento certo para o seu projeto através de filtros avançados ou pedir uma recomendação personalizada dos melhores talentos para vocês.

4. Crie um portal personalizado com a sua marca

O White Label Portal do WriterAccess é uma ferramenta poderosa que permite que as agências de marketing fortaleçam sua presença de marca e expandam suas capacidades de criação de conteúdo sem esforço.

Ele funciona como uma plataforma “rebrandable” e personalizável, permitindo que as agências acessem uma ampla gama de serviços de criação de conteúdo e os apresentem sob sua identidade de marca exclusiva.

Esse nível de personalização permite que as agências mantenham controle total sobre a experiência do cliente, apresentando uma aparência consistente e coesa em todos os seus canais de comunicação.

Desde o envio de solicitações de conteúdo até a comunicação com os redatores e a aprovação do conteúdo, a interface fácil de usar promove a colaboração e reduz as barreiras de comunicação entre as agências e seus clientes.

Com essas informações, as agências podem tomar decisões orientadas por dados e aprimorar suas estratégias de conteúdo para obter melhores resultados para seus clientes.

5. Integre todas as suas ferramentas de conteúdo

A integração do WriterAccess com plataformas externas oferece uma incrível conveniência para agências de marketing, tornando o fluxo de trabalho de conteúdo mais eficiente e aumentando a eficácia dos seus processos.

Ao conectar o WriterAccess ao Hubspot, WordPress, Google Analytics e outras soluções, as agências podem criar um processo unificado e centralizado de criação de conteúdo, eliminando a necessidade de alternar entre várias plataformas. Isso economiza tempo e reduz o risco de perda de dados ou falhas na comunicação.

Além disso, as agências podem aproveitar os recursos e capacidades de todas as plataformas simultaneamente, maximizando os benefícios e melhorando a experiência geral de criação de conteúdo.

Clique aqui para saber mais sobre a integração do WriterAccess com plataformas de terceiros

Como você viu, o WriterAccess oferece uma infinidade de benefícios para agências de marketing que desejam aprimorar suas estratégias de criação de conteúdo e gerar resultados excepcionais para seus clientes.

Ao aproveitar as possibilidades do WriterAccess, as agências podem navegar pelo dinamismo do cenário digital com confiança, se consolidar como especialistas em conteúdo e garantir a satisfação duradoura dos seus clientes, reforçando sua posição no campo do marketing de conteúdo, que está sempre em evolução.

E se você ainda não utiliza o WriterAccess em sua agência de marketing, agora é a hora perfeita para experimentá-lo: clique aqui e comece seu teste gratuito de 14 dias!

5 momentos em que a fotografia me faz um designer melhor

Embora a disciplina de fotografia faça parte da maioria (se não de todos) dos currículos dos cursos de design, foi apenas recentemente que decidi aprofundar meus conhecimentos e sair do nível básico.

Não sei se é óbvio dizer que a fotografia e o design são campos complementares, mas é certo que, pelo menos, compartilham diversos conceitos. E é sobre isso que venho falar hoje: como a fotografia tem aprimorado o meu processo de design.

A ideia aqui não é abordar a parte técnica (um assunto bastante extenso e em que ainda estou nos estágios iniciais enquanto fotógrafo), mas sim trazer alguns conceitos que tenho aplicado no meu dia a dia como designer na Rock Content e que têm feito diferença no meu trabalho.

1. Ao recuperar a mentalidade de iniciante

Ao começarmos a aprender de algo que nos interessa, ficamos mais abertos a praticar, experimentar e aprender com nossos próprios erros. Esse é um momento ideal para estimular a criatividade e enxergar novas possibilidades.

No caso da fotografia, não é diferente.

Adquirir conhecimentos sobre novas formas de enquadramento ou aprender sobre dupla exposição, por exemplo, ilustra como conceitos fotográficos podem enriquecer layouts com um toque extra de originalidade.

Por outro lado, um “especialista” que dominou os fundamentos e acumulou experiência pode cair na armadilha de ficar preso a processos que ele já sabe que funcionam em prol da eficiência, prejudicando a criatividade. 

Iniciar minha jornada na fotografia reavivou essa mentalidade de iniciante em mim e, junto a ela, ressurgiu a vontade de experimentar e descobrir novos processos.

2. Ao estudar sobre composição

Esta é uma disciplina compartilhada tanto pelo design quanto pela fotografia.

Princípios como simetria (ou a ausência dela), equilíbrio, regra dos terços, linhas-guia, enquadramento e espiral áurea são igualmente relevantes tanto para um layout quanto para uma foto.

O estudo da fotografia envolve compreender e manejar a percepção espacial, ou seja, as relações espaciais entre os elementos dentro de um enquadramento.

O aprimoramento dessa percepção contribuirá para a melhoria na distribuição e diagramação de elementos dentro de um layout.

Nesta foto, por exemplo, capturei duas argentinas apreciando o pôr do sol na “Janela do Paraíso”, em Arraial do Cabo, RJ. Essa imagem ilustra bem a composição, aproveitando o enquadramento natural da janela e aplicando a regra dos terços: as duas mulheres ocupam ⅔ da largura e ⅓ da altura da foto. 
A técnica da dupla exposição (à esquerda) me auxiliou na criação da capa da 6ª edição da Rock Content Magazine (à direita). Nos exemplos, duas imagens são sobrepostas de modo que possamos visualizar ambas em uma única composição. Utilizei esse princípio para retratar pessoas e as cores do arco-íris sobrepostas, resultando no efeito presente na capa.

Um outro exemplo interessante reside na relação entre os enquadramentos variados das peças de design e as diferentes distâncias focais das lentes fotográficas.

Peças de formato horizontal, como banners, assemelham-se a enquadramentos mais amplos proporcionados por lentes grande angulares. 

Já nas redes sociais, o formato vertical das câmeras de smartphones (geralmente 1080x1920px) é predominante.

Dessa forma, um mesmo banner horizontal, mencionado anteriormente, necessita de uma versão vertical para ser compartilhado nos Stories do Instagram, por exemplo.

Este exemplo mostra a mesma arte diagramada em formatos diferentes: um banner para o blog, um post quadrado para redes sociais e um story vertical. Neste caso, vemos 3 enquadramentos diferentes, mas eu precisei rediagramar a disposição dos elementos conforme eu tinha mais ou menos largura em cada formato. 

Ao estudar composição fotográfica, o designer tem um arsenal mais versátil de opções para organizar elementos gráficos e textuais de acordo com o formato de cada peça.

3. Ao estudar sobre storytelling

O storytelling é outra disciplina de extrema importância na fotografia.

Através dela, a captura de momentos adquire um significado e propósito mais profundos, assemelhando-se à maneira como uma obra de arte evoca sensações e impressões no observador.

Ao aprimorar a habilidade de contar histórias na fotografia, o designer incorpora uma ferramenta poderosa para tornar seus layouts mais atrativos e envolventes, utilizando as imagens não apenas para comunicar, mas também para narrar histórias e despertar emoções.

Um exemplo de storytelling pela fotogragia: um tocador de trompete solitário sentado nas muralhas da “Ciudad Amuralhada” em Cartagena das Índias, Colômbia. A imagem nos leva a especular a história por trás dela: que música ele estava tocando? Ele estava apenas praticando ou era um artista de rua? Será que faz parte de algum grupo musical ou de uma orquestra?

O resultado é ainda melhor quando conseguimos aliar imagem e texto para contar de forma criativa uma história condizente com o conceito de uma campanha, por exemplo.

4. No processo criativo

Design e fotografia compartilham etapas do processo criativo que vão desde a concepção de um ensaio ou campanha até a experimentação, criação de versões e refinamento final.

Estudar fotografia não apenas é uma forma de praticar esses processos, mas também de aprimorar a sensibilidade estética e a análise crítica, fundamentais no processo criativo.

A fotografia também aprimora a capacidade visual de solução de problemas, pois exige raciocínio rápido para capturar momentos específicos com configurações adequadas, adaptação à iluminação, planejamento da melhor hora para fotografar e improvisação quando as coisas fogem ao planejamento.

5. Ao observar o mundo à minha volta

Por fim, a fotografia intensificou minha observação do mundo ao meu redor.

A sensação de que uma foto incrível pode surgir a qualquer momento torna uma simples caminhada vespertina pelo bairro uma expedição fotográfica e uma colheita rica de referências.

Dessa maneira, em poucos passos, já me vejo dedicando mais atenção à iluminação do pôr do sol (a “hora dourada”), às pessoas em movimento (gerando retratos autênticos do cotidiano), a espécies de pássaros previamente ignoradas, às combinações de cores e texturas na loja de tecidos e, especialmente, à beleza que permeia tudo isso.

Essa atenção mais aguçada e essa perspectiva contemplativa do mundo têm revigorado minha criatividade ao mesclar cores, tipografias, ilustrações e elementos gráficos. 

Se você estiver hesitante em começar (ou retomar) a capturar imagens, posso afirmar que tem valido a pena.

Quer continuar se atualizando com as melhores práticas de Marketing? Então se inscreva na The Beat, a newsletter interativa da Rock Content. Nós cobrimos todas as tendências que importam no cenário do Marketing Digital. Vejo você lá!

Como otimizar o tempo na produção de conteúdo para blogs?

Produzir mais conteúdo em menos tempo: é isso que muitos redatores e criadores desejam para aumentar seu rendimento no trabalho. Sem tirar o olho da qualidade, é possível lançar mão de algumas estratégias para otimizar o tempo na produção de conteúdo para blogs.

Um blog sempre atualizado ganha pontos com o Google, já que sempre oferece conteúdo fresco para os leitores. Com informações recentes e atualizadas, os posts tendem a ser mais relevantes para os usuários. Por isso, é importante ter uma produção de conteúdo constante.

Neste artigo, vamos ver algumas ideias para otimizar o tempo de produção de conteúdo e manter o trabalho constante de publicações no blog. Confira a seguir como fazer isso.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Gestão do tempo: como isso ajuda a otimizar a produção de conteúdo?

Antes de pesquisar hacks de escrita e baixar qualquer ferramenta, olhe primeiramente para a sua rotina. Como está a gestão do seu tempo para produzir conteúdos?

Talvez você esteja desperdiçando tempo com tarefas que não são prioritárias ou tenha dificuldade de definir uma meta que oriente seu trabalho. Então, vamos ver agora algumas dicas para gerenciar melhor o seu tempo na produção de conteúdos.

Planeje suas tarefas

Em vez de sair criando conteúdos, comece planejando as suas tarefas. O planejamento do que você vai fazer — as tarefas do dia, as pautas de produção, a escrita de um post — ajuda a organizar o seu trabalho. Assim, você não vai mais se perder nas atividades nem gerar retrabalho por ter feito algo que não precisava.

Revise sua rotina

Analise sua rotina das últimas semanas e identifique quais hábitos você pode melhorar. Revise os seus horários — talvez você possa readequar a hora do sono, por exemplo, para trabalhar com mais disposição.

Perceba também se o seu espaço de trabalho não atrapalha a sua rotina: será que um local mais organizado e silencioso não seria mais produtivo?

Organize seus arquivos

Desorganização também pode tomar o seu tempo. Imagine se toda vez que precisar acessar um arquivo você tenha que revirar o computador atrás dele… Portanto, organize os seus documentos e pastas e deixe à mão aqueles itens que você mais costuma acessar.

Defina metas e objetivos claros

O trabalho se torna mais preciso quando você tem metas e objetivos claros. Se você sabe aonde quer chegar, pode percorrer o caminho com mais eficiência e menos retrabalho. Além disso, metas e objetivos dão mais motivação, o que também contribui para a agilidade na produção.

Defina prioridades

Muitas vezes, perdemos tempo com tarefas que não são prioritárias, enquanto outras atividades mais urgentes ou importantes ficam para trás. Portanto, saiba definir prioridades nas tarefas, com base na sua urgência e relevância.

Minimize distrações

Distrações dificultam bastante a gestão do tempo. Muitas vezes nos distraímos com conversas paralelas, notificações do celular, uma olhadinha nas redes sociais

Não se martirize por cair nessas distrações, que são comuns quando estamos cansados ou entediados. Mas procure entender por que você se distrai tanto e como pode minimizar isso no dia a dia.

Pesquisa e planejamento de conteúdo: como se preparar antes de começar a produzir?

Mais uma vez, a dica para otimizar o tempo na produção de conteúdo é se preparar melhor antes de começar a produzir. Agora, vamos ver algumas ideias para planejar a criação do conteúdo, que vão ajudar você a escrever mais rapidamente.

Realize uma pesquisa eficaz antes da produção

Fazer uma boa pesquisa antes da produção traz embasamento para a escrita e evita você ter que ficar saindo do texto para buscar um novo dado ou informação.

Então, pesquise em sites que são referência no seu nicho, relatórios de pesquisas atualizadas, institutos de pesquisa e associações empresariais, entre outras fontes de dados, primários e secundários.

Crie um calendário editorial

O calendário editorial define as pautas, datas e prazos de produção, publicação e divulgação. Com esse planejamento, você sabe bem o que deve escrever em cada dia e quais prazos deve cumprir, o que ajuda bastante a se organizar e ganhar tempo.

Construa uma estrutura de tópicos

Na hora da escrita, planeje também o que você vai escrever. Monte a estrutura de intertítulos da publicação, até para você ter uma ideia melhor do tamanho que o conteúdo vai tomar. Ao longo desse trabalho, você pode anotar os principais tópicos que devem entrar em cada intertítulo.

Anote insights de temas, assuntos e frases

Mantenha uma rotina de anotar ideias que surgem pelo caminho. Elas podem ser retomadas depois, na hora da produção, e facilitar a escrita, principalmente quando dá aquele branco sobre o que falar. Mas cuide para não desenvolver demais uma ideia fora de hora, que pode acabar tirando o seu foco.

Ferramentas para auxiliar na produção de conteúdo: quais são as melhores?

As ferramentas estão aí para nos ajudar. Na hora da produção de conteúdo, elas podem automatizar e facilitar tarefas que tomam tempo, além de organizar informações que estejam perdidas por aí.

Veja agora algumas indicações de ferramentas para produção de conteúdo que você pode usar no dia a dia.

Trello

Trello é uma ferramenta de gestão de projetos. Quando você planeja pautas de produção ou a escrita de uma publicação, está fazendo nada menos que um projeto. Então, os boards do Trello podem ajudar você a organizar as tarefas, visualizar o que precisa ser feito e o que já foi e delegar funções quando estiver trabalhando em equipe.

Evernote

Sabe aquela dica de anotar ideias que surgem no caminho? O Evernote pode ser um bom aliado para isso, já que oferece um aplicativo que funciona como um bloco de notas, mas cheio de recursos para organizar as ideias, salvar links e imagens, fazer checklists, entre outros.

Semrush

A Semrush pode ajudar você no momento de pesquisa e planejamento de pautas. A ferramenta oferece recursos de pesquisa de palavras-chave e de concorrentes, para que você crie conteúdos otimizados para o Google e relevantes para os usuários.

AnswerThePublic

AnswerThePublic é uma ferramenta interessante para a pesquisa. Você pode saber o que as pessoas estão perguntando ao Google sobre determinados tópicos. Assim, conseguirá gerar ideias de palavras-chave para usar nos seus textos e criar pautas que atendem às necessidades do público.

ChatGPT

ChatGPT é uma das principais ferramentas de IA dos últimos tempos. Você pode aproveitá-la aplicando prompts de inteligência artificial, em busca de novas ideias de pautas e escrita, principalmente para quando elas fogem da cabeça. Mas procure sempre aprimorar o que a ferramenta sugerir, para adequar aos objetivos do seu conteúdo.

Google Drive

O Google Drive é a ferramenta de armazenamento do Google que vai ajudar você a organizar seus arquivos. Você pode guardar tudo ali para acessar de qualquer lugar, até mesmo estando offline, além de sincronizar com as pastas do seu computador. Assim tudo fica mais acessível rapidamente.

Calendário do Google

O Google Calendar ajuda você a organizar a sua rotina. Ao começar uma semana ou um dia, você pode visualizar tudo que tem para fazer e se planejar melhor. Além disso, é possível reservar horários da agenda para focar em uma tarefa específica, sem se distrair com outras atividades.

WordPress e plugins

O WordPress oferece recursos simples para criar páginas de sites e posts de blog com textos, imagens, vídeos, citações etc., além de agendar a sua publicação. Ainda por cima, os plugins facilitam outras tarefas da produção de conteúdo, como a otimização com técnicas de SEO.

Envolvendo a equipe na produção de conteúdo: como outros membros podem contribuir?

Digamos que você esteja responsável por escrever sobre recursos humanos, mas a sua expertise está mais relacionada com o marketing. Então, não seria melhor falar com a equipe de gestão de pessoas para escrever sobre isso?

Envolver outros membros da empresa para escrever conteúdos do blog é uma maneira de otimizar o tempo de produção. Como especialistas na sua área, certamente eles têm muito mais a dizer, com mais propriedade e autoridade. É isso que fazemos na Rock quando criamos conteúdos mais específicos, como o post sobre o uso da inteligência artificial na empresa.

Você, como produtor de conteúdo, pode orientar a criação do texto e editar a escrita para se adequar à linguagem do blog. Mas a essência do conteúdo vem de um especialista, o que torna o texto mais relevante para o leitor.

Por fim, entenda que buscar formas de ganhar tempo na produção de conteúdo é importante para a sua produtividade e os resultados da estratégia. Mas não se sobrecarregue: descansar também é necessário para manter a agilidade e a qualidade dos conteúdos.

As dicas que demos acima vão ajudar você a continuar produzindo conteúdos relevantes, mas com mais agilidade e eficiência.

Agora, você pode pensar também em terceirizar algumas atividades de produção de conteúdo com redatores freelancers. Na plataforma WriterAccess, você encontra diversos profissionais especialistas para escrever os seus textos. Experimente agora!